segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Fla vence Botafogo em clássico; os jogos de Flu e Vasco e outros destaques do fim de semana.

Hernane decidiu o jogo.

Flamengo 1 x 0 Botafogo

Em grande jogo, Flamengo bate o Botafogo com gol de Hernane, artilheiro do campeonato carioca com 8 gols.

Não deu nem para o Botafogo esquentar. Logo com três minutos, após cobrança de escanteio, a bola sobrou limpa para Hernane acertar uma canelada na bola, vencer Jefferson e abrir o placar. Após o gol, o Flamengo passou a se aproveitar dos contra-ataques, principalmente com Rafinha. O Fogão quase empatou em chute de Fellype Gabriel, que carimbou o pé da trave. Com o Glorioso mais presente no ataque, o goleiro Felipe se destacou em boas defesas, e pelo lado do Flamengo, o Brocador quase fez outro.

Na volta do intervalo, o estreante Carlos Eduardo deu lugar a Rodolfo. O camisa 10 teve atuação discreta e não empolgou. Pelo Fogão, Bruno Mendes saiu para a entrada de Sassá. Aos 18, Rafinha, que teve ótima atuação, deixou Rodolfo na cara do gol. O meia driblou Jefferson, mas bateu por cima com o gol escancarado, perdendo chance incrível. O Botafogo parou de criar, e Rafinha criava as situações para o Flamengo, tanto nos dribles como nos passes. O garoto parece ter muito futuro. O jogo caminhou para o fim sem sustos para o Mengão.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 1 X 0 BOTAFOGO
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 17/02/2013 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá
Auxiliares: Rodrigo Pereira Joia (RJ) e Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa (RJ)
Renda e público: R$ 855.270,00 / 22.227 pagantes
Cartões amarelos: Ibson, Cáceres e Elias (FLA); Lodeiro e Cidinho (BOT)
Cartões vermelhos: Não houve


Gols: Hernane 3'/1ºT (1-0);
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, González, Wallace, João Paulo; Cáceres, Ibson (Cleber Santana 36'/2°T), Elias, Carlos Eduardo (Rodolfo/intervalo); Rafinha e Hernane (Igor Sartori 27'/2°T). TÉC: Dorival Júnior
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, Bolívar, Antônio Carlos, Márcio Azevedo; Júlio César, Fellype Gabriel (Jadson 16'/2°T), Lodeiro, Seedorf; Vitinho (Cidinho 12'/2°T) e Bruno Mendes (Sassá/intervalo). TÉC: Oswaldo de Oliveira


Samuel comemora com Deco.
Volta Redonda 1 x 3 Fluminense

Enfrentado o Volta Redonda fora de casa, o Flu contou com boas atuações de Deco e Samuel para derrotar o time da Cidade de Aço.

Logo aos 6 minutos, Deco cobrou escanteio pela esquerda, Samuel subiu e testou para as redes. Aos 42, Deco invadiu a área pelo meio e rolou com açúcar para Samuel tocar na saída do goleiro e marcar seu segundo gol no jogo. No finzinho, Monzón sofreu pênalti, Rhayner, que não marca há mais de dois anos, pediu para cobrar e foi atendido, mas chutou mal, o goleiro Gatti defendeu e na sobra Thiago Neves acertou a trave.

Na segunda etapa, o Volta Redonda diminuiu aos 16. Após cruzamento da direita, Léo Andrade desviou, a bola bateu na trave, nas costas do goleiro Ricardo Berna e entrou. O jogo ficou perigoso para o Flu, com o Voltaço perdendo algumas chances. Aos 46, Marcos Júnior, recebeu na entrada da área, fintou a marcação e mesmo agarrado pelo zagueiro, bateu no canto para matar a partida.

