quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Rádio na hora do Recreio vira diversão educativa em Maricá

Quando soa o sinal anunciando o intervalo das aulas na Escola Municipal João da Silva Bezerra, em Barra de Maricá, entra no ar a Rad e Ação. Comandada por um grupo de alunos e sob a orientação da professora de Língua Portuguesa e coordenadora do projeto educativo, Elza Pereira Lopes, a rádio é a nova sensação durante o horário do recreio escolar.

A programação é bem diversificada e uma das regras da ‘brincadeira’ é valorizar a música popular brasileira. O projeto tem apoio da Secretaria Municipal de Educação de Maricá e é mantido com recursos da própria escola pública. Os equipamentos utilizados no programa foram comprados com o dinheiro arrecadado em festas e gincanas e os alunos utilizam os netbooks (microcomputadores) que receberam do município para tocar as músicas.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
O projeto é levado tão a sério que os estudantes fazem até reunião de pauta. A programação semanal é pensada pelos alunos e pela coordenadora toda segunda-feira.
A Rad e Ação funciona nos períodos da manhã e da tarde, sempre no horário do recreio. São dois grupos de alunos, que aproveitam o espaço para informar as atividades da escola, para entrevistar funcionários, ler notícias, dar recados e tocar música. A diretora da Escola João Bezerra, Simone Reis, afirmou que depois que a rádio foi implantada, em agosto do ano passado, o comportamento de muitos estudantes mudou muito. “Tínhamos alunos tímidos no começo, mas que perderam a timidez por conta do trabalho na rádio. Na hora do intervalo era muito tumulto, todos falando ao mesmo tempo, hoje eles param para ouvir”, comentou Simone.

Diversão e socialização
O grupo de estudantes que comanda a Rad e Ação no período da manhã é formado por sete alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental da escola. Para esses pequenos comunicadores, fazer o programa é pura diversão, mas também uma forma de socialização. Para Elza Pereira Lopes, a rádio dá voz ao aluno, trabalha a oralidade e a audição. “Eles interagem melhor, desenvolvem a leitura através dos textos e como a rádio toca quase que exclusivamente MPB, eles passam a conhecer outra realidade musical”, ressaltou a coordenadora.

Outras unidades também desenvolvem o projeto
O Rádio nas Escolas é um programa desenvolvido pela Secretaria de Educação à Distância do Ministério da Educação e Cultura e tem como intenção incentivar os educadores de todo o país a inserirem a linguagem radiofônica em suas práticas educativas.
Em Maricá, cinco escolas já desenvolvem o projeto com recursos do governo federal: as escolas municipais Antônio Lopes da Fontoura (Itapeba), Amanda Peña A. Soares (Bananal), CAIC Elomir Silva (São José do Imbassaí), Marcus Vinicius C. Santana (Bairro da Amizade) e a João Monteiro (Recanto de Itaipuaçu). Outras duas — o Centro Educacional Joana Benedicta Rangel e a Escola Municipal João da Silva Bezerra — desenvolvem os programas com recursos próprios.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.