terça-feira, 16 de outubro de 2012

Homem morre por falta de atendimento no hospital de Maricá

Na manhã de sexta-feira (12) um homem morreu no Hospital Municipal Conde Modesto Leal por falta de atendimento.

Chegou à nossa redação a informação de que um homem havia falecido no hospital de Maricá nesta sexta-feira.

Saímos em busca da veracidade da notícia e constatamos que, realmente, na madrugada de sexta-feira (12) um homem foi socorrido e levado para a UPA de Inoã, onde deu entrada. Porém, o mesmo não pôde ser atendido por falta de médico de plantão.

De lá, o homem foi encaminhado ao Hospital Municipal Conde Modesto Leal, que, coincidentemente, também estava sem médico. Segundo informações, o médico havia saído e o médico do plantão seguinte atrasou-se.

Saúde de Maricá faz mais uma vítima
Foto: GSV / Divulgação internet
A família, que pediu para que não revelássemos o nome do ente falecido, reclamou do péssimo estado de conservação do hospital e do mal atendimento.

Segundo os familiares, dentro do hospital não há água potável para os pacientes internados beberem e os mesmos estão bebendo água mineral levada pelos próprios amigos e parentes.

Fonte: Maricá Info 


4 comentários:

Anônimo disse...

Queiroz e Quaquá, unidos para te matar!

Anônimo disse...

QUEIROZ E QUAQUÁ, UNIDOS PARA TE MATAR!!!
muito bom....

Anônimo disse...

ESSE é o preço do voto vendido... e ainda vai piorar...

Anônimo disse...

Algum advogado deveria dar uma assistencia a esta familia e analisar a responsabilidade juridica da administração na transferencia deste paciente entre duas unidades medicas e em nenhuma delas ter medico para atendimento e consequente morte. Deveriam ter que pagar pelo menos indenização, senão responder pelo crime.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.