Só Botafogo perde em rodada com três vitórias cariocas. Confira.


Sport 0 x 2 Vasco

Juninho comemora o 1º do Vasco.
A partida marcou o reencontro de Juninho Pernambucano com o clube que o revelou para o futebol. Depois de 13 anos, o Reizinho voltou a atuar na Ilha do Retiro.

O jogo começou morno, talvez pelas diversas poças no gramado, devido às chuvas em Recife. As duas equipes pouco criaram e o jogo foi para o intervalo num sonolento 0 a 0.

Na segunda etapa, os gols e as emoções foram ao campo. Tenório também foi no lugar de Eder Luis. O jogo esquentou e o Vasco começou a criar mais oportunidades, principalmente com Tenório. Aos 23, Juninho cobrou falta com perfeição e abriu o placar. Comemoração efusiva do Reizinho, mesmo diante da torcida do clube que o revelou.

Aos 29, o primeiro grande lance do Demolidor. O equatoriano recebu bom passe de Juninho, driblou o goleiro e chutou para o gol, mas o zagueiro Diego Ivo salvou. O mesmo zagueiro foi expulso logo depois, por receber o segundo cartão amarelo.

Com um a mais em campo, o Vascão tratou de matar o jogo, ou melhor, demolir com a partida. Tenório aproveitou falha da zaga, driblou o goleiro Magrão, depois fingiu que iria chutar e cortou mais um zagueiro que vinha de carrinho e então tocou para o gol vazio. Golaço. Foi o primeiro gol de Tenório desde que ele voltou de lesão. O equatoriano ficou 5 meses parado.

FICHA TÉCNICA
SPORT 0 X 2 VASCO
Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Data/hora: 8/7/2012, às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Márcio Luiz Augusto (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Gols: Juninho, aos 23/2ºT (0-1); Tenório, aos 39/2ºT (0-2)
Cartões Amarelos: Moacir e Diego Ivo (Sport) Douglas e Alecsandro (VAS)
Cartão Vermelho: Diego Ivo (Sport)
Renda e Público: R$170,345 e 15.544
SPORT: Magrão; Moacir, Diego Ivo, Ailson e Reinaldo; Tobi, Rithely, Rivaldo (Hugo, aos 24'/2ºT), Marquinhos Gabriel (Henrique, aos 32'/2ºT) e Felipe Azevedo; Gilberto (Gilsinho, aos 24'/2ºT)).
Téc: Vagner Mancini
VASCO: Fernando Prass; Auremir, Douglas, Dedé e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho (Eduardo Costa, aos 38'/2ºT) e Carlos Alberto (Fellipe Bastos, aos 25/2ºT); Eder Luis (Tenório, no intervalo) e Alecsandro.
Téc: Cristovão Borges

  
Figueirense 0 x 2 Flamengo

Love desencantou.
Depois de uma semana só treinando por conta do jogo anulado contra o Atlético-MG, o Flamengo jogou melhor e soube explorar as falhas do lanterna do campeonato.

O primeiro tempo começou melhor para o rubro-negro, que ameaçava o Figueira, principalmente com Negueba. O garoto estava em noite inspirada e quase abriu o placar aos 22 em chute de longe.

O time da casa só foi assustar aos 31 minutos, com chute de Caio, ex-Botafogo, de fora da área, que o goleiro Felipe defendeu. Aos 33, Negueba fez jogada à la Neymar, passou por 4 marcadores, mas na hora do chute, o goleiro Wilson saiu bem e conseguiu evitar o gol.

Ainda no primeiro tempo, duas expulsões. A primeira de Anderson Conceição do Figueira, pelo segundo amarelo e a outra de Léo Moura, que levou cartão vermelho direto após carrinho por trás. Antes da expulsão de Léo, o Fla quase abriu o placar, após chute de Luis Antônio, que desviou na zaga e foi parar na trave.

O Figueira ainda chegou bem perto do gol, com Roni, mas o meia chutou para fora a grande chance do time no jogo.

A segunda etapa começou morna e no primeiro lance criado, o Flamengo abriu o placar. Após cobrança de escanteio, Vagner Love testou para encerrar um jejum de 8 jogos sem marcar.

Aos 34, o Figueirense por pouco não chegou ao empate em uma cabeçada de Loco Abreu, que acertou a trave. Aos 41, o Rubro-negro matou o jogo. Vagner Love recebeu na frente, ganhou dividida com o zagueiro e, frente a frente com o goleiro, chutou forte para garantir os 3 pontos fora de casa.

