quinta-feira, 16 de junho de 2016

Funcionários do hospital de Maricá continuam passando sufoco

Por Marcelo Bessa - De acordo com as últimas informações, a maioria dos funcionários do Hospital Conde Modesto Leal, da cidade de Maricá, na região metropolitana do Rio de Janeiro, ainda não recebeu o salário referente ao mês de maio.

Outras informações dão conta de que esses poucos funcionários que, por sorte, foram contemplados com o depósito em conta nesta quarta-feira (15), reclamam que o piso salarial, cujo aumento foi aprovado na Alerj no dia 06 de abril e reconhecido pelo Coren-RJ (Conselho Regional de Enfermagem do Rio de Janeiro), ainda não foi reajustado.

Trata-se do piso regional de mais de 170 categorias em todo o Estado, atingindo aproximadamente 2,2 milhões de trabalhadores. Com isso, o piso estadual dos Auxiliares de Enfermagem aumenta de R$ 1.090,97 para R$ 1.168,70, e o piso dos Técnicos de Enfermagem de R$ 1.282,94 para R$ 1.415,98. (veja a Lei publicada na íntegra, no Diário Oficial, logo abaixo desta reportagem).

O aumento de 10,37% é retroativo a primeiro de janeiro, e obriga os empregadores a pagar de uma só vez a diferença dos salários a partir daquela data até o mês de março. Mas, a Lei só entrou em vigor a partir da publicação no Diário Oficial, dia 27 de abril.

Além do imbróglio com os profissionais de saúde do município de Maricá, o hospital continua com falta de suprimentos básicos, entre os quais esparadrapo, papel higiênico e outros itens.






0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.