30 de junho de 2016

Itaipuaçu: Neste domingo tem grande encontro automotivo


Nesse próximo domingo(03/07), haverá um grande encontro automotivo em Itaipuaçu (Maricá). O evento, realizado pelo empresário artístico Gilson PK, acontece na rua das Açucenas, no Barroco, a partir das 11h.

O empresário Gilson PK
Segundo o organizador, além da exposição de carros rebaixados, os participantes e convidado terão direito à piscina e churrasco liberado.

Maiores informações pelo telefone (21) 97417-7044





Marcadores: , , , ,

Maricá: Prefeitura retira logomarca dos "vermelhinhos"

Após decisão da Justiça Eleitoral, a Prefeitura de Maricá retirou a logomarca da Empresa Pública de Transportes (EPT) dos ônibus da frota. Segundo informações, a ordem judicial só foi cumprida no último dia do prazo estabelecido.

A decisão judicial foi em virtude do entendimento de que a marca, EPT, seria uma mensagem subliminar do PT - Partido dos Trabalhadores, ao qual o prefeito pertence, e que poderia ocasionar vantagens ao seu candidato sucessor nas próximas eleições municipais.

No entanto, algumas informações dão conta de que ainda há alguns ônibus rodando com a logomarca em diversos lugares do município.

Com informações do Barão de Inohan


Marcadores: , , , , ,

29 de junho de 2016

Milhares de pessoas querem nome de Zilda Arns no novo hospital de Maricá

Mais de 27 mil pessoas assinaram um abaixo-assinado online, criado no site ‘change.org’, pedindo a mudança do nome do novo hospital de Maricá, Dr. Ernesto Che Guevara, para Hospital Municipal Zilda Arns.

“Somos brasileiros e precisamos ver homenageados os brasileiros que tenham deixado saudades e que nos façam falta pelo grande exemplo de amor ao próximo e trabalhos voluntários.” Diz o texto na página, que já contem 27.568 assinaturas no momento da publicação desta matéria.

O novo hospital está em construção em Maricá e o prefeito Washington Quaquá, além de colocar o nome do guerrilheiro e líder da revolução cubana, Che Guevara, disse que a filha de Che, a médica pediatra Aleida Guevara, irá trabalhar na unidade de saúde.

Quem foi Zilda Arns?

Zilda Arns Neumann foi uma médica pediatra e sanitarista brasileira. Irmã de Dom Paulo Evaristo Arns, foi também fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança Maricaense e da Pastoral da Pessoa Idosa, organismos de ação social da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Recebeu diversas menções especiais e títulos de cidadã honorária no país. Da mesma forma, à Pastoral da Criança foram concedidos diversos prêmios pelo trabalho que vem sendo desenvolvido desde a sua fundação. Em 2012 numa seleção por um formato internacional, Arns foi eleita a 17° maior brasileira de todos os tempos.

Clique aqui para assinar a petição.



Marcadores: , , , , , ,

Prefeito de Maricá será investigado por propaganda eleitoral disfarçada

Quaquá é acusado de pintar ônibus municipal com a sigla e a cor de seu partido, o PT. 


Funcionários da Prefeitura de Maricá e ônibus da frota
municipal:alvo de investigação da Justiça Eleitoral
(Foto:Divulgação)
Por Chico Otávio | O Globo - Para a equipe da Fiscalização Eleitoral, liderada pelo juiz Marcello Rubioli, o cenário fazia lembrar Sucupira, a lendária cidade comandada por Odorico Paraguaçu na novela “O bem amado”, da TV Globo. De boina verde, Washington Quaquá (PT), prefeito de Maricá, município da Região Metropolitana do Rio, levou uma comitiva à porta do Hospital Municipal Ernesto Che Guevara, no último sábado, para reverenciar um busto de madeira em homenagem ao guerrilheiro argentino.

Dois detalhes chamaram a atenção dos fiscais: o “hospital” ainda é apenas um canteiro de obras inacabado e, em frente ao busto, a prefeitura havia estacionado um ônibus vermelho, com o logotipo EPT, de Empresa Pública de Transporte, com as duas últimas letras, justamente as do partido do prefeito, bem destacadas.

A homenagem vai custar ao prefeito uma investigação por propaganda eleitoral disfarçada, determinada pelo juiz Rubioli.

A UTOPIA DE MARICÁ

O evento ocorreu no mesmo fim de semana em que acontecia em Maricá a “Primeira Feira Internacional da Utopia”, definida pela prefeitura como uma oportunidade de reunir, em torno de debates e atrações culturais, pessoas interessadas em discutir a igualdade econômica, a liberdade e a fraternidade entre os povos.

Uma das principais convidadas foi Aleida Guevara, filha de Che, que foi anunciada como futura médica do hospital de Maricá assim que a unidade começar a atender. Mas a médica cubana não foi a única atração. O festival teve show de Beth Carvalho e palestras do ex-senador Eduardo Suplicy, da deputada federal Jandira Feghali (PCdoB), pré-candidata à prefeitura carioca, e do líder do MST João Pedro Stédile.