FICHA TÉCNICA
VOLTA REDONDA 1 X 3 FLUMINENSE
Data e Hora: 17/2/2013 - 18h30
Estádio: Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Árbitro: Leonardo Garcia Cavaleiro (RJ) 
Auxiliares: Silbert Farias (RJ e Eduardo de Souza Couto (RJ)
Cartões Amarelos: Geraldo, Léo Andrade e Bruno Barra (VOL) Deco e Diguinho (FLU)
Cartões Vermelhos: Não houve
Renda e Público: Não divulgados
GOLS: Samuel, aos 6'/1ºT (0-1); Samuel, aos 42'/1ºT (0-2); Léo Andrade, aos 16'/2ºT (1-2) e Marcos Junior, aos 46'/2ºT (1-3)
VOLTA REDONDA: Gatti; Marquinhos (Éder, 29'/2º) , Leonardo luiz, André Alves e Edu Pina; Bruno Barra, Rafael Granja, Adriano Felício (Watthimem, 22'/2º) e Geraldo (Pedro, 34'/2ºT); Léo Andrade e Zé Augusto. Técnico: Alfredo Sampaio

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Elivélton, Gum e Anderson; Wellington Silva, Diguinho, Thiago Neves (Marcos Junior, 29'/2º) , Deco (Felipe, 29'/2º) e Monzón; Rhayner e Samuel (Michael, 41'/2º) Técnico: Abel Braga


Carlos Alberto teve boa atuação.
Vasco 2 x 0 Audax

Com boa atuação de Carlos Alberto, o Vasco venceu o Audax sem dificuldade em São Januário.

Muito superior na primeira etapa, o Vasco poderia ter definido o jogo se não tivesse desperdiçado tantas oportunidades. Dedé e Pedro Ken chegaram a balançar a trave e o goleiro do Audax, Rafael Sandes, teve ótima atuação.

No segundo tempo, o Vasco marcou logo no início. Wendel deu bom passe para Carlos Alberto, que driblou o goleiro e bateu. O zagueiro do Audax, Fabiano Eller, conseguiu tirar, mas a bola sobrou para Eder Luis, que marcou o primeiro. Após o gol, o Audax se abateu e nada mais fez. Aos 20, Carlos Alberto recebeu de Wendel, chutou em cima do goleiro. No rebote, ele mesmo tocou para o gol vazio e marcou o gol que definiu a partida. Foi só.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 0 AUDAX

Estádio: São Januário (RJ)
Data/hora: 17/2/2013 - 16h
Árbitro: Daniel de Sousa Macedo
Assistentes: Luiz Antônio Muniz de Oliveira e Michael Correia
Cartões amarelos: Dedé e Dieyson (VAS); André, Denilson (AUD)
Renda e público: R$ 70.530 / 3.830

Gols: Eder Luís, 3'/2ºT (1-0); Carlos Alberto, 20'/2ºT (2-0);  

VASCO: Alessandro; Nei, Dedé, Renato Silva e Dieyson; Abuda (Fellipe Bastos, 35'/2ºT), Wendel, Pedro Ken e Carlos Alberto; Eder Luis (Thiaguinho, 25'/2ºT) e Leonardo (Bernardo, 18'/2ºT). Técnico: Gaúcho.

AUDAX: Rafael Sandes; Adriano, Anderson Luis, Fabiano Eller, Romário; Andrade, André, Leandro Bonfim (Nélio, 23'/2ºT) (Alisson, 27'/2ºT) e Hyuri; Renan (Wellington, Intervalo) e Denílson. Técnico: Maurício Barbieri.
 


UFC

O katagatame de Renan Barão.
No sábado, aconteceu o UFC on Fuel TV 7. Na luta principal, o brasileiro Renan Barão defendeu o cinturão interino dos galos contra o americano Michael Mcdonald. Após três bons rounds, Barão finalizou o adversário no quarto round com um katagatame e agora espera a recuperação do campeão Dominick Cruz, para unificar o cinturão.

Outros dois brasileiros lutaram no evento. No card preliminar, Renée Forte derrotou o inglês Terry Etim na decisão unânime dos juízes. Já pelo card principal, Jorge Santiago não foi bem e saiu derrotado pelo islandês Gunnar Nelson também na decisão unânime.


NBA

Durante o All Star Weekend, o chefão da Liga Americana de Basquete, David Stern, acenou com a possibilidade de um jogo da pré-temporada da Liga acontecer no Brasil. Este jogo aconteceria em outubro. Buscando novos mercados, a NBA já realizou jogos em 17 países fora dos EUA.


0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.