Vereadores intimados contestam ato do delegado mas Itaipuaçu Site desvenda toda a verdade

A sessão realizada na quarta-feira (13/06/ 2012) na Câmara Municipal Legislativa recebeu um bom público e teve como tema principal o assunto noticiado pelo 'Itaipuaçu Site' e 'O São Gonçalo' relativo às intimações enviadas pelo delegado José William de Medeiros, da 82ª DP, aos vereadores envolvidos numa sessão extraordinária realizada durante o recesso parlamentar de julho de 2011, convocada pelo prefeito, para a aprovação de uma alteração orçamentária, supostamente criminosa, de um crédito suplementar na ordem R$ 160 milhões.

A pantomima
Demonstrando revolta e indignação os vereadores intimados em seus discursos contestaram o ato do delegado José William de Medeiros, dando a entender ao publico presente ao plenário que não há nenhum embasamento legal para a abertura de inquérito de usurpação de poder ou formação de quadrilha.
O plenário da Câmara recebeu um bom público
O primeiro a falar foi o vereador do PSB Uiltinho Viana que, além de criticar o seu adversário de partido, o ex-subsecretário Tiago Rangel, imputando-lhe a autoria da denúncia, acusou-o de estar posando de santo após ter saído do governo por uma suposto esquema de venda de alvarás.

Caiu Motorista
Fabiano Horta (PT), líder do governo na câmara, em tribuna, disse que ficou estarrecido ao ler num jornal a notícia de que "a polícia investiga o desvio de R$ 160 milhões" e alegou que a casa exerceu a obrigação constitucional que é a de autorizar ou não, créditos suplementares através de mensagens do prefeito oriundas do poder executivo, citando alguns artigos da lei orgânica municipal. Ainda em seu discurso, imputou o motivo da ação a uma estratégia da oposição de criar o denuncismo desenfreado nas redes sociais e na imprensa local. Já o vereador Helter Ferreira, subiu à tribuna, com os olhos esbugalhados, e também disparou duras críticas ao ex-subsecretário de Meio Ambiente, Tiago Rangel, segundo ele, principal autor da denúncia, acusando-o de vendedor de alvarás à época em que esteve no governo e que por esse motivo teria sido exonerado pelo prefeito. Nesse momento, o vereador Claudio Ramos interpelou-o perguntando se existe algum ato administrativo da prefeitura ou prova acerca dessa grave acusação, Helter não soube responder e Fabiano Horta comentou que "parece que há uma sindicância". Finalizando o seu discurso, Helter Ferreira comentou ainda que tais denúncias contra ele e os demais vereadores que aprovaram, por unanimidade, o remanejamento dos R$ 160 milhões não passam de denúncia vazia com o intuito de manchar  suas imagens perante os eleitores. Aldair Machado da Silva (Caiu Motorista), que na época estava secretário dos esportes, indiretamente envolvido nas denúncias, lamentou não ter sido intimado. Com a lei orgânica em punho, citou o Art.79 da mesma, alegou que não houve qualquer indício de irregularidade na sessão, demonstrando, implicitamente, contestação ao ato do delegado José William de Medeiros.

Aldair de Linda
Com a ausência do presidente Luciano Rangel Junior, Aldair de Linda, como presidente interino, subiu na tribuna e enfatizou que a comissão constituída para a realização da sessão extraordinária foi autorizada pelo próprio presidente Luciano Junior e que o mesmo não pôde participar pois estava viajando, mas, verbalmente, autorizou-o como legítimo presidente da sessão em questão. Terminada a sessão, indagamos os vereadores Caiu Motorista e Uiltinho Viana sobre quais secretarias foram envolvidas no remanejamento dos R$ 160 milhões e ambos não souberam responder. Caiu disse que não sabe pois não participara do processo. Já o vereador Uiltinho alegou que não se lembra.

