segunda-feira, 15 de outubro de 2012

Fluzão vence e salva rodada carioca mais uma vez. Vasco perde fora, Flamengo empata em casa e Botafogo empata fora.

Gum virou a partida na forte
jogada aérea tricolor.
Fluminense 2 x 1 Ponte Preta

Mais uma vez salvando a rodada dos cariocas, o líder do campeonato fez da Macaca a vítima da vez e se consolidou ainda mais na liderança com a quinta vitória seguida.

Apesar do favoritismo, o Fluminense foi surpreendido com apenas 1 minuto de jogo. Luan recebeu de Roger e deu lindo chute de direita, sem chances para Cavalieri. A bola entrou no ângulo. Golaço. Aos 7, em contra-ataque ligado pelo goleiro Edson Bastos, Luan achou Roger na área, mas o centroavante bateu na rede pelo lado de fora.

O Fluzão acordou e foi pra cima da Ponte. Aos 11, Fred completou mal um bom cruzamento de Jean. Aos 20, Sóbis cobrou falta direto e o quique da bola quase traiu o goleiro Edson Bastos. Aos 27, Wagner desarmou Nikão e a bola ficou com Wellington Nem. O garoto arrancou em velocidade e serviu o mesmo Wagner pela esquerda. O meia bateu cruzado e a bola passou rente à trave.

Só dava Flu! Aos 38, Fred girou e bateu rasteiro, mas a bola passou à direita da meta. Aos 42, Digão recebeu de Wagner pela esquerda, invadiu a grande área e bateu por cobertura. Edson Bastos fez grande defesa e colocou para escanteio. A bola não entrava e as equipes foram para o vestiário.

Na segunda etapa, o Flu voltou ainda mais ligado no jogo. Aos 9 minutos, Wellington Nem perdeu chance incrível na pequena área, chutando em cima de Edson Bastos. Aos 17, Jean cobrou falta, colocando a bola por cima da barreira, mas o goleiro da Ponte fez mais uma boa defesa e jogou para escanteio. Três minutos depois, Carlinhos bateu cruzado, a bola desviou na zaga e só parou em Edson Bastos, que fez mais uma grande defesa. No rebote, Fred pediu pênalti e o juiz mandou seguir o jogo.

A pressão não tinha trégua. Aos 28, Carlinhos sofreu falta na entrada da área. O autor da infração foi expulso pelo árbitro. Na cobrança da falta, Fred tirou tinta da trave esquerda de Bastos. Aos 34, Samuel ajeitou a bola de calcanhar e a mesma tocou o braço de Luan. O juiz marcou pênalti, muito polêmico por sinal. Fred, que não tinha nada a ver com isso, cobrou no meio do gol e empatou a partida.

Não houve refresco para a Macaca após o empate. Aos 37, Higor arriscou de longe e Edson Bastos se enrolou para defender, quase dando rebote para Marcos Júnior. Aos 38, Jean driblou o marcador e bateu firme de fora da área para mais uma defesa do destaque do jogo, Edson Bastos. Aos 43, o juiz inverteu falta, marcando erroneamente falta sobre Marcos Júnior, quando na realidade o atacante do Flu foi quem puxou o marcador. Na cobrança da infração, Wagner mandou na cabeça de Gum, que desviou para virar a partida para o líder do campeonato. Festa tricolor.

O Fluminense volta a campo diante do terceiro colocado Grêmio, quarta, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2X1 PONTE PRETA
Local: São Januário (RJ)
Data/hora: 14/10/2012 - 18h30
Árbitro: Nielson Nogueira Dias (PE)
Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Renda/público: R$ 300.1010,00 / 19.064 presentes
Cartões amarelos: Marcos Júnior, Wellington Nem (FLU); Edson Bastos, Ferron, Nikon, Roger e Wendel Santos (PON)
Cartões vermelhos: Wendel Santos (PON)
Gols: Fred, 34'/2ºT (1-1) e Gum, 42'/2ºT (2-1) ; Luan, 1'/1ºT (0-1); 
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Digão, Gum e Carlinhos (Samuel, 31'/2ºT); Edinho (Higor, 21'/2ºT), Jean e Wágner; Rafael Sobis (Marcos Júnior - Intervalo), Fred e Wellington Nem - Técnico: Abel Braga
PONTE PRETA: Edson Bastos; Cicinho, Ferron, Diego Sacoman e João Paulo; Baraka, Wendel Santana, Renê Júnior e Nikão (Tony, 31'/2ºT); Luan (Uendel, 44'/2ºT) e Roger (Giancarlo, 32'/2ºT) - Técnico: Guto Ferreira.



Liedson fez dois, mas apenas um
foi validado.
Flamengo 1 x 1 Cruzeiro

O Rubro-negro completou quatro jogos sem vitória. O empate teve sabor amargo para o Flamengo, já que o árbitro anulou um gol legal de Liedson no fim do jogo.