Antes do fim do jogo, uma cena curiosa aconteceu no Orlando Scarpelli. A torcida do Flamengo vaiava Loco Abreu a cada vez que ele pegava na bola. Para devolver a provocação, o Uruguaio beijou o símbolo do Botafogo, que estava em uma camisa que o mesmo usava por baixo do uniforme de jogo e fez gestos à torcida relembrando a cavadinha que deu ao Fogão o título estadual de 2010.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 0X2 FLAMENGO
Estádio: Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data/hora: 8/8/2012 - 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Auxiliares: Tatiana de Freitas (RS) e Rafael da Silva (RS)
Renda/Público: R$ 268.195,00 / 11.307 pagantes
Cartões amarelos: Anderson Conceição, Jackson e Loco Abreu (FIG); Thiago Medeiros, Luiz Antonio e Vagner Love (FLA)
Cartões vermelhos: Anderson Conceição 34'/1ºT (FIG); Léo Moura 46'/1ºT (FLA)
GOLS: Vagner Love 17'/2ºT (0-1) e 41'/2ºT (0-2)
FIGUEIRENSE: Wilson, Léo (Fernandes, 41'/2ºT), Anderson Conceição, Fred e Marquinhos (Guilherme Lazaroni, 33'/2ºT); João Paulo, Jackson, Claudinei e Roni (Julio Cesar, 15'/2ºT); Caio e Loco Abreu. Técnico: Hélio dos Anjos.
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Thiago Medeiros (Muralha, 43'1ºT), González e Ramon; Cáceres, Luiz Antonio e Renato; Negueba (Ibson, 27'/2ºT), Thomás (Adryan, 14'/2ºT) e Vagner Love. Técnico: Dorival Júnior.


Botafogo 1 x 2 Palmeiras

Barcos afundou o Fogão de novo.
A reedição do duelo de uma semana atrás pela Sulamericana mais pareceu o mesmo jogo do que qualquer outra coisa. Novamente Barcos brilhou e deu a vitória aos paulistas e mais uma vez, o Botafogo foi superior.

No início do jogo só dava Botafogo. Seedorf, jogando mais adiantado que nas partidas anteriores, articulava o time em busca do gol, mas quem abriu o placar foi o Palmeiras. Após cruzamento da direita, Obina furou e a bola ficou com Barcos. O Pirata deixou Antônio Carlos no chão e tocou no canto direito de Jefferson.

Em seguida, Obina desperdiçou ótima chance para os visitantes e depois disso o Palmeiras nada fez. No campo de defesa, sucumbia às investidas botafoguenses, principalmente com Marcio Azevedo pela esquerda. O Fogão desperdiçou muitas chances, principalmente com Elkeson. Na melhor das chances alvinegras, Fábio Ferreira chutou cruzado, frente a frente com o goleiro, mas a bola foi para fora e os dois times foram ao vestiário logo em seguida.

Na volta do intervalo, o panorama do jogo se manteve e o Botafogo chegou ao empate com Andrezinho, após cruzamento de Lima, que o meia completou para o gol.

O time de General Severiano era melhor e a virada parecia questão de tempo, mas quem marcou foi o Verdão. Fernandinho colocou entre as pernas do jovem Lennon e foi à linha de fundo, a marcação alvinegra se confundiu e o meia achou Barcos totalmente livre para somente escorar a bola para o fundo das redes.

Depois do gol, o Botafogo saiu desesperado para conseguir o empate e em grande falha de Fábio Ferreira ao matar a bola, Patrik tocou para Barcos, que deixou Antônio Carlos no chão novamente e encobriu Jefferson. Seria uma pintura, caso o bandeirinha, de maneira inexplicável, não tivesse assinalado impedimento do Argentino, que estava muito atrás do último homem botafoguense e como se não bastasse, estava atrás também da linha da bola. Sem dúvida, um dos impedimentos mais mal marcados da história do futebol.

O Fogão quase chegou ao empate no minuto final em chute de Andrezinho que carimbou o pé da trave. Foi só.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 1 X 2 PALMEIRAS
Local: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 8/8/2012, às 21h50 (de Brasília)
Renda/público: R$ 102.755,00 / 3.550 pagantes - 5.083 presentes
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (FIFA-AL)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Antônio Guimarães Lugo (MS)
Gols: Barcos 14' 1º/T (0-1), Andrezinho 12' 2º/T (1-1), Barcos 27' 2º/T (1-2) 
Cartões amarelos: Leandro Amaro (PAL)

BOTAFOGO: Jefferson; Lennon (Rafael Marques 32' 2º/T), Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo (Lima 29' 1º/T); Jadson, Renato, Fellype Gabriel (Fellype Gabriel 20' 2º/T), Andrezinho e Seedorf; Elkeson. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
PALMEIRAS: Bruno; Artur, Maurício Ramos, Leandro Amaro e Juninho; Henrique, Marcos Assunção e Patrik (Betinho 38' 2º/T); Fernandinho, Obina (Daniel Carvalho 17' 2º/T) e Barcos. Técnico: Luiz Felipe Scolari.


