terça-feira, 20 de novembro de 2012

Prefeitura alega falta de verba e não recarrega bilhete único dos universitários

Além do descaso com a saúde da população, a Prefeitura de Maricá não está nem aí para os estudantes universitários. Há mais de dois meses que as recargas nos bilhetes únicos dos universitários não são efetuadas.

O Bilhete Único Universitário foi lançado em março deste ano pela Prefeitura, através da Secretaria de Assistência Social, o qual beneficiaria os estudantes de cursos técnicos e universitários de Maricá que estudam em universidades de Niterói, São Gonçalo e de outras cidades da região metropolitana do Rio de Janeiro. No entanto, desde o mês de agosto os estudantes enfrentam problemas com as recargas de seus "Rio Cards".

Segundo relatos de alguns estudantes, a prefeitura alega estar sem dinheiro.


3 comentários:

Anônimo disse...

Será que tiraram de circulação aqueles ônibus caindo aos pedaços que levavam os universitários para Niterói antes que acontecesse uma tragédia?
Que a Prefeitura tá sem dinheiro dá pra acreditar se não não estariam parcelando dívidas em até cem meses.
Quero ver as festas de reveillon como serão. Seguirão o padrão dos últimos anos? será???

Anônimo disse...

Liguei várias vezes para o setor da Prefeitura para falar sobre a recarga do bilhete único universitário e a resposta que os funcionários me deram é que estavam em negociação com a Fetranspor, mas, que na quinta feira dia 14/11 passado já estaria feita a recarga, e não aconteceu.Isso era de se esperar infelizmente.Porque o dinheiro que seria destinado para recarga dos bilhetes, foi para compra de votos no dia 07/10 para eleger candidatos da quadrilha do PT.

Anderson disse...

Reelegeram o 'homi'? Aguentem. Se f* aí. Ainda bem que nao dependo da saude, educação tampouco das 'benesses' da prefeitura.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.