— Só não mandei suspender tudo na hora em respeito à população presente, mas providências serão tomadas. No caso do prefeito, vamos apurar se houve conduta vedada a agente público, o que pode provocar uma ação de improbidade e até a suspensão dos direitos políticos — alertou o juiz.

Rubioli disse que já havia uma notificação do Ministério Público à prefeitura de Maricá pedindo que o ônibus vermelho, estampado com um logotipo cujo desenho sugere o slogan “é PT”, fosse alterado imediatamente. Vermelho é a cor do partido. Mas a solicitação do MP não foi atendida. A prefeitura usa os ônibus para servir gratuitamente sete linhas municipais desde 2013.

PROPAGANDA NAS ESCOLAS

O prefeito Quaquá também está na mira da Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) no Rio. Em representação à Promotoria Eleitoral de Maricá, a PRE pediu uma apuração sobre possível propaganda irregular na rede escolar do município. Uma queixa de cidadão, feita pelo canal de denúncias da PRE, informou que alunos de escolas municipais teriam recebido informativos com entrevista e fotos de Quaquá. Para o procurador regional eleitoral Sidney Madruga, é preciso apurar eventuais benefícios eleitorais na pré-campanha, que violariam a legislação ao afetar a isonomia que deve nortear a disputa.

— Não se permite propaganda fora de época, e ela deve ser retirada e sancionada com multa. Temos que buscar a igualdade entre todos os candidatos — afirmou Madruga.

PUBLICIDADE

Em nota, Washington Quaquá informou que não é candidato na próxima eleição e não o será também na de 2018, “portanto a vinculação eleitoral pretendida pela denúncia é improcedente e não tem qualquer cabimento”. Caso seja interrogado pelo MP, o prefeito disse prestará os esclarecimentos necessários.

Quanto ao evento no hospital em obras, garantiu que “não houve inauguração de estátua durante a visita da filha do Che, Aleida Guevara, às obras: “Um artista local, que usa materiais como madeira, verniz e folhas de bananeira, levou a peça para mostrá-la a Aleida”.

Quaquá também garantiu que a logomarca EPT, estampada nos veículos públicos, jamais foi objeto de qualquer tipo de questionamento: “A Prefeitura discorda da interpretação, mas, ainda assim, por decisão do prefeito, as logomarcas serão removidas”.



Marcadores: , , , , , , , , , , , ,

28 de junho de 2016

Maricá vermelha: prefeitura inaugura estátua de Che Guevara

Da coluna de Ancelmo Goes - A primogênita de Che Guevara, a pediatra cubana Aleida Guevara, esteve em Maricá (alô, Eduardo Paes!), no sábado.

Maricá: Ernesto Che Guevara ganha estátua de bronze em novo hospital com seu nome
Prefeito Quaquá inaugura estátua de guerrilheiro em Maricá
(Foto: Reprodução | Facebook
Veio participar da inauguração da estátua do pai, o guerrilheiro, na frente do hospital que será inaugurado em setembro. Aliás, o prefeito da cidade, o petista Washington Quaquá, estava paramentado com... uma boina verde.

Só que...

A fiscalização do TRE não gostou nada da festa. E enviou denúncia de uso promocional subvencionado pelo poder público.



Marcadores: , , , , , ,

Prefeito de Maricá fez autopromoção nas escolas, segundo pais de alunos

Recebemos esta semana inúmeras mensagens repudiando a tentativa de usar crianças da rede pública de ensino para disseminar suas propagandas políticas milionárias.

Alunos levaram para casa, em suas mochilas, um caderno do Jornal EXTRA, que contemplava propagandas dos "feitos" políticos da gestão Washington Quaquá. Mais uma ação de marketing político milionária, só que agora, usando crianças para distribuição.

"- Olá boa tarde gente estou muito indignada com essa política que dessa vez está usando crianças para fazer campanha política. Meus filhos estudam no município e ao abrir as mochilas para arrumar encontrei isso (foto do caderno do jornal EXTRA).", afirma uma mãe indignada que não quis se identificar.

"- Estão colocando essa revista nas mochilas das crianças nas escolas. Uma campanha política disfarçada. Imaginamos quanto que investiram nisso.", afirma um outro pai revoltado.

Na matéria paga em forma de caderno, com mais de 20 páginas, um trecho me chamou bastante a atenção. Washington Quaquá afirma: "Minha ERA não acaba com a minha saída!". Este sujeito se acha tão importante, acima do bem e do mal, que é capaz de adjetivar o período em que esteve a frente do executivo municipal como "A SUA ERA"! E quando afirma que sua ERA não acabará com a sua saída, deixa claro a sua intenção de se perpetuar no poder, só que agora, usando o seu fantoche como interlocutor de suas ações extremistas e ditatoriais, Fabiano Horta, bem como fez o ex-presidente Lula quando lançou a sua marionete Dilma para presidência.

Poderíamos dizer que nesse jogo de falsos gestores, Fabiano Horta é a Dilma do Quaquá. Na busca pelo PODER, qual seria o limite deste sujeito?

Fonte: Maricáos

Leia também:




Marcadores: , , , , , , , ,

MP vai investigar se prefeito de Maricá fez autopromoção em escolas

Quaquá: suspeita de propaganda antecipada em escolasO prefeito de Maricá, Washington Quaquá (PT), entrou na mira Procuradoria Regional Eleitoral (PRE). O órgão pediu que o Ministério Público investigue a acusação de que Quaquá usou recursos do município para fazer autopromoção nas escolas da rede.

