terça-feira, 10 de setembro de 2013

S.Excia Quaquá quer transformar condenação unânime em vitória

Do Jornal Maricá em Foco / Ricardo Vieira Ferreira -  Após a condenação pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral se viu espetáculo de cinismo engalanado com os habituais rompantes de valentia e de ataques aos adversários que não aceitam a corrupção sem freios sob seu comando. Livrou-se o elemento de uma estrondosa cassação por erro material no processo, quando deixaram de incluir seu parceiro e vice, Marcos Ribeiro Martins. Não fosse a omissão, Maricá teria se livrado das suas presenças perniciosas.

Estive presente ao julgamento e ficou claro que todos os desembargadores julgaram S. Excia. Quaquá culpado das imputações pelo qual fora condenado em primeira instância pela Juíza Eleitoral de Maricá Juliane Mosso Beyruth de Freitas Guimarães, sentença objeto do recurso. Aliás, a mesma Magistrada já o condenara anteriormente em outro processo que aguarda julgamento no TSE em Brasília.

É repugnante ver seus comandados remunerados com o dinheiro público dizendo que o indigitado foi inocentado pela Justiça por 6 x 0. O que recebeu o tal veredicto foi a ausência do vice na ação. A repetição do comportamento tanto dele quanto de sua camarilha é inaceitável. Ainda resta um processo a ser julgado pela Juíza Eleitoral de Maricá nos próximos dias, tratando de Investigação Eleitoral produzida pelo Ministério Público e que recebeu uma decisão negativa de Dra. CRISCIA CURTY DE FREITAS LOPES, MM. Juíza Eleitoral de Maricá quanto ao pedido de devolução de prazo à S. Excia. Quaquá. Quem sabe não virá uma nova condenação que, desta vez, conta com a inclusão do vice-prefeito Marcos Ribeiro Martins na ação.

As mascaras caíram todas e hoje o que se vê são os 11 (onze) vereadores recebendo dinheiro sem que cumpram suas obrigações constitucionais. Para quem duvidava das nossas denúncias durante meses, o PMDB escancarou o papel que desempenhou para manter o domínio do PT em Maricá. Todos os onze não produzem rigorosamente nada que preste e gastam o tempo articulando manobras para manutenção dos seus feudos, estendidos a uma penca de Secretarias que servem para pendurar gente nomeada por S. Excia. Quaquá. É fácil comprovar a inutilidade deles, consultando os números dos JOM’s que, em seus finais trazem a “atuação” das tristes figuras em “Atos do Poder Legislativo”. As missões são passadas a eles de acordo com os interesses imundos da EXCELÊNCIA condenado por UNANIMIDADE pelo TRE – Tribunal Regional Eleitoral. No momento estão “trabalhando” na campanha da digníssima Primeira Dama a uma vaga na ALERJ. Destaque- se que isto é feito com o dinheiro do contribuinte sem nenhum pudor. Nosso povo se acostumou a se comportar como gado amansado e ciclicamente coloca gente despreparada, alguns até analfabetos, para tratar dos interesses públicos. São cúmplices dos crimes praticados pelos administradores

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.