sábado, 29 de dezembro de 2012

Gabinete do Vereador Claudio Ramos é arrombado pelo administrador da Câmara e o caso vai parar na Polícia

Na tarde da última quinta-feira (27) o Gabinete do Vereador Claudio Ramos foi arrombado pelo Chefe da Administração da Câmara dos Vereadores de Maricá, Sr.Ronald Tamara Leitão. Segundo informações, o motivo do arrombamento teria sido a instalação de um aparelho de ar-condicionado no Gabinete do Vereador.

Entramos em contato com o Vereador Claudio Ramos que, através de seu assessor, Hélio Braga, enviou-nos a seguinte nota sobre o caso:

1- Que o fato ocorreu entre as 15:00 e as 16:00 horas do dia 27 de dezembro de 2012;
2- Que o arrombamento do Gabinete do Vereador Claudio Ramos na sede da Câmara de Maricá foi perpetrado pelo Sr.Ronald Tamara Leitão, dito administrador daquela Casa;
3- Que o ato não fora autorizado pelo Vereador, nem por seu Chefe de Gabinete ou qualquer de seus assessores;
4- Que o Sr. Ronald, após ter perpetrado o arrombamento e tendo sido alertado por outros funcionários da casa do erro que cometia, telefonou para o escritório profissional do Vereador e solicitou a presença de alguém com as chaves para dar acesso ao Gabinete;
5- Que poucos minutos mais tarde a secretária particular do Dr. Claudio compareceu à Câmara com as chaves do Gabinete e constatou que o mesmo já se encontrava arrombado, com o portal destruído e pessoas estranhas dentro do Gabinete totalmente revirado;
6- Que ao questionar o Sr. Ronald sobre o ocorrido, a secretária foi tratada com arrogância, descaso e rispidez pelo senhor Ronald, o qual alegou ter prazos para cumprir e autoridade para entrar onde e quando desejasse, qualquer que fosse o local da Câmara;
7- Que diante de tal reação a secretária solicitou a presença da Autoridade Policial no local e que uma perícia fosse diligenciada, o que de fato ocorreu;
8- Que após a perícia ser realizada - e tendo a secretária registrado tudo com fotos - todos dirigiram-se à Delegacia para a lavratura do auto, tomada de depoimentos e agendamento de Audiência Preliminar para 1º de março de 2013 às 14:30 horas no Jecrim Maricá Juizado Especial Adj. Criminal sito à Rua Jovino Duarte de Oliveira;
9- Que durante a interpelação do Sr. Delegado, o autor do arrombamento foi alertado para a gravidade de seu ato e para as consequências que poderiam advir, momento em que este começou a agir mais humildemente, ainda que em nenhum momento tenha se dignado a desculpar-se por sua atitude ou sua arrogância e rispidez no trato com a secretária do Vereador;
10- Que ainda não podemos revelar, por desconhecermos, os verdadeiros motivos que levaram ao ocorrido, assim como tampouco entendemos ser adequado, no momento, revelar que documentos desapareceram do Gabinete.


6 comentários:

HB disse...

Documentos, material de denúncias recebidas, valores, de tudo pode haver quando ocorre um arrombamento e excesso de prepotência... O poder revela essências humanas e transforma os fracos de espírito Marcelo! A questāo nāo é saber SE a casa vai cair um dia, mas QUANDO ela vai cair!

Anônimo disse...

O que ocasionou esse arrombamento foi que o Sr. Ronald que é filho da ex-veradora Eliane Tamara, montou uma firma de fachada com o Vereador de Maricá-RJ. Sr. Aldair de Linda e em conluio com o Verador Luciano Pastel que na época era presidente da Câmara , venderam no apagar das luzes de 2012, - 36 aparelhos de ar condicionado no valor de R$ 210.000,00 (salário mínimo em 12/2012 = R$ 622,00 ) - O que se tornou e é caso de polícia (inquérito policial), pois se tornou um ato escabroso que é o roubo aos cofres da P.M.Maricá-RJ. Ele (Ronald) tinha a qualquer preço de colocar esses aparelhos nos compartimentos da Câmara antes do dia dia 31/12/2012. Ronald que é um de muitos ladrões daquela Câmara, não resistiu e tentação e num ato abusivo e insano arrombou o Gabinete do Vereador Claudio Ramos. E pior: hoje, 09/02/2013, dos 36 aparelhos de ar condicionado novos, têm 08 que foram extraviados, e os mesmos, segundo fontes seguras, estão com Fábio Barros Machado que é tesoureiro da Câmara, Márcia do DP e Luciano Pastel Junior. Esses dois servidores da Câmara (Fábio e Márcia) teriam que ser afastados de suas funções até o término do inquérito policial. ATT. Kléber Lacroix

Anônimo disse...

De Lucas Andreoli - 11 de fevereiro de 2013.