A queixa, recebida pelos canais de denúncia da PRE, aponta que alunos de escolas municipais teriam recebido informativos com entrevista e fotos do atual prefeito com fins eleitorais.

Para o procurador regional eleitoral Sidney Madruga, as publicações podem trazer eventuais benefícios na pré-campanha. É que Quaquá, embora não possa mais se reeleger, anda bem engajado em fazer do deputado federal Fabiano Horta (PT) seu sucessor.

Fonte: Extra



Marcadores: , , , , , , , , , ,

27 de junho de 2016

Moradores de Maricá denunciam apologia à maconha no Festival da Utopia

Maricá: Moradores reclamam do consumo de drogas durante Festival da Utopia

Moradores do Centro e da Barra rechearam as páginas das redes sociais com mensagens denunciando o grande consumo de entorpecentes durante o Festival da Utopia, que teve início na quarta-feira (22) e terminou neste domingo (26), em Maricá.

Segundo relatos, tais localidades foram tomadas por consumidores de drogas e era possível, a todo instante, ver pessoas fumando maconha pelas ruas, até mesmo durante o dia. Na abertura do show do ‘Racionais MCs’, quarta-feira, um grupo cantou uma música que pedia a legalização da "erva" (veja no vídeo abaixo).



“Estava com minha família caminhando no final da tarde do sábado no Festival da Utopia e vimos diversas pessoas sentadas fumando maconha. Um verdadeiro desrespeito com as famílias que frequentam o local.” Comentou um morador da Barra de Maricá que não quis se identificar.

Uma outra moradora contou que ouviu de um integrante do MST que o prefeito havia liberado a maconha na cidade e que ninguém poderia reprimi-los.

drogas-relato1c

barra-consumo-drogas

Com informações do Maricá Info



Marcadores: , , , , ,

PT usou palhaços para doutrinar crianças de Maricá no Festival da Utopia; veja o vídeo

Por Marcelo Bessa - O Festival Internacional da Utopia, realizado em Maricá nos últimos cinco dias terminou neste domingo (26). Patrocinado pela prefeitura, o evento pode ter custado aos cofres públicos, segundo informações, cerca de R$ 4 milhões. De acordo com opinião de moradores e internautas, foi um gasto absurdo e desnecessário.

Diversas apresentações artísticas com bandas locais e cantores famosos, principalmente no palco montado na Barra de Maricá, aconteceram durante todos os dias da festa. Porém, vale ressaltar que sempre no início das apresentações os locutores, se dirigindo ao público, diziam: "Primeiramente, Fora Temer!"

A presidente Dilma e o ex-presidente Lula, que ficaram de comparecer ao festival, acabaram dando uma "banana" para o prefeito Quaquá e não apareceram. Mas mesmo assim, os militantes seguiram o seu "script" à risca e até o fim.

Palhaços do Festival da Utopia, fazem show na praça de Maricá
Até crianças que estavam na Praça Orlando de Barros Pimentel para assistir a um espetáculo circense, tiveram de amargar o venenoso fel dos organizadores.

Durante a apresentação de dois palhaços, um deles, sem mais nem porque, começou a dizer:

__ Microfone aberto aqui pra quem quiser dar a sua opinião pra esse momento que a gente tá vivendo aqui no país, desse golpe que a gente está sendo vítima, o povo brasileiro. Cinquenta e quatro milhões de votos jogados no lixo! O parlamento popular sempre entendeu que o golpe etá sendo dado pelo Sr. Rodrigo Janot, que demorou mais de um ano para denunciar o Cunha ao STF e mais seis meses, o Superior Tribunal Federal para afastar o Cunha. Quando afastou o Cunha, a presidente Dilma já estava sendo julgada por impeachment, e sem crime de responsabilidade! __ disse o palhaço.

Deve ter sido uma cena horrível para a plateia mirim.

Confira, abaixo, o vídeo (produzido pelo jornalista Walter Monteiro) e os comentários dos internautas no Facebook:











Marcadores: , , , , , , , , , , ,

Festival da Utopia: Baderneiros tentam assaltar Banco no centro de Maricá

O Festival Internacional da Utopia, que terminou neste domingo (26) em Maricá, apresentou saldo bastante negativo, segundo os internautas e imprensa local. De acordo com notícias publicadas nas redes sociais, os "forasteiros invasores" do PT, CUT e MST não foram benquistos na cidade.

Segundo comentários, alguns desses grupos eram compostos de "drogados" e "baderneiros". No sábado (25), a cidade amanheceu com muitas pichações em diversos locais.

Há também informações de que baderneiros tentaram explodir um caixa eletrônico da agência do Banco Itaú situado na Rua Domício da Gama, no centro.