Luciano Rangel Junior, que adentrou o prédio da Câmara minutos após o término da sessão, esclareceu ao nosso repórter que, no Art.79 da LOM, não há referência a qualquer irregularidade quanto à convocação da sessão, porém alertou que a matéria em questão não poderia ser votada em sessão extraordinária por já ter sido votada, em 1º turno, numa sessão ordinária.

Os fatos  
Retornando à Redação, procuramos apurar a verdade dos fatos pois, numa consulta prévia a um renomado advogado, fomos informados de que para que a autoridade policial, neste caso o delegado José William, requeira a intimação dos denunciados para a abertura de inquérito policial é necessário que o mesmo vislumbre fortes indícios de materialidade com flagrante participação de todos os envolvidos para configurar a alegada formação de quadrilha. Sendo assim, através de contatos sigilosos, obtivemos acesso às atas e a toda documentação original relativa aos editais de convocação assinados pelo vice-presidente da câmara, Aldair Nunes Elias (Aldair de Linda), enviados aos gabinetes dos vereadores Fabiano Taques Horta, Adailton Pereira da Costa Filho (Bubute), Carlos Henrique Cardoso da Paixão (Henrique Cardoso), Alberto Faria da Costa (Alberto da Maricaense), Luciano Rangel Júnior, Paulo Maurício Duarte de Carvalho (Paulo Maurício), Robson Dutra, Uilton Afonso Viana Filho (Uiltinho Viana), Ronny Pereira de Azevedo (Ronny Pereira) e Helter Viana Ferreira de Almeida (Helter Ferreira). As intimações enviadas aos vereadores e secretários envolvidos,  inclusive ao prefeito Washington Quaquá, foram motivadas por uma ação popular, já em curso, encaminhada à vara de fazenda da comarca de Maricá e à polícia federal, amparada na lei 4.717/65, garantida pelo Art. 5º, LXXIII da CFB (Constituição Federal Brasileira).

No dia 7 de julho de 2011, o prefeito Washington Quaquá encaminhou à Câmara de Vereadores um pedido de convocação de Sessão Extraordinária para votação em 2º turno da alteração orçamentária encaminhada pela mensagem 026/2011, votada em 1º turno no dia 29 de junho, conforme consta no ofício PMM/GP nº 387/2011. No dia seguinte (8), o prefeito encaminhou outro ofício reiterando a solicitação de convocação extraordinária para a votação da citada matéria, bem como sobre a mensagem 013/2011, referente à contratação de mão de obra para a secretaria de Esportes, comandada na época pelo vereador Caiu Motorista e, no dia 18 de julho de 2011, em pleno recesso parlamentar, a câmara de vereadores se reuniu e aprovou, por unanimidade, as duas mensagens. Como consequência dessa aprovação, o projeto de lei 031/2011, objeto da mensagem 026/2011, foi aprovado pelos vereadores, criando-se, assim, a lei R-004. Com a aprovação dessa lei, o prefeito recebeu o direito à abertura de créditos adicionais suplementares no valor de R$ 159.312.568,99 (cento e cinquenta e nove milhões, trezentos e doze mil, quinhentos e sessenta e oito reais e noventa e nove centavos). Segundo consta nos autos da ação, não havia motivos relevantes para a convocação da sessão em pleno recesso, haja vista que a casa de leis retornaria do recesso em 1º de agosto, período muito curto para trazer quaisquer prejuízos ao andamento dos serviços da prefeitura. Após a aprovação dessa nova lei não se verificou nas medidas adotadas nenhuma que fosse urgente ou necessária conforme determina a lei, mas sim o contrário, a utilização da verba pública para fins banais e duvidosos. Outro fato interessante foi o parecer do procurador da Câmara, Dr. Altair Soares Pereira Junior, anexo aos autos, datado em 12 de julho de 2011, o qual deixa transparecer dúvidas sobre a existência dos pressupostos necessários para tal convocação extraordinária.

