terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Prefeitura, Inea e Cedae encontram irregularidades no manancial do Rio Ubatiba


Enviado pela Prefeitura Municipal de Maricá - A ação do homem em Maricá está colocando em risco a vida do Rio Ubatiba, no Silvado – cujo manancial é responsável por boa parte da água que abastece a cidade. A descaracterização foi constatada numa operação conjunta da Prefeitura, do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e da Cedae na última semana.
Durante a ação de fiscalização, os técnicos encontraram construções irregulares, criação de gado em local impróprio e desvio do curso natural da água para uso particular. Todas as irregularidades estão em propriedades que, em benefício de poucos, colocam em risco um bem essencial para toda a população.
Segundo a Assessora Especial de Saneamento Ambiental, Luciana Andrade, que representou a prefeitura durante a inspeção, os donos de propriedades que cercam o curso das nascentes do rio se apropriaram da natureza, desviando a água para construção de piscinas naturais, irrigação de plantações e assentamento de redes próprias para o consumo humano da água.
“São interferências graves que vem acontecendo há anos e que colocam em risco a vida do manancial, reduzindo a vazão natural que chegaria à captação”, declarou Luciana, que explicou ainda como a destruição da natureza traz impactos que serão sentidos nos próximos anos. “A retirada da mata ciliar, por exemplo, só será resolvida, mesmo com o reflorestamento, depois de pelo menos cinco anos”, disse.
Ainda segundo a Assessora de Saneamento Ambiental, a Prefeitura tomará medidas enérgicas para coibir novas irregularidades e demolir tudo o que foi construído sem autorização.
“Não vamos permitir que a natureza continue sendo sacrificada e que se coloque em risco a capacidade de abastecimento de água. Quando falamos de água estamos falando em sobrevivência e a prefeitura dará uma resposta à altura para esse problema”, ressaltou, acrescentando que a parceria com o Inea é importante, por exemplo, para multar quem desrespeitou as legislações ambientais.

2 comentários:

Anônimo disse...

É mas lá na Lagoa Brava a descaracterização está bem pior. Já foram feitas várias denúncias à Prefeitura, inclusive através deste site aqui e ela simplesmente não faz nada a respeito. Solicito ao editor Marcelo Bessa que faça mais reportagens sobre o roubo de areia e turfa naquela localidade. S.O.S. Lagoa Brava!

Anônimo disse...

Já que foram encontradas irregularidades, que estão causando prejuízos para população, que fica a mercê dessas pessoas sem escrúpulos, que com certeza voltarão a fazer tudo novamente. Por que não desapropiar essas terras e fazer obras para que isto não venha ocorrer. Será que pessoas poderosas são os donos dessas propriedades e há interesses de terceiros?

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.