__ Eles tentaram arrombar o caixa eletrônico com uma bomba __ disse um vigia.

O vidro da agência ficou estilhaçado. Confira nas fotos, a seguir:

Vândalos tentaram assaltar o caixa eletrônico do Banco Itaú
(Foto: Enviada via WhatsApp)

(Foto: Enviada via WhatsApp)

(Foto: Extraída do Maricá Info)

(Foto: Extraída do Maricá Info)







Marcadores: , , , , , , , ,

24 de junho de 2016

Vereador pede explicações sobre rescisões contratuais de funcionários no hospital de Maricá

Mais um grave problema gerado pela prefeitura de Maricá e outra vez no Hospital Municipal Conde Modesto Leal. Assim como aconteceu com a MED VIDA (que alega ter levado um calote da prefeitura de aproximadamente R$ 6 milhões) e com a HUMANIZAR, que, segundo informações, ficou sem receber cerca de R$ 22 milhões, a JB ALIMENTAÇÃO E SERVIÇOS LTDA está encerrando suas atividades no hospital.

A empresa, que começou as atividades no hospital no final de janeiro deste ano, ainda estava em processo de contratação de vários funcionários.

Após denúncia recebida no final da manhã desta sexta feira (24), o vereador Dr. Felipe Auni (PSD) foi até o RH do hospital e constatou que vários funcionários contratados pela JB assinavam rescisões contratuais.

Segundo o vereador, todos mostravam-se preocupados e alguns até indignados. Muitos indagavam como ficariam em suas escalas, uma vez que terão de trabalhar no sábado e domingo, sem saber para quem. No local, não havia ninguém da prefeitura para acalmá-los ou esclarecer os fatos.

É bom lembrar que desde quarta-feira não há expediente na prefeitura em função do FESTIVAL DA UTOPIA.

Após deixar o hospital, Felipe Auni protocolou na Câmara de Vereadores pedidos de informações ao prefeito de Maricá, Washington Quaquá, e ao secretário de saúde do município, além de requerer ao presidente da Câmara averiguação dos fatos (anexos abaixo).



Maricá, 24 de junho de 2016.

Ofício Nº. 108/2016.

Secretária Executiva

Ao excelentíssimo senhor Prefeito,
WASHINGTON LUIZ CARDOSO SIQUEIRA (QUAQUÁ)

Venho através deste oficio, com arrimo nos artigos 76 e 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá, bem como os artigos 48 e 48-A da Lei Complementar 101/2000, Lei de Responsabilidade Fiscal, REQUERER, em caráter de urgência, esclarecimentos a respeito das rescisões contratuais que estão sendo assinadas hoje, dia 24 de junho de 2016, pelos funcionários da empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que até então mantinha contrato administrativo com Prefeitura Municipal de Maricá.

Informo que estive presente no RH da Empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que fica localizado no 2º andar do prédio da Diretoria do Hospital Conde Modesto Leal, e fui informado por uma funcionária da Empresa, cujo nome é Aline, que ela não poderia prestar esclarecimentos sobre tais exonerações repentinas, por ordem da diretora da Empresa JB. Os próprios funcionários que estavam presentes no local assinando suas rescisões contratuais informaram que não foram avisados previamente, e já possuíam plantões em suas escalas para os próximos dias, e que iriam prosseguir trabalhando sem a relação contratual.

Para que se cumpra a determinação do artigo 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá indica o requerente, que a motivação da presente informação se fulcra no exercício do seu mister de edil municipal, onde lhe é inerente ao exercício de tal cargo público a fiscalização dos atos do Poder Executivo.

Assim, requeremos de vossa Excelência, seja enviado no prazo previsto no artigo 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá, a informação ora requerida, sob pena de, data venia, incorrer vossa Excelência nas penalidades previstas no artigo 1º, inciso XV, do DL 201/67.

Aproveito o ensejo para agradecer a atenção dispensada, e coloco o gabinete a inteira disposição.

Luis Felipe Paulino Auni
(Dr. Felipe Auni)
Vereador

Maricá, 24 de junho de 2016.

----------------------------------------------------

Ofício Nº. 109/2016.

Ao Ilmo. Sr. Peterson Cabral,
Secretário Municipal Adjunto de Saúde.

Venho através deste oficio solicitar a V.Sa. informações e esclarecimentos a respeito das rescisões contratuais que estão sendo assinadas hoje, dia 24 de junho de 2016, pelos funcionários da empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que até então mantinha contrato administrativo com Prefeitura Municipal de Maricá.

Tal solicitação, formulada em caráter de urgência, se dá em razão de que estive presente no RH da Empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que fica localizado no 2º andar do prédio da Diretoria do Hospital Conde Modesto Leal, e fui informado por uma funcionária da Empresa, cujo nome é Aline, que ela não poderia prestar esclarecimentos sobre tais exonerações repentinas, por ordem da diretora da Empresa JB. Os próprios funcionários que estavam presentes no local assinando suas rescisões contratuais informaram que não foram avisados previamente, e já possuíam plantões em suas escalas para os próximos dias, e que iriam prosseguir trabalhando sem a relação contratual.

Para que se cumpra a determinação do artigo 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá indica o requerente, que a motivação da presente informação se fulcra no exercício do seu mister de edil municipal, onde lhe é inerente ao exercício de tal cargo público a fiscalização dos atos do Poder Executivo.

Assim, requeremos de vossa Excelência, que seja enviado no prazo previsto no artigo 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá, a informação ora requerida.