Hoje, são poucos os funcionários públicos que se contentam com os seus salários, que na realidade do nosso país, podemos admitir que realmente são baixos. Mas isso não justifica os atos reprováveis de alguns servidores da Câmara Municipal de Maricá-RJ. Infelizmente, na maioria das repartições públicas, seja ela municipal, estadual ou federal, há e sempre vai haver o crime de peculato, que é o servidor público que se aproveita erroneamente do cargo que exerce para tirar proveito e subtrair dinheiro ou bens para si. Crime que gera mais de 02 anos de cadeia. E pior, sua remuneração mensal muitas das vezes não passa de 04 salários mínimos, que totaliza mais ou menos R$ 2.800,00 – Mas os servidores públicos que não são todos, querem, com suas falcatruas bem acobertadas, comprar automóveis importados zero km e de luxo e muitas das vezes a ambição chega ao cúmulo de almejarem comprar ou construir mansões em condomínios fechados e de luxo o que é um direito de todos, mas que seja com total honestidade. Para que essas mazelas tenham êxito é preciso que haja um conluio forte entre o Presidente da Câmara, o seu Departamento Pessoal (DP - RH) e também a sua Tesouraria. Esse conluio, para eles, é um rígido conclave (reunião a portas trancadas) E foi o que aconteceu na Câmara de Maricá no decorrer dos anos 2000 até 31 de dezembro de 2012. Vamos aguardar o decorrer de 2013 e os anos vindouros que deveras serão bem melhores. O Nosso Deus há de querer. Concordo plenamente com o que escreveu o Sr. Kléber. Também acho que os servidores Sr. FÁBIO BARROS MACHADO e a Srª MÁRCIA do DP têm que ser afastados de suas funções na Câmara Municipal de Maricá-RJ. Eles (Fábio Barros e Márcia do DP) deixaram e sempre vão deixar um rastro muito sujo na Câmara. É inaceitável que continuem impunes. Quando não há punição nesses casos, a coisa piora e acaba saindo do controle de todos, tornando-se um CÍRCULO VICIOSO DE ROBALHEIRA e sem qualquer tipo de freio. O Sr. Presidente da Câmara deve ir até a Delegacia de Polícia e narrar o episódio, munido de documentos comprobatórios sobre o ocorrido, principalmente sobre a compra de 36 aparelhos de ar condicionado que Câmara efetuou no final de 2012 pela quantia absurda de R$ 210.000,00 – pois esse valor está na nota fiscal que deveras é FRIA, e pedir para abrir um Inquérito Policial para apurar todos os fatos, principalmente o desvio de 08 aparelhos de ar condicionado. Cada aparelho saiu por R$ 5.850,00 - quando na realidade um aparelho desses não custa mais do que R$ 1.000,00 em qualquer loja do ramo. Também, não sabemos o motivo da NÃO demissão do SR. RÔNALD TAMARA que é filho da ex-Vereadora Eliane Tamara. Há muito, esse servidor (Rônald) que é do quadro de cargos comissionados da Câmara, vem aprontando na Câmara de Vereadores (roubos) e isso era, por 4 anos consecutivos, em conluio com o ex-presidente da Câmara Sr. Luciano Rangel Pastel Junior, pois o caso dos aparelhos de ar condicionados comprados com notas frias em 12/2012, foi justamente com esse cidadão, que abriu uma firma de fachada, não tendo o mesmo, o mínimo de respeito às autoridades competentes. No meu entender tem que haver mais fiscalização ou rigor por parte do Tribunal de Contas do Estado e também do Poder Judiciário. Sabemos que os Promotores de Justiça podem policiar, questionar, arguir, processar, prender, para que possamos colocar ordem onde a desordem está imperando sem cessar e sem o menor respeito aos contribuintes de toda Maricá-RJ. Nos parecendo que gostaram da bagunça e querem a todo custo continuar lá. “ONDE NÃO HÁ ORDEM, A DESORDEM IMPERA” - Isso é muito prejuízo para o Município e principalmente para o seu povo que é pobre, mas é ordeiro e trabalhador.

Atenciosamente, Lucas Andreoli.

Anônimo disse...

Em 13/02/2013

Pelo que ouço e também pelo que estou lendo em alguns sites e jornais, é realmente estarrecedor o que está acontecendo na Câmara Municipal de Maricá-RJ, parecendo que a prática nociva ao nosso povo teve inicio em 2001 com o ex-Vereador Paulo Maurício e foi até 31 de dezembro de 2012 já com o ex-vereador Luciano Pastel. Até desanima a gente pagar nossos impostos ao Poder Executivo desse Município.

Atenciosamente, Sônia Maria de Souza.

Anônimo disse...

Em 12 de fevereiro de 2013 - Município de Maricá-RJ.