A partida começou melhor para o Mengão, que abriu o placar logo aos 10 minutos com Liedson. A jogada começou com Léo Moura, que achou Ramon livre na esquerda. O lateral cruzou para Love, que ajeitou com o ombro para o camisa 31 empurrar para as redes.

A resposta do time mineiro não tardou. Em contra-ataque rápido, Everton tocou para Montillo, que carregou a bola até achar Martinuccio livre na esquerda. O meia cruzou na cabeça do não menos livre, Everton, que só teve o trabalho de desviar para empatar a partida.

Após sofrer o gol, o Flamengo parou em campo e viu o Cruzeiro desperdiçar boas chances. Aos 31, Montillo fez jogada em velocidade pela direita e cruzou rasteiro para a pequena área. Anselmo Ramon completou em cima de Felipe. No rebote, o mesmo Anselmo Ramon chutou novamente para defesa do goleiro.

Na segunda etapa, o Mengão acordou e chegou bem aos 2 minutos, em chute de Ramon de fora da área. Aos 7, Love tabelou com Cléber Santana, mas foi travado na hora da finalização. Aos 17, foi a vez da Raposa assustar. Montillo recebeu de Anselmo Ramon e chutou forte. Felipe fez ótima defesa.

Aos 18, Cléber Santana deu ótimo passe para Love, que bateu fraquinho e a bola ficou fácil para Fábio. Boa chance desperdiçada. Aos 27, Love teve outra chance, ao pegar de primeira. A bola desviou na zaga e só não entrou porque o goleiro Fábio mostrou grande reflexo e jogou para escanteio.

Aos 39, saiu o gol que selaria a vitória do Flamengo. Adryan bateu escanteio, Love desviou de cabeça e Liedson completou para as redes no segundo pau, porém foi marcado impedimento inexistente do centroavante. Aos 45, Ramon teve chance de definir, mas bateu fraco e aos 48, Wellington Bruno tabelou com Liedson e soltou a bomba de fora da área para grande defesa de Fábio, que selou o empate.

Na próxima rodada, o Mengão enfrentará a Portuguesa, fora de casa, quarta-feira.

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 X 1 CRUZEIRO
Competição: Campeonato Brasileiro – 30ª rodada
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/10/2012 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronico (RS)
Auxiliares: Bruno Boschilia e João Patricia de Araujo
Renda: R$232.780,00
Público: 15.922
Renda/público:
Cartões amarelos: Leandro Guerreiro (21min/1ºT); Marcelo Oliveira (37min/1ºT); Charles (19min/2ºT); Adryan (20min/2ºT); Vagner Love (23min/2ºT); Ramon (30min/2ºT); Cleber Santana (34min/2ºT); Wellington Silva (43min/2ºT).
Cartões vermelhos: Não teve.
Gols: Liedson, 10′/1ºT (1-0); Everton, 18′/1ºT (1-1)
FLAMENGO: Felipe, Wellington Silva, Frauches, Renato Santos e Ramon; Aírton (Luiz Antonio, 21min/2ºT), Ibson (Wellington Bruno, 36min/2ºT), Léo Moura (Adryan, 44min/1ºT) e Cleber Santana; Liedson e Vagner Love Técnico: Dorival Júnior.
CRUZEIRO: Fábio, Ceará, Léo, Mateus e Everton (Diego Renan, 38min/2ºT); Leandro Guerreiro, Marcelo Oliveira, Willian Magrão (Charles, 8min/2ºT) e Montillo; Martinuccio (Elber, 24min/2ºT) e Anselmo Ramon. Técnico: Celso Roth.



Bruno Mendes comemora seu
primeiro gol com a camisa do Fogão.
Grêmio 1 x 1 Botafogo

Depois de ver o adversário desperdiçar várias oportunidades, o Botafogo conseguiu o empate no fim do jogo, através do recém-chegado Bruno Mendes.

Logo aos 11 minutos, o goleiro Renan teve que colocar para escanteio, belo chute de Leandro. Na cobrança do córner, o zagueiro Werley cabeceou para o chão e a bola foi parar no travessão. Aos 19, foi a vez do Fogão assustar. Após cobrança de falta pelo alto, Fellype Gabriel testou em cima do goleiro Marcelo Grohe, que fez grande defesa. Aos 34, o Grêmio balançou as redes com Zé Roberto, mas um impedimento já havia sido assinalado no decorrer da jogada.

Na volta do intervalo, o time gaúcho voltou disposto a decidir a partida. Logo aos 5 minutos, Léo Gago cobrou falta com violência e não deu chances para Renan chegar na bola. Belo gol. Aos 9, o zagueiro Antonio Carlos quase surpreendeu em chute de fora da área, mas o atento goleiro gremista colocou para escanteio.

Aos 19, Márcio Azevedo errou passe no campo de defesa e a bola ficou com Zé Roberto. O meia carregou e deu bom passe para Leandro, que concluiu em cima de Renan. Aos 23, em falta praticamente no mesmo lugar que no lance do gol, Léo gago soltou outra bomba, que dessa vez parou nas luvas de Renan.