Desde já agradeço a atenção dispensada, e coloco o gabinete a inteira disposição.

Luis Felipe Paulino Auni
Vereador

Maricá, 24 de junho de 2016.  

-------------------------------------------------------------------------------- 

 Requerimento. Nº. ________/2016.

Ao Exmo. Vereador Valdevino Costa da Silva
Presidente da Câmara Municipal de Maricá

Senhor Presidente;

Conforme dispõe o artigo 304, o seu §1º e o artigo 141, inciso IV do Regimento Interno da Câmara Municipal de Maricá, bem como o artigo 78 da Lei Orgânica do Município, venho requerer que Vossa Excelência solicite ao Poder Executivo, em caráter de urgência, esclarecimentos a respeito das rescisões contratuais que estão sendo assinadas hoje, dia 24 de junho de 2016, pelos funcionários da empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que até então mantinha contrato administrativo com Prefeitura Municipal de Maricá.

Informo que estive presente no RH da Empresa JB Alimentação e Serviços LTDA, que fica localizado no 2º andar do prédio da Diretoria do Hospital Conde Modesto Leal, e fui informado por uma funcionária da Empresa, cujo nome é Aline, que ela não poderia prestar esclarecimentos sobre tais exonerações repentinas, por ordem da diretora da Empresa JB. Os próprios funcionários que estavam presentes no local assinando suas rescisões contratuais informaram que não foram avisados previamente, e já possuíam plantões em suas escalas para os próximos dias, e que iriam prosseguir trabalhando sem a relação contratual.

Para que se cumpra a determinação do artigo 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá indica o requerente, que a motivação da presente informação se fulcra no exercício do seu mister de edil municipal, onde lhe é inerente ao exercício de tal cargo público a fiscalização dos atos do Poder Executivo.

Com arrimo nos artigos 76, 78 e 149 da Lei Orgânica do Município de Maricá, bem como os artigos 48 e 48-A da Lei Complementar 101/2000, Lei de Responsabilidade Fiscal, requeremos que seja enviado no prazo previsto no artigo 149 da LOM, a informação ora requerida, sob pena de, data venia, incorrer o Prefeito nas penalidades previstas no artigo 1º, inciso XV, do DL 201/67.

Desde já agradeço a atenção dispensada, e coloco o gabinete a inteira disposição.

Atenciosamente,

Luis Felipe Paulino Auni
(Dr. Felipe Auni)
Vereador

Com informações de Pery Salgado (Barão de Inohan)



Marcadores: , , , , , , , , ,

Maricá: Confira a programação cultural da cidade para este final de semana

Acompanhe a programação cultural deste final de semana em Maricá. Ótimos artistas e músicos locais apresentam repertórios variados para todos os gostos nos melhores bares e casas noturnas da cidade. 


Sexta-feira, 24 de junho








Sábado, 25 de junho








Domingo, 26 de junho






Nota especial:

Todas as QUINTAS-FEIRAS tem super roda de samba no bar EXBÓRNIA (antigo Esbórnia) sob o comando do violonista 7 cordas Leonardo Santos. Imperdível!











Nota da redação: Inserções e atualizações poderão ser efetuadas a qualquer momento nesta programação. Bom divertimento a todos.



Marcadores: , , , , , ,

23 de junho de 2016

Marcelo Delaroli lidera corrida à Prefeitura de Maricá, aponta o Instituto GPP

Por Marcelo Bessa - O democrata Marcelo Delaroli (DEM), pré-candidato da oposição, lidera a corrida pela Prefeitura de Maricá, aponta levantamento do Instituto GPP. Marcelo tem a preferência de 35,1% dos entrevistados.

Fabiano Horta (PT), candidato da situação, aparece em segundo lugar no levantamento, com o apoio de 26,4%.

Dr. Carolino (PDT) é o terceiro colocado, com 1,5%; seguido por Paulo Feijó (Rede), com 1,4%; e Robson Giorno (PSL), com 1,%.

A pesquisa aponta ainda que 18% dos eleitores ainda estão indecisos e que 16,2% votarão branco/nulo.

Ainda segundo o GPP, grande parte dos eleitores já definiu seu voto e 64% votarão no candidato apontado na liderança.

A pesquisa foi realizada entre os dias 04 e 05 de junho e registrada no TSE (nº 07444/2016).




Marcadores: , , , , , , ,

Festival da Utopia: Município de Maricá aprovou R$ 4 MI para realização do evento

Na abertura do Festival Internacional da Utopia, em Maricá, realizada nesta quarta­-feira (22), o prefeito Washington Quaquá (PT) foi atração principal. No palco, montado na Barra de Maricá, ele discursou em tom meramente político em defensa da  presidente afastada, Dilma Rousseff.

Quaquá, entre o líder do MST, João
Pedro Stédile, e a deputada estadual
Rosângela Zeidan (Foto: Brasil de Fato)
“Mas é óbvio que o festival ganha hoje essa característica de resistência ao golpe”, disse Quaquá em seu discurso. Logo depois, incitou seus militantes a puxarem um coro contra o governo interino, gritando “Fora, Temer!”

