terça-feira, 4 de junho de 2013

Réus se escondem e provocam a lentidão dos processos


Ricardo Vieira Ferreira - Depois de causarem enormes prejuízos aos cofres públicos, as empresas contratadas, pessoal subalterno que movimenta processos na prefeitura, engenheiros que atestam notas, secretários e mesmo S. Excia. Quaquá se escondem para retardar a tramitação das ações. Além de tudo, demonstrando profundo desrespeito pela JUSTIÇA, continuam contratando as mesmas “empresas”. 

Vamos tratar aqui do caso da ENGEBIO. O Ministério Público distribuiu Ação de Improbidade Administrativa contra a turma toda em 17/02/2012. Como de praxe, os RÉUS devem ser citados pessoalmente e ai começa o calvário. Como está na imagem, em 16/05/2013 a ex-funcionária comissionada CLAUDIA DE OLIVEIRA NEVES SARAIVA continuava sem ser localizada para receber a citação. Durante longos 15 (quinze) meses nada se fez contra a verdadeira quadrilha montada por falta de citação. 

O termo “FORMAÇÃO DE QUADRILHA” consta de relatório da CPI montada pela Câmara de Vereadores que, lamentavelmente não foi aprovado pelo antigo plenário, cuja maioria foi “convencida” a proteger a EXCELÊNCIA. Como já informamos em matérias por diversas vezes, no corpo da petição inicial da Promotoria, que tomou por base o relatório da CPI, está pedida a devolução de R$ 11 milhões aos cofres públicos. Apesar de tudo, a ENGEBIO continua sendo contratada e recebendo dinheiro dos cofres públicos de Maricá. Leiam com atenção as informações das duas imagens e confiram o que acontece nas Varas da Justiça.


1 comentários:

Anônimo disse...

Seria essa cidadã a presidente da CLIN - Companhia de Limpeza de Niterói, dá uma ida até lá e aproveitam investiguem talvez achem coisas além das procuradas.
Dificuldades em descobrir paradeiro de algum desses aí é só me perguntar

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.