De - Ronaldo de Souza Assis


Moro nesse Município há mais de 25 anos e venho acompanhando há anos os trabalhos do Poder Legislativo como também acompanho os trabalhos do Poder Executivo desse Município, o qual abriga seu povo ordeiro e trabalhador. Mas, infelizmente, o que está acontecendo hoje no Poder Legislativo Municipal é para estarrecer a qualquer pessoa. Lembro perfeitamente da Câmara de outrora, que, para felicidade de todos, era composta por Vereadores que jamais o povo vai esquecer. Isso foi nas décadas de 1970 e 1980. Menciono seus nomes com muito orgulho, convicção, e porque não dizer: com saudade de todos eles. A saudade que menciono é em razão dos seus trabalhos sérios e honestos e também porque legislavam sem qualquer tipo de remuneração. Trabalhavam por amor ao Município e por amor ao nosso povo. São eles: Vereador Eucílio Gonçalves da Silva ( o grande amigo Istinho); Vereadora Laura Ferreira de Melo; Vereador Benvindo Taques Horta Junior (já falecido) ; Vereador Antonio Francisco Antunes; Vereador Izaias Klein; Vereador Herlor dos Santos; Vereador Oldemar de Figueiredo (já falecido) ; Vereador Juvenal José da Silva Bittencourt (já falecido); Vereador Jairo Môro; Vereador João Batista Vereza Meireles (o batuta); Vereador Nilton Renato Marins de Oliveira; Vereador Emanuel de Melo Vieira; Vereador Aniceto Elias (já falecido); Vereador Adail de Oliveira; Vereador Levy Carlos Ribeiro (já falecido); Vereador Hugo Guedes; Vereador Aloísio Rangel de Freitas (já falecido); Vereador Leonel Sampaio Costa. Lembro ainda, que somente cinco funcionários da Câmara de Maricá trabalhavam para todos esses fiéis e ordeiros Vereadores, que eram: Dona Jurema Byron, Dona Áurea; Dona Beatriz; Seu Nilson (maia como era conhecido) e seu Herivelto. Aí está a relação de um time de primeira categoria , Vereadores do passado e também os 05 servidores daquela época de ouro. E posso garantir o seguinte: se a Câmara de Maricá pudesse falar ou clamar, certamente ela pediria em alto e bom som, o retorno de todos os Vereadores daquela época áurea. Mas infelizmente isso ficou no passado. Sugiro ao Sr. Presidente Fabiano Horta que mande fazer o mais breve possível (ainda em 2013) um caprichado almoço de confraternização para todos esses ex-Vereadores, almoço esse que vai se resumir em uma grande reunião fraterna e de total reconhecimento pelos seus trabalhos honestos e eficazes realizados nessa Casa Legislativa ao longo daqueles gloriosos anos. Lembre-se que todos eles merecem e vão merecer sempre. Converse com a atual Comissão Executiva e realize de fato esse almoço, que será também junto com os atuais Vereadores. Faça isso e o Sr. vai ter o merecido reconhecimento de todos, lembrando que nunca foi cogitado tal iniciativa aí nessa Casa de Leis. Quanto aos Vereadores que infelizmente faleceram, é só nomear um membro bom em oratória para fazer um discurso nesse almoço, agradecendo a todos eles pelos seus trabalhos frente a essa Câmara e pedindo ao Nosso Deus que continue guardando esses ótimos Vereadores junto de si. Parabenizo a iniciativa correta do ex-Vereador Cláudio Ramos quando denunciou o Sr. RONALD TAMARA pelo mesmo ter arrombado o seu gabinete para colocar aparelhos de ar condicionado os quais foram oriundos de falcatruas levianas, levando o caso até a 82ª DP- Maricá-RJ. Saiba que todos estão cobrando do atual Presidente da Câmara a demissão sumária do cidadão RÔNALD TAMARA. Quanto aos Servidores Municipais FÁBIO BARROS MACHADO E MÁRCIA do DP que são do quadro CLT da Câmara, o Sr. pode demiti-los sem abrir inquérito administrativo. Lembro: Eles são CLT e não do quadro efetivo da Câmara. Saiba que o povo está esperando tal iniciativa em razão do crime de peculato que esses dois servidores praticam nessa Casa de Leis.

Assinado: - Ronaldo de Souza Assis.

Anônimo disse...

acredito que antes de falarem tais absurdos e afirmarem que dois servidores cometeram o crime de peculato. deveriam todos fazer uma investigação particular e ver se isso não passa só de uma briga politica . Ou pelo menos esperar por uma resposta do ATUAL presidente da Câmara,demostrando sua posição. Pois ate agora ele nada fez,nada disse...
Investiguem,ou pelo menos só falem do que sabem ser VERDADE. UMA COISA eu afirmo a vocês que mesmo os tais servidores sendo CLT,para eles serem demitidos,precisa haver um sindicância que prove a culpa dos dois.ai sim eles podem ser demitidos. Mas vocês acreditam mesmo que TUBARÕES do poder dariam tais privilégios a peixes tao pequenos quanto esses servidores..
ACORDEM VOCÊS ESTÃO SENDO INFLUENCIADOS A ACREDITAR NESSE HISTORIA. E NÃO ESTÃO PENSANDO QUE NADA DISSO POSSA SER VERDADE

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.