Segundo informações, o município aprovou orçamento de R$ 4 milhões para a realização do evento. No entanto, em suas últimas edições, o JOM (Jornal Oficial de Maricá) identifica apenas o pagamento de R$ 79,6 mil à cantora Beth Carvalho, que realizou um show no lançamento do festival em abril, e a licitação referente à compra de passagens aéreas para "convidados ilustres", no valor de até R$ 1 milhão.





Marcadores: , , , , , , , , ,

22 de junho de 2016

Maricá: Por causa do Festival da Utopia, crianças ficarão três dias sem ir à escola

Por Marcelo Bessa - Pais de alunos da rede pública de ensino no município de Maricá estão revoltados com o prefeito Washington Quaquá (PT). Segundo eles, ninguém foi avisado antecipadamente de que não haveria aula nas escolas a partir desta quarta-feira (22) devido à realização do Festival Internacional da Utopia. De última hora, o prefeito decretou ponto facultativo de três dias na cidade.

__ Eu quero que minha filha tenha aula! Os pais trabalham e ninguém tem tempo pra baboseira petista que fica gastando nosso dinheiro com shows pra inglês ver! __ esbraveja Alessandra, mãe de uma criança autista.

__ Eu também quero entender o porquê dessa tal Utopia, qual é o propósito? Tá parecendo comando de bandido que manda fechar as entidades para finalidade política __ comentou uma outra mãe à porta da Escola Mata Atlântica, no bairro do Recanto, em Itaipuaçu.

__ É totalmente político! E com nosso dinheiro. Por que não pagam as ambulâncias? __ indagou uma outra mãe.

__ Aqui é o país do martelo e da bigorna. Um bate e outro apanha! __ concluiu a mãe da menina especial.

Confira o decreto baixado pelo prefeito, a seguir:





Marcadores: , , , , , , , ,

Prefeito de Maricá e Festival da Utopia estão na mira da Justiça Eleitoral

Atos político-partidários que forem usados para promoção pessoal de pré-candidatos nas eleições de 2016 não serão tolerados pela Justiça Eleitoral. O alerta é do juiz Marcelo Rubioli, coordenador de fiscalização do Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro (TRE-RJ), em referência a dois episódios ocorridos na segunda-feira (20): a apreensão de uma agenda do prefeito do Rio, Eduardo Paes, por fiscais do tribunal, e a promoção de um festival patrocinado pela Prefeitura de Maricá, que foi feita pelo prefeito da cidade, Washington Quaquá (PT), durante evento político na Lapa, Centro do Rio.

“Vivemos um momento em que nossa sociedade demonstra que não tolera mais essas práticas. E o TRE quer incentivar as boas práticas na política, com respeito à isonomia entre todos os atores políticos”, explica o magistrado.

Para Rubioli, o prefeito de Maricá, Washington Quaquá, que discursou no evento, passou do limite ao divulgar um festival .

“Pelo que vi, um festival que será realizado em Maricá foi amplamente divulgado pelo próprio prefeito da cidade, que também usou o espaço para promoção pessoal e de seu candidato, numa espécie de marketing de emboscada”, afirmou o magistrado. “Vamos apurar inclusive quem financiou: se foi o PC do B, tudo bem, mas se uma doação particular pagou pelo evento é irregular, bem como a divulgação de realizações da Prefeitura de Maricá é irregular, o que efetivamente ocorreu”.

De acordo com o G1, a Prefeitura de Maricá informou que, caso seja questionado pela Justiça Eleitoral, o prefeito Washington Quaquá prestará todos os esclarecimentos necessários.

Com informações do G1

Nota do Editor

O festival, mencionado pelo magistrado na reportagem, é o Festival Internacional da Utopia, considerado um evento de cunho político-partidário que teve início nesta quarta-feira (22), em Maricá. A presença do ex-presidente Lula foi amplamente divulgada, porém sua participação foi cancelada, em última hora, por sua própria assessoria, alegando compromissos políticos importantes em Brasília. A presidente afastada Dilma Roussef também foi anunciada pelos organizadores como uma das atrações. Sua presença é esperada para o próximo sábado. O evento também conta com a participação de intelectuais e artistas esquerdistas e grupos ligados ao PT entre os quais CUT e MST.



Marcadores: , , , , , , , , ,

Lula cancela presença no Festival da Utopia de Maricá

Por Marcelo Bessa - Segundo um comunicado oficial publicado nas redes sociais no início da noite desta terça-feira (21), o ex-presidente Lula cancelou sua vinda a Maricá, para abertura do Festival Internacional da Utopia, que começa na manhã desta quarta-feira (22) em um palco montado na Barra de Maricá.

Ainda de acordo com a nota, o motivo do cancelamento da vinda do ex-presidente é devido a "importantes compromissos políticos em Brasília", entretanto, diz a nota, que a organização do festival "negocia a possibilidade de sua participação durante o evento".

Programação

O festival contará com uma programação direcionada a intelectuais e artistas de esquerda e deverá ter conotação política.

Dilma

A presença da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) ainda é uma incógnita, mas segundo os organizadores, sua presença está sendo esperada para o sábado, quando deverá acontecer uma caminhada por volta das 14h na praça Orlando de Barros Pimentel, no centro da cidade.

