quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Correligionários de vereador eleito são flagrados recolhendo instrumentos musicais de igreja evangélica no carro da prefeitura


Funcionários da Subsecretaria Municipal de Energia e Iluminação Pública, que é diretamente ligada ao gabinete do prefeito de Maricá, foram flagrados, no início da tarde desta quarta-feira (31), no pátio de estacionamento de uma igreja evangélica situada na estrada de itaipuaçu, próximo ao Barroco, retirando instrumentos musicais, supostamente cedidos pelo vereador eleito Adelso Pereira, em troca de votos.

Supostos funcionários da Subsecretaria de Iluminação Pública retiram
instrumentos musicais da igreja evangélica na estrada de Itaipuaçu
Não é de hoje que Adelso usa, com a ajuda dos pastores, as igrejas evangélicas para angariar os seus votos. Às véperas das eleições, na manhã do dia 29 de setembro, o prefeito Quaquá e o então candidato a vereador, promoveram um encontro com os pastores e líderes evangélicos de diversas igrejas evangélicas na Comunidade Apostólica Ebenézer, em Inoã. Nessa ocasião, o Pr. Renato Paes disse aos fiéis ali presentes que "Jesus, assim como Quaquá, foi rejeitado até determinado momento, mas passou a ser aceito pelas pessoas garantindo que o mesmo iria acontecer com o candidato petista, e que teria, finalmente, o seu governo aprovado".

Quaquá faz promessa aos evangélicos,
assistido por Zeidan e Adelso
Ainda nesse mesmo evento, o Presidente da AME (Associação dos Ministros Evangélicos), Pastor Vladimir, propôs a todos que ouvissem o prefeito com os corações abertos, sem nenhuma influência da mídia ou de qualquer outro candidato, para que uma cidade melhor possa ser construída.

“Quaquá não se aproveita dos fatos para ganhar mídia, se promovendo em cima disso ou daquilo. Você que é pastor, não esteja interessado em algo para você, mas pense no todo, para que seja realizado um trabalho sério e transformador na cidade”, declarou.

Logo após, Quaquá discursou aos presentes e mencionou uma de suas inúteis subsecretarias criadas no seu governo para angariar os votos, tanto para ele, quanto para Adelso:
Quaquá e Adelso: oração com os
Pastores evangélicos

“Eu vou transformar essa Subsecretaria de Diversidade Religiosa em Secretaria. Vamos escolher um nome juntos para ter um secretário pastor"

Adelso Pereira esteve à frente da Subsecretaria de Energia e Iluminação Pública durante toda a gestão do primeiro mandato de Quaquá, se afastando do cargo em maio para disputar as eleições.

No governo de Ricardo Queiroz, Adelso também foi subsecretário de Energia Elétrica, mas acabou sendo exonerado por suspeitas de cobrar propinas para instalação de luminárias.


6 comentários:

Anônimo disse...

TEM QUE SE COMENTAR, NO INÍCIO DO GOVERNO DE QUAQUÁ, O SEU MELHOR AMIGO, ERA UM PAI DE SANTO, CHAMADO ALARICO, QUE MORREU ASSASSINADO, E ATÉ HOJE NÃO DESCOBRIRAM QUEM FOI, OU ESTÃO ESCONDENDO O CRIMINOSO, AGORA EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO, O QUAQUÁ SE MISTURA, A ESTE BANDO DE HIPÓCRITAS, QUE SÃO OS PASTORES ENVANGÉLICOS, QUE ACHAM QUE CHEGARÃO AO PODER, ISTO NUNCA, O QUE SE DIZ SOBRE POLÍTICOS É A PURA VERDADE, EM ÉPOCA DE ELEIÇÃO, POLÍTICO BEIJA ATÉ O DIABO. E A IGREJA EVANGÉLICA CONDENA TODO O TIPO DE VIDA MUNDANA, BEBIDAS, DROGAS, ETC... E O QUAQUÁ SERÁ ABENÇOADO.

Ninitka disse...

SE isso for pecado. todos vão queimar na fogueira do CRAMULHÃO KKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!Nina de Itaipuaçu,falo com conhecimento de causa Se estiver errada me corrijam pelo amor de DEUS ( O MEU DEUS)

Anônimo disse...

Esse Adelso é aquele conhecido como "cinquentinha"!

Anônimo disse...

Uma ótima matéria,mais tem que ser enviada pra agum lugar.Ontem mesmo varias pessoas foram mandadas embora,foram contratadas antes das eleições e mandadas depois.Improbilidade administrativa.Kd a justiça.Maricá não aparece no mapa só pode ser.

Anônimo disse...

Pois é, quando um desses fiés necessitar de um atendimento de emergencia ou de urgencia no HCMD para um filho, pai, mãe, esposa ou esposo ou um parente querido ou morrer por falta de atendimento, mende ele reclamar com esse pastor.

Anônimo disse...

Não concordo que o Q e o A tenham algum tipo de culpa. É a mesma coisa de culpar o traficante pelo vício de alguém em cocaína. Onde fica o livre arbítrio de cada um? O cidadão decide que vai votar em a, b ou c o problema é dele. Depois ele passa 04 anos agonizando na fila do Modesto Leal, pagando passagem cara, sem saneamento básico, sem escola, sem iluminação pública, sem asfalto, mas feliz pois afinal ele ajudou a eleger o seu fulano de tal ou seu sicrano. A maioria da população não votou na escória mas eles ganharam, fazer o que, é a democracia. Dizer que fulano é cinquentinha é vago demais. Lá no barroco tavam comentando que sicrano pagava 70 e fulano pagava 100. Cadê a prova? Se viu e não registrou agora não adianta chorar. Vê se re-elegeram o Cláudio Ramos? Quem elege alguém, em qualquer lugar, é o dinheiro. Ou alguém acha que a campanha é gratuita? O povo mais sofrido continua votando mal e pagando um alto preço por isso, afinal, é brasileiro e não aprende nunca.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.