terça-feira, 14 de junho de 2016

Itaipuaçu: Obra de macrodrenagem na antiga Avenida Dois apresenta problemas

Por Marcelo Bessa - A obra de macrodrenagem e urbanização iniciada pela Prefeitura de Maricá em novembro de 2014 na Avenida Jardel Filho (antiga Avenida Dois), no bairro Jardim Atlântico, em Itaipuaçu, está atrasada e apresenta diversos problemas.

De acordo com reportagem veiculada recentemente pela TV Record, o asfalto, apelidado pelos próprios moradores de "casca de ovo", devido às chuvas, já se desintegrou parcialmente. Além do mais, a galeria construída para escoamento das águas pluviais, segundo denuncia de um internauta na rede social Facebook, está repleta de esgoto. O internauta denuncia que tal esgoto é proveniente de ações realizadas por alguns moradores da localidade com suposta participação de funcionários da obra.

Esgoto corre pela galeria para escoamento
de águas pluviais (Foto: Marcelo Hoffman)
De acordo com o projeto original, a galeria tem 4 km de extensão, que se estende do trecho entre a Rua Professor Cardoso de Menezes (antiga Rua Um) até um pouco depois da Rua 86. Entretanto há dúvidas se a obra da galeria foi totalmente concluída. Segundo depoimento de alguns moradores, há suspeitas de que a mesma só foi construída até a metade da via.

O projeto original, com prazo de conclusão de 12 meses, além da galeria e asfalto com 4 km de extensão, prevê ainda a construção de redes auxiliares e a pavimentação de mais 40 ruas perpendiculares à avenida, num total de 45 km de extensão.

O custo da obra é de R$ 29,9 milhões. No entanto, desse investimento, R$ 20 milhões são provenientes de uma contrapartida da Petrobras em compensação à construção do emissário de efluentes químicos do Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), que serão despejados no mar, na altura da Rua Sessenta.

Apresentação da imagem do projeto inicial, divulgado pela Prefeitura de Maricá 




2 comentários:

Anônimo disse...

Essa foto mostrando o cano para fora na lateral indica que a instalação dele ocorreu depois do fechamento da galeria e ocorreu de fora para dentro da galeria, o instalador não sabendo qual extensão teria o cano deixou uma ponta enorme para fora.

Anônimo disse...

Eu vi uma dessas ligações sendo feita. Foi executada às 18h por alguns funcionários da obra com a utilização da retroescavadeira da empreiteira. Se é crime ambiental jogar esgoto na rede de águas pluviais, cabe à polícia investigar e encaminhar o inquérito ao Ministério Público. Nós cidadãos lamentamos mais uma atitude egoísta de um morador sem noção.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.