Quaquá

O prefeito Quaquá, que também é presidente do PT-RJ e mentor da ideia de trazer o evento para a cidade, diz que se inspirou na FLIP (Feira Literária Internacional de Paraty).

O prefeito também decretou ponto facultativo na cidade por três dias a partir desta quarta-feira, às 12h. As repartições públicas municipais não funcionarão e nem as escolas da rede pública.

Dos cofres públicos

A Prefeitura de Maricá divulgou que foram gastos mais de R$ 1 milhão apenas com passagens aéreas para o Festival da Utopia. O custo total do evento ainda não foi divulgado.

Link relacionado

Leia também:




Marcadores: , , , , , , , , ,

21 de junho de 2016

Quaquá, Maquiavel e a Utopia de Maricá

Por Marcelo Bessa (Editorial) -  Amigos, hoje, ao acordar, lembrei que amanhã, quarta-feira (22), o nosso prefeito, Quaquá, faltando apenas seis meses para dar um auto-esperançoso breve adeus ao seu governo, inicia cinco dias de festa para o povo; o tal Festival da Utopia.

Mas, depois do café, passando vista ligeira à Lei Orgânica Municipal de nossa amada cidade, Maricá, atentei-me no Capítulo I, que trata dos Direitos Individuais e Coletivos, no Art. 7º , que rege o seguinte:

"Os direitos e deveres individuais e coletivos, na forma prevista na Constituição Federal e na Constituição do Estado do Rio de Janeiro, integram esta Lei Orgânica e devem ser afixados em todas as repartições públicas do Município, nas escolas, nos hospitais ou em qualquer local de acesso público, para que todos possam, permanentemente tomar ciência, exigir o seu cumprimento por parte das autoridades e cumprir, por sua parte, o que cabe a cada cidadão habitante deste Município ou que em seu território transite".

E, logo em seguida, no Art. 8º , referente ao título 'Todos têm o direito de viver com dignidade', há um Parágrafo Único que diz:

"É dever do Município garantir a todos uma qualidade de vida compatível com a dignidade da pessoa humana, assegurando a educação de sua competência, os serviços de saúde, a alimentação, transporte, o saneamento básico, o trabalho remunerado, o lazer e as atividades econômicas, devendo as dotações orçamentárias contemplar prioritariamente tais atividades, segundo planos e programas de governo".

Pareceu-me ser isso uma utopia. Afinal, isto sim seria tudo de bom, se acontecesse, é claro! Pesquisei a respeito e encontrei tais significados:

"Utopia é um lugar ou estado ideal, de completa felicidade e harmonia entre os indivíduos";

"qualquer descrição imaginativa de uma sociedade ideal, fundamentada em leis justas e em instituições político-econômicas verdadeiramente comprometidas com o bem-estar da coletividade".

Ah, tá...

Não satisfeito, pesquisei sobre o evento em Maricá e entendi que a ideia é "criar um espaço plural onde as pessoas possam debater os caminhos e condições para chegar ao mundo que desejam".

Ora, sete anos e meio teve este governo para levar o povo à felicidade plena, conforme o Art. 8º de nossa utópica Lei Orgânica. Porém, o texto ainda não condiz com a nossa realidade, infelizmente.

Com relação ao Art. 7º. vejo que, em vez das leis estampadas nas repartições, escolas, hospitais, postos de saúde, bares, postes, árvores, etc, divulgam-se anúncios de shows artísticos "gratuitos", nas ruas, nos blogs e nas redes sociais. Se eu entendi bem, a nossa Lei Orgânica está prestes a ser queimada em praça pública, na qual um grupo de pessoas, muitas vindas de longe desse Brasil à fora, e com as passagens aéreas pagas pelo prefeito, se reunirão para debater uma nova ordem política, numa espécie de culto transcendental?!

De acordo com o slogan  da festa, "VAMOS CONSTRUIR NOSSA UTOPIA", cujo preâmbulo diz que "A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar", extraído do jornalista e escritor uruguaio Eduardo Galeano, parece que é algo de quem tomou algum chá de trombeta, ou quem sabe até de cogumelo. Coisa de "doidão". Só pode!

Bem, voltando às reflexões, há tempos venho reparando que aqui, em Maricá, as políticas públicas não funcionam conforme deveriam. O sistema de governo, a meu ver, parece não ser nada democrático, mas sim, absolutista. Não é à toa que alguns cidadãos comparam o nosso prefeito a um coronel. Eu, o compararia a um dos "príncipes" descritos no célebre livro de Nicolau Maquiavel. Quaquá, na minha visão, é como se fosse um amado e ao mesmo tempo temido senhor feudal, com poder absoluto sobre seus "ministros", os vereadores, e seus "súditos", o povo, querendo manter-se eternamente no poder a qualquer custo.

Estranhamente, em seus quase oito anos de governo, obras inacabadas fizeram evaporar milhões do Erário. Mas agora, quase às vésperas das eleições ele começou a construção de um novo hospital. Mas será que vai funcionar?

Para Quaquá, o dia do término de seu reinado está chegando. Há notícias de que um novo conquistador está próximo dos arredores da cidade. Em contrapartida, um outro guerreiro mais famoso, por sinal amigo seu, tentará socorrê-lo. Afinal, para a desesperada cúpula da qual esse guerreiro é o chefe, o principado de Maricá é sua última esperança de Poder.