Na tentativa do empate, Oswaldo de Oliveira promoveu as entradas de Seedorf, Elkeson e Bruno Mendes. O garoto, que entrou somente aos 37 minutos acabou por ser o responsável pelo gol. Aos 45, ele recebeu na entrada da área, fez grande jogada individual, passando por dois marcadores e bateu com categoria, no canto esquerdo de Grohe. Foi o primeiro gol do ex-jogador do Guarani com a camisa do Glorioso. Não deu tempo para mais nada.

O Botafogo joga contra o Vasco na próxima rodada, quinta-feira, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 1 X 1 BOTAFOGO
Local: Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data/hora: 14/10/2012, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Guilherme Ceretta de Lima (SP)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Carlos A. Nogueira Júnior (SP)
Público e renda: 31.950/R$ 704.331
Cartões amarelos: Lucas e Andrezinho (BOT)
Gols: Léo Gago - 5'/2ºT (1-0) Bruno Mendes - 45'/2ºT (1-1)
BOTAFOGO: Renan; Lucas, Dória, Antônio Carlos e Márcio Azevedo (Elkeson - 29'/2ºT); Renato (Bruno Mendes - 37'/2ºT), Gabriel, Fellype Gabriel, Vitor Júnior (Seedorf - 18'/2ºT) e Andrezinho; Rafael Marques. - Técnico: Oswaldo de Oliveira.

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Werley, Naldo e Anderson Pico; Souza (Léo Gago - Intervalo), Marco Antônio, Zé Roberto e Marquinhos (Rondinelly - 29'/2ºT); Leandro e André Lima (Vilson - 18'/2ºT). - Técnico: Vanderlei Luxemburgo.



Miralles marcou 2 e supriu ausência
de Neymar.
Santos 2 x 0 Vasco

Sem Juninho e Dedé, o Vasco sofreu com a velocidade de Miralles. O argentino marcou um gol em cada tempo e definiu o jogo para o Santos, que não teve Neymar.

O início de jogo era melhor para o Vasco, que tocava a bola no campo de defesa do Santos, porém aos 8, em erro de Carlos Alberto, que quis carregar demais a bola, o Santos armou contra-ataque e Bill lançou Miralles, que saiu na cara de Prass e só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro e comemorar. Aos 13, o Vasco também balançou as redes depois que Felipe tocou para Eder Luis marcar, porém o atacante estava em posição ilegal.

Aos 14, Bruno Peres disparou pela direita e tentou cruzamento. A bola tomou a direção do gol e exigiu boa defesa de Fernando Prass. Aos 22, o mesmo Bruno Peres bateu de fora da área, dessa vez de propósito, e Prass jogou para escanteio. Aos 30, o rápido Bruno foi lançado por Miralles em contra-ataque, mas parou em Fernando Prass, que saiu do gol e ficou com a bola.

Aos 31, Wendel chegou pela esquerda e cruzou para Alecsandro, que mergulhou de cabeça na bola e jogou para fora. Aos 40, Carlos Alberto recebeu na entrada da área e chutou por cima do gol.

Na segunda etapa, com apenas 1 minuto de jogo, em lance semelhante ao do primeiro gol, Miralles recebeu de Felipe Anderson e bateu por baixo de Prass para ampliar para o Santos. Aos 12, Felipe deu lindo passe para Eder Luis, que bateu em cima de Rafael e desperdiçou a melhor chance do Vasco no jogo.

Aos 21 minutos, Felipe, melhor do Vasco na partida, foi sacado do time para dar lugar a John Cley. A partir daí, o Vasco morreu na partida e não foi capaz de criar qualquer perigo para o goleiro Rafael.

Na próxima rodada, o Vasco faz o clássico contra o Botafogo, quinta-feira, no Engenhão.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 2 X 0 VASCO
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (ASP/Fifa - DF)
Assistentes: Roberto Braatz (Fifa - PR) e Thiago Gomes Brigido (Asp/Fifa - GO)
Renda/Público: R$ 105.170,00 / 6.555 pagantes
Cartões amarelos: Henrique e Rafael (SAN), Nilton, Marlone e Fellipe Bastos (VAS)
Cartões vermelhos: nenhum
GOLS: Miralles, aos 9'/1ºT (1-0) e 1'/2ºT (2-0)
SANTOS: Rafael; Bruno Peres, Bruno Rodrigo, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Henrique (Gerson Magrão, 22'/2ºT) e Felipe Anderson; Bill e Miralles (Patito Rodríguez, 37'/2ºT) Técnico: Muricy Ramalho.
VASCO: Fernando Prass, Jonas (Pipico, 34'/2ºT) Douglas, Rodolfo, Wendel; Nilton, Felipe Bastos, Felipe (John Cley, 21'/2ºT) e Carlos Alberto (Marlone, 12'/2ºT); Éder Luís e Alecsandro. Técnico: Marcelo Oliveira.


Tabela de Classificação:




0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.