segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Bota perde em casa e fica longe do líder

Por William Amaral

Fla e Flu empatam; Vasco perde a 4ª seguida

Derrota e liderança longe. O Botafogo recebeu o Bahia no Maracanã e os mais de 25 mil presentes esperavam a vitória e a consequente aproximação ao líder Cruzeiro, mas não foi bem assim. Em ritmo lento, o Botafogo começou o jogo irreconhecível, sofrendo grande pressão do Bahia, que por pouco não abriu o placar em três ocasiões até os 23 minutos. Com vaias da já impaciente torcida e sem conseguir criar perigo ao time baiano, Rafael Marques, aos 30, cavou falta frontal próxima à área. na cobrança, Edílson soltou uma bomba no meio do gol, contou com a colaboração de Marcelo Lomba e abriu o placar. Os visitantes seguiram melhores até o fim da primeira etapa, mas o placar não se mexeu. No segundo tempo, Hyuri entrou na vaga de Seedorf, que mais uma vez não jogou bem, e deu nova vida ao ataque alvinegro. O próprio Hyuri, que foi fominha no lance, e Rafael Marques quase ampliaram o placar. O treinador Cristovão Borges, ex-Vasco, mexeu no Bahia e o time melhorou. O time de Oswaldo abdicou do ataque e passou a ser presa fácil para o adversário, que empatou aos 36, em cabeçada de Fernandão no ângulo. O gol congelou o já assustado time alvinegro, e quatro minutos depois, Obina, impedido, aproveitou cruzamento e virou o jogo em cabeçada no cantinho de Jefferson. Ficou nisso. O Fogão segue com 42 pontos, estando a 8 do líder Cruzeiro, que parece caminhar a passos largos para pôr as mãos na taça. 

Empate péssimo. Visitando o lanterna da competição, o Flamengo perdeu muitas oportunidades e deu ao Náutico o 10º ponto no Brasileirão. na primeira partida sem Mano Menezes, o Mengão começou melhor e Samir quase marcou duas vezes em cabeçadas. O mesmo Samir salvou o Flamengo após Tiago Real driblar Paulo Victor e chutar para o gol. Aos 28, Paulinho perdeu grande chance, chutando em cima do goleiro Gideão e os times foram para o intervalo sem mexer no placar. Na segunda etapa, o nível técnico caiu e o jogo ficou truncado, sem grandes oportunidades. Aos 47, após cobrança de escanteio, Marcelo Moreno testou, Gideão espalmou e, no rebote, Elias, praticamente debaixo da trave, conseguiu chutar a bola por cima do gol e perder um gol incrível. Com o empate sem gols, o Fla foi a 27 pontos e está na 16ª posição, ameaçadíssimo.

Empate justo. Recebendo o Coritiba sem Alex, o Fluminense foi mal na primeira etapa, mas reagiu e buscou o empate. O tricolor iniciou mal o jogo, sem criatividade e com pouca movimentação ofensiva. Quem gostou foi o Coxa, que levou vantagem sobre o time da casa. Aos 16, Vitor Júnior acertou o travessão de Cavalieri em cobrança de falta. Aos 30, Escudero desceu livre pela esquerda e cruzou para Lincoln, que, sem marcação, testou para as redes. Sem reação, o Flu foi para o intervalo abatido. Luxa fez duas alterações e a equipe voltou diferente dos vestiários. Logo aos 5 minutos, Biro Biro cruzou na área, Gum matou no peito e bateu no contrapé do goleiro Vanderlei, empatando a partida. Os quase 35 mil presentes se animaram e levantaram o time. Aos 13, Wagner acertou o travessão e quase virou o jogo. O Flu passou o restante do jogo pressionando, porém sem grandes oportunidades. Já o Coritiba, conseguiu acertar a trave aos 45 minutos, e por pouco não levou os 3 pontos. Com o empate, o Fluminense foi a 30 pontos e ocupa a 13ª colocação.

Derrota e fundo do poço. O Vasco foi ao Horto enfrentar o campeão da Libertadores e voltou com uma derrota já esperada. O Atlético-MG começou com tudo e logo aos 2 minutos, Fernandinho tabelou com Ronaldinho, deixou o fraco zagueiro Cris no chão e anotou o primeiro gol do jogo. O ritmo do Galo seguiu forte e aos 18, Ronaldinho cobrou falta pela lateral e Rafael Vaz fez gol contra ao tentar cortar o cruzamento. Inerte, o Vasco não reagiu e viu um acomodado time atleticano tocar a bola até o fim do primeiro tempo. Na segunda etapa, com duas alterações, e com o a equipe mineira ainda mais relaxada, o Vasco conseguiu criar mais. Marlone, Edmilson e Yotún assustaram o goleiro Victor, aos 27 minutos, falhou em chute de Dakson e permitiu que o Gigante da Colina diminuísse o placar. O susto acordou o Galo, que voltou a mandar na partida. Aos 40, Dátolo recebeu cruzamento e, sem goleiro, furou. Três minutos depois, Ronaldinho acertou o travessão após falha bisonha de Michel Alves. E ficou nisso. Com a quarta derrota seguida, o Vasco permanece com 24 pontos e está na 18ª posição. Dorival Júnior pode cair ainda essa semana.

UFC. Rolou neste sábado o UFC 165, e na luta principal Jon Jones defendeu o cinturão da categoria meio-pesado contra o sueco Alexander Gustafsson. Jones apanhou como nunca, mas venceu como sempre e ainda é o campeão. O disputadíssimo combate foi considerado o melhor da noite e foi decidido pelos juízes laterais, que apontaram decisão unânime a favor do americano. No Co-Main Event, o brasileiro Renan Barão anotou o nocaute da noite contra o americano Eddie Wineland e manteve o cinturão interino da categoria dos galos. Após a bela vitória, com chute rodado no 2º round, Barão espera o campeão linear, Dominick Cruz, se recuperar de lesão para fazer a unificação do título. Outros três brazucas lutaram no evento e o saldo foi de duas vitórias (Michel Trator e Wilson Reis) e uma derrota (Renée Forte). 

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.