PT saudações...



Marcelo Bessa
Editor-chefe do ItaipuaçuSite
Músico, jornalista e blogueiro
Morador de Itaipuaçu (Maricá-RJ)



Marcadores: , , , , , , , , , ,

Ambulâncias de Maricá são recolhidas por falta de pagamento

Do Barão de Inohan :: Pery Salgado - Na tarde desta terça-feira (21 de junho), a empresa SAME MED TRANSPORTES esteve em Maricá para RECOLHER, POR FALTA DE PAGAMENTO, três ambulâncias de sua propriedade que estavam alocadas à prefeitura de Maricá no Hospital Conde Modesto Leal.

Com o recolhimento dessas três ambulâncias, mais as duas de propriedade da prefeitura SUCATEADAS e outras duas da SAMU que estão inoperantes, além de outras três do SAMU que SUMIRAM sem deixar vestígios, Maricá ficou agora SEM NENHUMA AMBULÂNCIA para atender a população.

Em contra ponto, a prefeitura estará realizando de 22 a 26 junho deste mês, o FESTIVAL DA UTOPIA com gastos superiores a R$ 4 milhões, com vários shows em quatro pontos de Maricá e com a presença de Lula, Dilma e outros palestrantes internacionais.

75 DIAS SEM PAGAR

Segundo informações da SAME MED, a prefeitura deve o aluguel das ambulâncias há 75 dias e os os veículos foram recolhidos no meio da tarde desta terça feira.

O vereador Dr. Felipe Auni esteve presente no hospital conferindo mais um grave problema da saúde de Maricá e acompanhou nossa reportagem mostrando também as ambulâncias sucateadas, as inoperantes da SAMU e esteve também na Barra de Maricá, local do maior show do festival da UTOPIA conferindo o absurdo dos altos gastos da prefeitura neste evento, enquanto a prefeitura NÃO TEM DINHEIRO PARA PAGAR O ALUGUEL DAS AMBULÂNCIAS QUE SERVEM O SOFRIDO POVO DE MARICÁ.

Literalmente uma grande UTOPIA!



Marcadores: , , , , , , ,

20 de junho de 2016

Prefeito de Maricá dá tiro no próprio pé ao divulgar pesquisa fraudulenta

Por Marcelo Bessa - O prefeito de Maricá, Washington Quaquá, do PT, divulgou na semana passada, através do Jornal O Dia, uma pesquisa onde coloca seu candidato à sucessão na prefeitura, Fabiano Horta - também do PT - na frente da disputa, com surpreendentes 46% de intenção de votos, contra 26% do seu principal adversário, Marcelo Delaroli, do DEM. No entanto, tudo não passou de uma fraude manipulada.

A trama foi descoberta rapidamente e a "bomba" estourou na cidade. De acordo com o pré-candidato a prefeito Marcelo Delaroli, numa entrevista à imprensa realizada no início da noite da última sexta-feira (17),  a pesquisa foi produzida pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (IPESPE), entre os dias 3 e 5 de junho.

Acontece que o IPESPE, já reconhecido na mídia como manipulador de pesquisas eleitorais, está sendo investigado pelo Ministério Público Federal, em Pernambuco, pelo crime de manipulação dados de pesquisas, com a intenção de induzir a opinião pública a cerca de vantagens em relação aos objetos supostamente pesquisados.

A suposta fraude foi denunciada pelo jornal Folha de São Paulo. O Ministério Público (MPF-PE), em seu website, ressaltou que "o procedimento preparatório, instaurado na Procuradoria da República, em Pernambuco, vai apurar se as propagandas do Novo Recife estão sendo veiculadas com o intuito de induzir a opinião pública à aprovação do projeto. A finalidade é proteger o direito fundamental dos cidadãos à informação e à apresentação verdadeira do anúncio".

"O MPF requisitará informações aos responsáveis pela propaganda e à entidade que realizou a pesquisa, além de oficiar os órgãos de regulação das atividades de publicidade e propaganda. Também foi expedido ofício dirigido ao Ministério Publico de Pernambuco (MPF-PE), para que os fatos sejam apurados no âmbito da tutela do consumido", diz o texto.

O que mais chamou a atenção dos maricaenses em relação à tal pesquisa divulgada, foi o fato de o prefeito de Maricá (região metropolitana do Rio de Janeiro), Washington Quaquá, ter contratado um instituto do Estado de Pernambuco para a realização da mesma.

Durante as investigações sobre a procedência da pesquisa, alguns "podres" foram descobertos. De acordo com Marcelo Delaroli, a armação teve a participação de Fátima Pacheco, uma pré-candidata a prefeita no município de Quissamã (região norte do Estado do Rio de Janeiro) e, que por incrível que pareça, era nomeada como coordenadora das Ações e Desenvolvimento do Trabalho na Prefeitura de Maricá (Decreto nº 63 de 08 de julho de 2014).


Confira, a seguir, o vídeo compacto com os tópicos relevantes da entrevista de Marcelo Delaroli, concedida à imprensa de Maricá:




Marcadores: , , , , , , , ,