Uso indevido do dinheiro público
No mesmo dia em que nova lei foi sancionada pelo prefeito, em 22 de julho, a prefeitura assinou contrato com a empresa Equipav no valor de cerca de R$ 24 milhões com indícios de superfaturamento para obras de recapeamento em Itaipuaçu. Um mês depois, no dia 23 de agosto, o secretário de obras comprou cerca de 143.000 m³ de material de pedreira, que dariam para encher 14 mil caminhões basculantes com caçambas de 10m³ cada, sem que se saiba o destino que foi dado a esse material. Nesse mesmo período, a secretaria de Educação gastou cerca de R$ 5 milhões na compra de "laptops". Enquanto isso, a secretaria de Comunicação contratava duas empresas especializadas para fazer propaganda pró-governo pelo valor de R$ 8.118 milhões e a secretaria de transportes contratou, sem licitação, sinalização horizontal e vertical no valor de R$ 6,5 milhões, apesar das vias públicas do município, na sua totalidade, não possuírem calçamento. Neste caso, vale a pena ressaltar que, no orçamento aprovado de 2011, a quantia destinada à secretaria de Transportes para sinalização horizontal e vertical era de apenas R$ 3 mil e, para todos os gastos, à mesma foi destinada a importância de R$ 53.767 mil. Com relação à mensagem 013/2011, também aprovada na sessão extraordinária, não apresentava caráter de urgência, devido a ser referente à contratação de pessoal para a secretaria de Esportes.

Ilegalidade na formação da comissão representativa para a sessão extraordinária
Atas das duas últimas sessões antes do recesso
De acordo com o artigo 72 do regimento interno da câmara, a comissão representativa deveria ser criada na última sessão do período legislativo, porém conforme a ata do dia 29 de junho, quarta-feira, nenhuma comissão representativa foi criada. Nesta sessão, Fabiano Horta propôs a realização de mais uma sessão na sexta-feira, 1º de julho, onde também, segundo transcrição na ata, não houve tal criação.

A convocação da comissão inexistente 
Conforme o parágrafo anterior, legalmente, a comissão representativa não foi criada. Todavia, editais de convocação foram encaminhados aos gabinetes dos vereadores com assinaturas apostas pelo vice-presidente Aldair de Linda que se auto intitulou presidente da câmara sem que o seja, conforme determina o inciso 1º do artigo 72 do regimento interno. Incrivelmente a esse fato é que o vereador Aldair de Linda, usurpadamente auto intitulado presidente, encaminhou uma convocação ao legítimo presidente da casa de leis e da comissão representativa, Luciano Rangel Junior, o qual deveria ser o condutor de todo o processo e os ofícios de convocação enviados pelo prefeito Washington Quaquá, entregues a ele. Outro fato interessante é que o presidente Luciano Junior, apesar de cientificado da existência dos ofícios oriundos do Poder Executivo, não compareceu à sessão extraordinária, bem como o seu companheiro de chapa, na época, vereador Paulo Maurício. Esta manobra do prefeito pode ser facilmente entendida, pois naquela ocasião Quaquá e Luciano estavam brigados e, temendo a rejeição à aprovação dos créditos suplementares, o prefeito optou pela sessão extraordinária.

O conflito de datas e a fraude
Edital de convocação enviado ao gabinete de Fabiano Horta
No edital de convocação de nº 0817/11, bem como as convocações individuais encaminhadas aos vereadores, verifica-se que em todos constam a data de emissão como sendo em 18 de julho de 2011 enquanto que a data do protocolo da Câmara, encarregada da entrega pessoal aos Edis, é do dia 15 de julho, três dias antes, caracterizando, assim, a fraude. E, absurdamente, a sessão extraordinária realizou-se no mesmo dia em que as convocações foram digitadas.

Confira também: Grave denúncia em Maricá

Fique por dentro de outras notícias de Itaipuaçu e de Maricá no Facebook:


Acesse também, com mais rapidez, o Itaipuaçu Site no seu smartphone (baixe aqui o app gratuitamente)

Comentários

  1. É tanta coisa acontecendo... eu me lembrei que eles alteraram o ART 132 da L.O. para garantir representatividade de quórum , a fim de blindar o Prefeito das CPIs. Quer dizer, eles já sabiam que as denúncias iam aparecer, e aí alteram o citado artigo, um ano antes! Deveríamos conferir isso também!

