Asfalto sem drenagem e superfaturado revolta moradores de Itaipuaçu

Após a chuva que caiu sobre a região de Maricá neste domingo (22), moradores do bairro São Bento da Lagoa, em Itaipuaçu, puderam constatar, na manhã desta segunda-feira, a péssima qualidade da obra de asfaltamento realizada pela empresa paulista "Equipav", contratada por R$ 24 milhões pela prefeitura, na estrada de Itaipuaçu.

A falta de sistemas de drenagem deixou várias poças d'água espalhadas ao longo do trajeto entre a praça do Barroco e a Serrinha do Recanto. Os moradores de Itaipuaçu estão revoltados com a situação e prometem dar a resposta nas urnas. Confira as fotos a seguir:








Comentários

  1. A denúncia foi feita e acatada pelo Ministério Público em 15 de março de 2012, certamente um dos motivos dos ataques histéricos do chefete da quadrilha na inauguração do Terminal na Rua 1 contra mim. Vou repetir: fomos ROUBADOS em mais de R$ 1 milhãom por quilômetro tanto na Estrada de Itaipuaçu pelas ENGEBIO (R$7,2 MILHÕES)quanto pela EQUIPAV (r$23,6 MILHÕEStambém na Rua 1.RICARDO VIEIRA FERREIRA

    ResponderExcluir
  2. A denúncia já foi feita e transformada em Inquérito Civil pelo MP em 15 de março, uma das razões para o ataque histérico do chefete da quadrilha contra mim, por ocasião da inauguração do Terminal de Itaipuaçu. Pobre Ferreira, deve estar se revolvendo no túmulo ao ser "homenageado" pela quadrilha. Estamos sendo roubados em mais de R$ 1 milhão por quilômetro com a ENGEBIO recebendo R$ 7,2 milhões e a EQUIPAV outros R$ 23,6 milhões. Até outubro ainda vai dar tempo de serem apanhados pela PF e pela Justiça. RICARDO VIEIRA FERREIRA

    ResponderExcluir
  3. Isso não é novidade ,e todos sabemos que botaram um asfalto de baixa qualidade em cima de um pântano

    ResponderExcluir
  4. Eu vi o asfalto, não vi a revolta dos moradores...falta de profissionalismo, podiam tirar pelo menos 1 foto de protesto..pra dizer q foi lá..

    ResponderExcluir
  5. Leandro Matheus: Fala sério, euqueria minha rua assim (rua 33 Jardim Atlântico), pelo menos tem asfalto. Existem vários lugares em todo o centro do Rio (por exemplo) em que as ruas não tem por onde a água escoar. Vamos exigir da prefeitura mais assim também ja é demais. Um abraço do adimirador do site e suas reportagens.

    ResponderExcluir
  6. A reportagem não menciona a palavra "protesto", mas sim, 'revolta'. Você, anônimo, deve ter visto o asfalto sim, mas com enormes poças d'água. Com certeza, você nem mora em São Bento da Lagoa. Eu sim. Então, meu caro (ou minha cara), não me venha com balelas...

    ResponderExcluir
  7. Eu tb sou moradora de São Bento e estou revoltada!!!
    Cris

    ResponderExcluir
  8. MARCELO VASCONCELOS25 de abril de 2012 08:35

    GOSTARIA DE REGISTRAR O DESCASO COM AS OBRAS DE PAVIMENTAÇÃO DA ESTRADA DE ITAIPUAÇU ATÉ O KM 4 (ATÉ O ARMAZÉM DO ALCINO), A POPULAÇÃO NÃO AGUENTA MAIS COM TANTA POEIRA, BURACOS, AGORA COM AS CHUVAS, LAMA E FALTA DE COLETA DE LIXO, DEIXANDO AS RUAS IMUNDAS.O QUE A PREFEITURA TEM A INFORMAR? O PIOR É VER AS OBRAS AVANÇAREM PARA OS KM's À FRENTE, A EXEMPLO DA RUA 1 E RECANTO, (MESMO QUE COM TODOS OS PROBLEMAS DE DRENAGEM QUE É UM FATO). POR QUÊ ESTA DISCRIMINAÇÃO? SÃO DUAS ITAIPUAÇUS DIFERENTES, POR QUE UMA COLOCA CENTENAS DE COLABORADORES, (RUA 1 E RECANTO) ENQUANTO QUE A EMPRESA QUE INICIA A OBRA NA REFERIDA ESTRADA SEUS COLABORADORES NÃO CHEGAM A 10? É UMA ENORME FALTA DE RESPEITO COM OS MORADORES DESSA LOCALIDADE, COMCLAMO À TODOS DE ITAIPUAÇU A DAREM UMA RESPOSTA NAS URNAS PARA ESSA ROUBALHEIRA.

    ResponderExcluir
  9. Este prefeitinho tem preferencias, ele faz tudo pela a metade. eu acho que ele conta os votos garantidos! Dizem que Itaipuaçu estão todos com ele. Cuidado com obras eleitoreiras, hein!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  10. O povo tem que aprender a votar...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.