segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Nota de esclarecimento da Thalis circula na internet, mas sua autenticidade não é confirmada

Foi divulgada, desde as primeiras horas da manhã desta segunda-feira (14), através de alguns blogs e de perfis de uma rede social na internet, uma suposta nota de esclarecimento ao público, da empresa Thalis Transportes e Serviços, a qual prestava o serviço de coleta de lixo na cidade de Maricá, cujo contrato com a Prefeitura fora rescindido recentemente, sob o título 'Surpresa e Indignação'.

No entanto, nossa redação, a fim de apurar a procedência e a autenticidade da mesma, tentou, por vários meios, contato a empresa, não obtendo, até o fechamento desta matéria, qualquer resposta de sua assessoria.

Segue a íntegra do texto da suposta nota de esclarecimento supostamente divulgada pela empresa Thalis:

"SURPRESA E INDIGNAÇÃO

A empresa Thalis Transportes e Serviços Ltda e seus funcionários ficaram surpresos e indignados, ao ler a notícia veiculada em jornais e mídias sociais sobre a rescisão do contrato celebrado entre a prefeitura de Maricá, quanto a coleta de lixo no Município.
Primeiro gostaríamos de esclarecer que em 6 de fevereiro de 2012 assinamos um contrato com a prefeitura para a coleta de 30.000 toneladas de lixo, com validade de um ano. Este contrato vem sendo cumprido regularmente, apesar da tonelada prevista para o período de 12 meses, período do contrato, já ter sido coletada nos 11 meses de contrato. A prefeitura sabe muito bem disso e sabe, também, que já coletamos mais do que o contrato celebra, SEM NENHUM ÔNUS PARA A PREFEITURA E PARA O POVO DE MARICÁ.
Gostaríamos de frisar que em momento algum nenhuma reportagem procurou nossa empresa para quaisquer esclarecimentos, como citam algumas matérias.
Ao longo do tempo em que estamos responsáveis pela coleta domiciliar de lixo e depois de muito trabalho, erros e acertos, muita dedicação de nossos funcionários, conseguimos regularizar a coleta do lixo em Maricá, foco de um problema que se arrastava por anos e tanto afligia a população.
Em diversas ocasiões avisamos a prefeitura sobre a estimativa baixa que ela mesma havia feito sobre a tonelagem de lixo coletada por ano (30.000 ton.), base deste contrato, e estávamos em um processo de negociação de um termo aditivo a este contrato para suprir o que já coletamos a mais e para chegarmos até o dia 06 de fevereiro de 2013 com respaldo técnico e jurídico. Infelizmente fomos surpreendidos com tal matéria, onde a prefeitura diz rescindir um contrato que, na verdade, já não tem mais cobertura do objeto.
Quanto aos fatos narrados gostaríamos de esclarecer a população que houve coleta em todos os dias fixados no contrato, principalmente no final do ano, onde foi mais intensiva a coleta. Os próprios relatórios de pesagem, feitos pela prefeitura, podem comprovar. Nossas equipes trabalharam nos turnos da tarde e noite dos dias 31 e 1º., conforme informado à prefeitura. A tal foto feita do caminhão parado em nossa garagem foi produzida na manhã do dia 1º. Evidentemente que sofremos com falta de funcionários nestes dias de festas, infelizmente. Mas nos desdobramos para suprir essas faltas e fazer os serviços de nossa incumbência. Informamos também, que todos os questionamentos e notificações feitos pela prefeitura no curso do contrato foram devidamente respondidos e que sempre foram disponibilizados todos os carros e equipamentos vislumbrados no contrato.
Nos causa profundo pesar e indignação a forma como estamos sendo tratados, uma vez que, sempre nos colocamos como parceiros da prefeitura. Já houve ocasião de ficarmos 4 meses com o pagamento atrasado, bancando com recursos próprios salários e custeio. Neste momento estamos com 2 meses de pagamentos atrasados. Chega a ser hilária a afirmativa que não pagaram nossa empresa por que não apresentamos documentos... NÃO deixamos de apresentar os documentos necessários para o fiel desempenho do processo licitatório.
Outro ponto que salta aos olhos na citada matéria e que igualmente provoca certa indignação é a afirmativa que a prefeitura abriu um processo EMERGENCIAL para coleta de lixo. Se o contrato com a empresa Thalis vence em 06 de fevereiro, porque abrir um contrato “emergencial” em janeiro? Quais os interesses que estão por trás de tudo isso? Essas são perguntas que deverão ser respondidas pelo Exmo. Sr. Prefeito, pela Câmara de Vereadores, órgão fiscalizador do executivo, e pelo Ministério Público.
Por fim, informamos que a partir de hoje, 11/01/2013, a Thalis não é mais a empresa responsável pelo serviço de coleta de lixo no Município de Maricá. Queremos agradecer à população maricaense e deixar nosso canal de atendimento sempre à disposição. contato@thalistransportes.com.br."

Nota da redação do ItaipuaçuSite:

Tentamos por diversas vezes contato telefônico com a empresa Thalis através do número 3731-9873, mas ninguém atende. Enviamos e-mail para o endereço fornecido na própria suposta nota de esclarecimento (contato@thalistransportes.com.br) desde as 11h16 desta segunda-feira (14), mas até o fechamento desta matéria às 18h36 não obtivemos resposta. Na página principal do website da empresa (www.thalistransportes.com.br) aparece a mensagem 'aguardando arquivos'. Na garagem da empresa onde funciona o seu escritório não encontramos nenhum diretor ou assistentes quaisquer que pudessem nos fornecer alguma informação sobre o assunto.


4 comentários:

Anônimo disse...

Em qq profissão é preciso estudar, praticar e adquirir experiência. Para ser prefeito,vereador basta ser votado e não ser analfabeto. É de se esperar, dentro deste contexto, que as coisas públicas sejam tão mal geridas!

Luiz Carlos disse...

As informações acima são controversas, moro no jardim Atlântico e a coleta foi suspensa após o natal entramos o ano com acumulado enorme de lixo nas ruas. A prefeitura este ano fez umas duas coletas na minha rua e nada mais. Espero que esse serviço essencial seja reeestabelecido com urgência.

Anônimo disse...

O povo morador de do Distrito de Maricá, conhecido atualmente como LIXOPUAÇÚ sabe que a contratação da thalis foi feita em carater emeegencial, então não poderia estar trabalhando (enroplando) até o final de 2012. Recolhiam o lixo nas 2 ou 3 lixairas no inívio de determinadas ruas para dar todos verem que o lixo foi coletado mas na realidade não.
Agora o povo recebeu um presente( A TAXA DE LIXO).
Vale lembrar que a taxa de lixo está inclusa no IPTU como também aguá encanada, saneamento. Temos isso?
O dinheiro vai sempre para o ralos (alguns bolsos)

Anônimo disse...

esta thalis transportes é uma piada até em Angra dos Reis, onde tem funcionário que nem seu FGTS é depositado a mais de 2 NOS. uma vergonha!!!!

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.