    ResponderExcluir
  2. Marcelo Bessa mais uma parabéns pela matéria. Voce a cada dia surpreende mais e mais seus eleitores! Já está na hora desses traidores deixarem o poder em MARICÁ NAS MÃOS DO POVO! Chega de mentiras e de enganação! Vamos meu Povo eleger políticos comprometidos com o Município, com a população, com a saúde da cidade, enfim cidadãos preocupados com a melhora da qualidade de vida de nosso Povo!

    ResponderExcluir
  3. Meus eleitores???kkkkk!!!
    Morrebão, meu amigão, acho que vc quis dizer "leitores", né? rs. Obrigado! Abração!!!

    ResponderExcluir
  4. Que bagunça é essa casa legislativa! Ninguem chega a lugar nenhum. O mais triste é o cidadao sair de casa para ir votar em alguem que as vezes merece, mas chega na hora do resultado os eleitores ficam surpresos com os resultados. Já fiquei sabendo que o quaqua já colocou muita grana na mao de cada candidato de suas coligaçoes, grana essa que e´do poder publico. A policia federal tem que levar vereadores, prefeito e essa corja de ladroes que estao enriquecendo em cima dos menos sabidos. Vou mudar meu titulo para outro municipio. Pois estou com nojo dessa corja de politicos que estao acabando com o nosso povo e nossa cidade. CHEGA!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. NÃO O CONHEÇO MARCELO, MAS CONTINUE NESSA LINHA DE INVESTIGAÇÃO E LEVANDO AO PUBLICO ELEITORES A TOMAR CONCIENCIA DO Q ACONTECE NA NOSSA CIDADE COM RELAÇÃO A ESSAS PESSOAS Q FORAM ELEITAS PELO POVO, MAS O ROUBAM COM O MAIOR DISCARAMENTO, BENEFICIANDO A SI PROPRIO.ELEITORES ESSAS SÃO AS PESSOAS Q VC COLOCARAM DENTRO DO GOVERNO.PENSEM BEM QUANDO FOREM VOTAR NOVAMENTE, POIS SENÃO TEREMOS MAIS QUATRO ANOS DESSA CORJA, MAMANDO NAS TETAS DO GOVERNO, E O Q Q TEM Q SER FEITO EM NOSSA CIDADE, NÃO EXISTE DINHEIRO, COMO NA SAUDE, TRANSPORTE, PAVIMENTAÇÃO DE NOSSAS RUAS, SEGURANÇA E DEMAIS BENFEITORIAS Q POSSAM BENEFICIAR AO POVO DE NOSSA LINDA CIDADE.

    ResponderExcluir
  6. Muito obrigado, ilustríssimo leitor Elisio Calçada! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. É meus amigos, parece que agora a cidade tem um Xerife de verdade.

    ResponderExcluir
  8. ESPERO QUE, MAIS ESTA, NÃO ACABE EM BAIACU

    ResponderExcluir
  9. Bom ler suas noticia! e ficar sabendo das MARACUTAIAS dos vereadores,pois se os vereadores do prefeito fossem vereadores do povo não precisariam ser intimados a visitar o delegado. Obrigado Bessa,por voce ter continuado conosco na luta contra a corrupção Deus que lhe ilumine e guarde. beijos Nina Sieczko

    ResponderExcluir
  10. Parabéns Marcelo. Maricá precisa saber quem são "esses" que administram nossa cidade.É importante nessa hora que a máscara deles venham por terra. Quanto a compra de laptops, seriam aqueles dados aos alunos da rede municipal? Se for, não foi comprado, isso foi uma doação de um empresário do Sul. Investigue isso aí, assim, quem sabe estaremos livres desses púlias.

    ResponderExcluir
  11. Parabéns pela excelente e importantíssima editoração da Matéria em pauta.

    Vejo que o nobre amigo e Editor Marcelo Bessa é também um grande Jornalista investigativo.