Fluminense 2 x 1 São Paulo

Fred fez o gol da vitória.
O primeiro tempo começou morno e o primeiro momento de perigo foi aos 18 em chute de Sóbis que passou rente à trave. Aos 28, Jadson quase marcou, mas Cavalieri salvou, desviando com os dedos, o que seria gol certo do São Paulo.

Aos 35, o placar foi aberto em São Januário. Thiago Neves cobrou falta e Leandro Euzébio desviou para o fundo das redes. Mais um gol de bola parada do Fluminense.

Aos 43, em um lance muito parecido com o do primeiro gol do jogo, a bola foi parar no fundo das redes novamente, só que dessa vez quem teve que ir buscar a bola foi o goleiro do Flu. Cícero aproveitou cruzamento de Jádson e, livre, cabeceou para o gol.

Na segunda etapa, o Fluminense voltou ligado e marcou logo aos 5 minutos. Jean levantou bola na área e Fred testou no contrapé de Rogério Ceni: 2 a 1 para o Tricolor carioca.

Após o gol, a equipe paulista se encolheu e não conseguiu reagir. O Fluminense continua criando e desperdiçando boas chances. O panorama foi esse até o fim e o Fluzão garantiu mais 3 pontos em busca da liderança do Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 1 SÃO PAULO
Local: São Januário (RJ)
Data/hora: 9/8/2012 - 21h
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Nadine Câmara Bastos (SC) e Bruno Boschilia (PR)
Cartões amarelos: Rafael Tolói, Jadson (SPO)
Cartões vermelhos: -
Renda/Público: R$ 61.604,00 / 3.938 pagantes - 5.799 presentes
GOLS: Leandro Euzébio 35'/1ºT (1-0); Cícero 43'/1ºT (1-1); Fred 5'/2ºT (2-1)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wallace, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean, Wágner (Diguinho - 26'/2ºT) e Thiago Neves (Matheus Carvalho - 34'/2ºT); Rafael Sobis e Fred (Rafael Moura - 13'/2ºT) - Técnico: Abel Braga.
SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe (Paulo Assunção - 24'/2ºT), Rafael Toloi e Rhodolfo; Douglas, Denilson, Maicon (William José - 14'/2ºT), Jadson e Cortez, Ademilson e Cícero (Casemiro - 31'/2ºT) - Técnico: Ney Franco.


 Todos os Resultados:

08/08/2012 19:30 (Qua)
Sport
0 x 2
Vasco
08/08/2012 19:30 (Qua)
Internacional-RS
0 x 0
Náutico
08/08/2012 20:30 (Qua)
Corinthians
1 x 1
Atlético-GO
08/08/2012 20:30 (Qua)
Bahia
0 x 0
Portuguesa
08/08/2012 21:50 (Qua)
Santos
4 x 2
Cruzeiro
08/08/2012 21:50 (Qua)
Figueirense
0 x 2
Flamengo
08/08/2012 21:50 (Qua)
Botafogo-RJ
1 x 2
Palmeiras
09/08/2012 21:00 (Qui)
Fluminense
2 x 1
São Paulo
09/08/2012 21:00 (Qui)
Atlético-MG
1 x 0
Coritiba
09/08/2012 21:00 (Qui)
Ponte Preta
0 x 0
Grêmio
Data/Horário

Jogo



Próximos Jogos:

11/08/2012 18:30 (Saba)
Santos
x
Atlético-GO
11/08/2012 18:30 (Saba)
Sport
x
Figueirense
11/08/2012 18:30 (Saba)
Bahia
x
Cruzeiro
11/08/2012 21:00 (Saba)
Flamengo
x
Náutico
12/08/2012 16:00 (Dom)
Internacional-RS
x
Ponte Preta
12/08/2012 16:00 (Dom)
São Paulo
x
Grêmio
12/08/2012 16:00 (Dom)
Atlético-MG
x
Vasco
12/08/2012 16:00 (Dom)
Coritiba
x
Corinthians
12/08/2012 18:30 (Dom)
Fluminense
x
Palmeiras
12/08/2012 18:30 (Dom)
Portuguesa
x
Botafogo-RJ



Tabela de Classificação:


Comentários

  1. Bela cobertura! Show de bola!

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigado!! Volte sempre para debatermos sobre futebol. Grande abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.