terça-feira, 2 de abril de 2013

Botafogo pode devolver Engenhão à Prefeitura do Rio, novo áudio incriminando Presidente da CBF e mais.


Por William Amaral

Fim. O Botafogo pode devolver o Engenhão à Prefeitura e assim quebrar a concessão assinada em 2007, após o Pan. O Presidente do clube, Maurício Assumpção alega que o estádio não dará lucro, visto que os contratos de camarote, publicidade e até de aluguel do Engenhão terão de ser revistos. Além disso, uma empresa que pararia R$ 30 milhões para ter os Naming Rights do estádio, encerrou as negociações. Caso o clube devolva realmente o estádio, uma licitação de caráter emergencial poderia ser marcada e a empresa interessada no Maracanã assumiria também o Engenhão.

Corrupção. Em mais uma gravação divulgada no YouTube, de autoria desconhecida, José Maria Marin é denunciado por corrupção. No áudio, Marin combina como será o jantar para agradar aos presidentes das Federações Estaduais de Futebol, a fim de eleger Marco Pólo Del Nero a vice-presidente da entidade. De fato, Marco Pólo foi eleito. A gravação teria sido feita logo após os jogos olímpicos de Londres, no ano passado.

Crítica. O brasileiro Thiago Silva, do PSG, criticou o meia inglês Joey Barton. Thiago minimizou a carreira do jogador e disse que “ele apenas busca atenção ao menosprezar grandes jogadores, como Neymar”. Rápido no gatilho, Barton respondeu dizendo que “o zagueiro é superestimado e uma moça, que se contunde a toda hora.”

Ainda vivo. O Imperador Adriano negou que tenha se aposentado. O atacante afirmou que diferente do que disse o presidente do América-RJ, ele não pendurou as chuteiras e que está treinando numa academia para que no meio do ano possa voltar aos gramados por um clube que queira contar com o seu futebol. Dá para acreditar?

Arena Itaipava. O Grupo Petrópolis, dono da marca de cerveja Itaipava, costurou um acordo para ter os Naming Rights da Arena Fonte Nova. Dessa forma a nomenclatura do estádio ganhará o prefixo de mesmo nome da cerveja. O contrato prevê o pagamento de R$ 100 milhões por 10 anos dos direitos sobre o nome. Para a Copa-2014, no entanto, o nome não terá validade, já que a FIFA não permite nenhuma propaganda dos concorrentes de seus patrocinadores, neste caso a Budweiser.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.