    Parabéns e coloco-me a sua disposição, guando for necessário, para juntos lutarmos pela Ética e transparencia na coisa pública em Maricá.

    ResponderExcluir
  12. COMO SÃO COITADOS ESSES VEREADORES
    QDO DESVIAM DINHEIRO, FAZEM REUNIÕES NA CASA DO FATIGATI NINGUEM FALA DE NADA NÃO É
    ISSO AI PARABENS CONTINUEM INVESTIGANDO O QUAQUA COM ESSES VEREADORES HORROROSOS JÁ ESTÃO EM NEGOCIATA COM O PATO DIVIDINDO O DINHEIRO PARA PAGAR OS "ELEITORES" DE MARICA, ESSE É O DISCURSO DELES QDO ESTÃO EM REUNIÃO
    VAMOS PROTEGER NOSSA CIDADE POVO E AJUDAR COM AS DENÚNCIAS

    ResponderExcluir
  13. Parabéns Marcelo! Há muito tempo não tenho a satisfação de ver uma matéria jornalística com esse calibre. Verdadeiramente matéria jornalística, aguda, incisiva, documentada, pontuada de fatos e dados incontestáveis por verdadeiros que se demonstram e, acima de tudo, com um texto irretocável em conteúdo ou forma. Em tudo e por tudo, Marcelo, vc se superou e apontou um conteúdo suficientemente duro e contundente para ensejar mais uma abertura de inquérito pelo MP. Vamos prosseguir até a casa cair! Abraços,
    HB

    ResponderExcluir
  14. Muito obrigado a todos!!!
    Esses elogios, absorvo, humildemente, como grande incentivo pois a caminhada é longa, apesar das provas incontestáveis e irrefutáveis da manobra ilícita orquestrada pelo chefe do poder executivo ao lado dos representantes do povo (que vergonha!).

    Gostaria de agradecer aos corajosos e indignados amigos que me ajudaram, fornecendo-me os documentos comprobatórios, peças fundamentais para o liso acabamento dessa reportagem.

    ResponderExcluir
  15. Prezado Marcelo,

    sou leitor assíduo do Itaipuaçusite e a cada dia vejo que o tapete sob o qual estão jogando toda a sujeirada em Maricá está ficando cada vez mais curto. As maracutaias já não cabem mais debaixo dele e estão deixando aparecer as pontas, com isso, estão pipocando os casos e só não são mais divulgados pelo fato da mídia amestrada municipal, feliz com 30 dinheiros, se submeter a um controle "superior". A não divulgação de verdades não chega a ser surpresa, uma vez que nos planos estaduais e federais tais fatos também se repetem. O ParTidão quer(?) instalar aqui o Marxismo à moda deles. Para se ter uma ideia do que pensam os líderes deles, ainda ontem foi noticiado a intenção de alguns senadores, incentivados pelo ex-presidente que não quer sair do poder, de criarem uma PEC (Proposta de Emenda a Constituição) dando ao Senado o poder de revisar as decisões tomadas pelo Supremo Tribunal Federal. Agora imaginem só: senadores, que como sabemos e vemos ser noticiado, não são isentos (normalmente pertencem a um lobby: agronegócio, educação, planos de saúde e etc) revisando decisões do STF. Não precisa ser gênio para prever a revisão da ficha limpa, por exemplo.
    Parabéns pelo seu trabalho e boa sorte.
    Francisco São Bento da Lagoa (lugar onde quem governa é a natureza: se chove tem muita lama, se faz sol tem muita poeira, quando chove e faz sol tem muita dengue)

    ResponderExcluir
  16. Parabéns, Marcelo!! A administração de Maricá é uma vergonha!

    ResponderExcluir
  17. parabéns a você, William Amaral, pelo seu belo trabalho à frente da nossa coluna de esportes. Desejo-lhe muito sucesso!
    Abração!

    ResponderExcluir
  18. Ilustríssimo leitor e vizinho Francisco,

    bem lembrado! Farei uma matéria a respeito desse assunto, em breve. Se essa emenda constitucional vingar, o sonho, do PT, de transformar o Brasil numa nova URSS ficará cada vez mais próximo da realidade. Além do que, é claro, como você bem observou, eles e, principalmente o ex-presidente Lula, ficariam totalmente blindados por essa maioria de "lobistas" e antipatriótas que gravitam atualmente pelo Senado Federal em Brasília.
    Muito obrigado! Boa leitura.

    ResponderExcluir
  19. Parabéns a todos,sou morador novo de itaipuaçu rua 40 venho de são gonçalo a onde as coisas aconteseu com uma nova administração,estou indegnado convidei amigos p/ conhecer a minha nova casa e o que eu e minha famila recebemos foi a rua totalmente inviavel de passar tenho 7 dias que não vou na minha casa,não pode receber os meus amigos na minha casa,VENHO ATRAVES DESSE EMAIL FALAR QUE O POVO TOME VERGONHA NA CARA E TROQUE TODOS OS GOVERNANTES DE MARICA PRICIPALMENTE O PREFEITO QUE SÓ SABE BEM É ROUBAR E BEBER ATÉ CAIR ESSES SAFADO MAL CARATER AQUELES QUE VOTAR NELE E NOS VEREADORES DELE É PIOR QUE ELES,esta aqui a minha indignação popular (JÁ TRANSFERIR O MEU TITULO P/ AJUDAR A TROCAR ESSES GOVERNANTES SAFADOS)

    ResponderExcluir
  20. Meu amigo Marcelo Bessa,voce é melhor doque dinheiro achado!!!!é isso ai mesmo cara!!!agora só quero ver se nao vao fazere nada!!!meus parabéns amigo.

    ResponderExcluir
  21. Obrigado André, seja bem-vindo a Itaipuaçu. "Guenta" mais um pouquinho que a partir do próximo ano tudo vai mudar e pra melhor. Leva fé! abraços!

    Meu amigão Eduardo Carvalho, o verdadeiro pai da UPA! Sua coragem, caráter e determinação são bons exemplos que levo sempre em minha cartilha. Muito obrigado! Sucesso pra você, irmão!

    ResponderExcluir
  22. As frágeis estruturas que escondem as ações dessa quaquádrilha, ruirá a qualquer momento sob o peso de denúncias da qualidade dessa aí!!! Enquando Marcelo Bessa, Ricardo Vieira Ferreira, Thiago Rangel, estiverem das suas trincheiras, disparando esses torpedos na direção dos quadrilheiros, o ribombar da explosão desses projeteis chegarão aos ouvidos do novo DELEGADO DE POLICIA DE MARICÁ. É porisso que eu tenho grande espereança que esses abutres possam, a qualquer momento, serem engaiolados.

    ResponderExcluir
  23. É isso aí, Marcelo! Mantenha essa sua conduta ilibada. Confiamos em você pois sabemos que já tentaram te comprar mas você não se vendeu. Você, Ricardo Ferreira e Tiago Rangel são "os caras"! Parabéns a todos!!! Cadeia pra todos os corruPTos!

    Artur

    ResponderExcluir
  24. Haerton59@gmail.com31 de julho de 2012 14:36

    Moro a 16 anos em maricá e até hoje não vi o legislativo trabalhar a favor do povo é sempre a mesma coisa não importa quem seja o prefeito, hoje todo mundo reclama que a câmara da cobertura para as falcatruas do atual prefeito, no passado recente está mesma câmara com a diferença que os vereadores eram outros, até arquivar conta reprovada pelo tribunal de contas eles arquivaram favorecendo o ex prefeito ou melhor o novo Herói que ficou oito anos no poder e não fez absolutamente nada para a região e agora ele tem a cara de pau de pedir para que o povo vote nele e no seu vice outro cara de pau lá de mato,grosso, gente eu adoro maricá mais sinceramente já penso em ir embora, só tem político pilantra nessa cidade e o pior é que a população também não toma vergonha na cara sem falar na conivência de alguns da imprensa, o que não é o caso deste, vamos resumir o que é a política desta cidade, pois procurem ler a matéria escrito por Marcelo Bessa (otarios e espertos), Qua Qua foi uma decepção eu não tenho nenhuma dúvida disso mais botar o ex prefeito Ricardo Queirós de novo, é o povo realmente tem memória curta mesmo e a imprensa me parece que também anda esquecida, só Deus pode ajudar maricá, porque se depender do homem já era.

    ResponderExcluir
  25. Haerton59@gmail.com31 de julho de 2012 14:38

    Moro a 16 anos em maricá e até hoje não vi o legislativo trabalhar a favor do povo é sempre a mesma coisa não importa quem seja o prefeito, hoje todo mundo reclama que a câmara da cobertura para as falcatruas do atual prefeito, no passado recente está mesma câmara com a diferença que os vereadores eram outros, até arquivar conta reprovada pelo tribunal de contas eles arquivaram favorecendo o ex prefeito ou melhor o novo Herói que ficou oito anos no poder e não fez absolutamente nada para a região e agora ele tem a cara de pau de pedir para que o povo vote nele e no seu vice outro cara de pau lá de mato,grosso, gente eu adoro maricá mais sinceramente já penso em ir embora, só tem político pilantra nessa cidade e o pior é que a população também não toma vergonha na cara sem falar na conivência de alguns da imprensa, o que não é o caso deste, vamos resumir o que é a política desta cidade, pois procurem ler a matéria escrito por Marcelo Bessa (otarios e espertos), Qua Qua foi uma decepção eu não tenho nenhuma dúvida disso mais botar o ex prefeito Ricardo Queirós de novo, é o povo realmente tem memória curta mesmo e a imprensa me parece que também anda esquecida, só Deus pode ajudar maricá, porque se depender do homem já era.

    ResponderExcluir
  26. Parabéns pelo alto padrão estabelecido no seu trabalho informativo. A atual situação política de Maricá é vergonhosa.Sou leitora de veículos como, VEJA,Época,Isto É...Procuro manter-me informada da situação da nossa cidade, e acompanho tudo o que se refere ao município. Sem dúvida, o seu padrão informativo e investigativo se equipara aos veículos acima citados. Em relação a reportagem,onde todas as provas, são categóricas e atestam a veracidade do alegado, nos resta acreditar que você dará o devido encaminhamento para que essa quadrilha seja espurgada de Maricá. Hoje, o povo não é mais representado pelos políticos que elege, somos representados pela imprensa comprometida com a verdade dos fatos.

    ResponderExcluir
  27. a prefeitura de Maricá pensa em investir três milhões de reais no carnaval the Grande Rio, escola de samba de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O enredo the agremiação vai falar sobre os duzentos anos de fundação de Maricá. A notícia não agradou os moradores. Obras que começam e nunca terminam. O Hospital Conde Modesto Leal é um matadouro, sem condições de receber pacientes. Lixo descartado de forma irregular. Falta de asfalto, saneamento e infra estrutura básica para seus moradores. Esse é o retrato de Maricá, que tem, lixões sem tratamento. Falta trabalho e sobra mentira. Mas como tudo nesse País acaba em samba, não poderia ser mais digno acabar em enredo. O Prefeito de Maricá e seus pares realmente mostram para a povo que o elegeu que saúde, educação, segurança e saneamento básico são bobagens. São detalhes que não fazem a menor importância para as autoridades. Gastar o dinheiro do tributo pago pelo povo com o povo deve ser uma irresponsabilidade administrativa the prefeitura que deve se sentir incomodada com esse tipo de cobrança. Pra quê gastar dinheiro com que deve ser gasto, não é mesmo? Aliás, dinheiro de impostos não é dinheiro de ninguém, não é mesmo, senhoras autoridades de Maricá? Vamos para a festa. Vamos fazer carnaval. Vamos matar o povo e depois vamos para avenida sambar.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.