sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

Rafinha brilha e Flamengo vence o Vasco; Flu empata e Botafogo goleia

Rafinha se destacou e promete para 2013.

Vasco 2 x 4 Flamengo

O clássico marcava o jogo número 150 de Dedé e no fim, todos só falavam da grande atuação do jovem Rafinha, que marcou seu primeiro gol, um golaço, com a camisa do Flamengo e participou dos outros três.

O jogo começou em ritmo lento, até Elias e Eder Luis se desentenderem. A partir daí, virou clássico. Aos 24 minutos, Ibson deu belo passe para Rafinha, que dividiu com o goleiro Alessandro. A bola sobrou para Hernane, que chutou para marcar seu quarto gol no campeonato.

Seis minutos depois, Elias tabelou com Rafinha, foi à linha de fundo e cruzou para Nixon, de peito, estufar as redes. Quando o Fla ainda comemorava o segundo gol, o Vasco diminuiu. Após cobrança de falta pelo alto, Pedro Ken subiu livre e testou para as redes. Jogadas de perigo dos dois lados seguiram acontecendo, mas o primeiro tempo terminou com a vantagem mínima para o rubro-negro.

Na segunda etapa, o Vasco partiu para cima em busca do empate, mas quem marcou foi o Flamengo quando Rafinha roubou a bola pela esquerda, carregou para o meio e rolou com açúcar para Cléber Santana soltar uma bomba no ângulo, sem chances para o goleiro.

Àquela altura do jogo, Rafinha já seria considerado o melhor em campo, não só pelas participações nos gols, mas pelo constante incômodo que se tornou para a zaga vascaína, mas ainda faltava o gol dele, que chegou aos 19 minutos, depois que ele recebeu pela direita na faixa do meio-campo e arrancou com a bola. André Ribeiro e Dedé não conseguiram o acompanhar e ele tocou de esquerda, no canto esquerdo de Alessandro. Golaço e emoção do garoto, que foi às lágrimas enquanto comemorava.

Aos 23 minutos, Rafinha deu lugar a Thomas e o Flamengo recuou. O Vasco diminuiu aos 27, em bomba de Dakson de fora da área e foi para cima. A trave e Felipe seguraram o resultado e a torcida rubro-negra pôde comemorar a vitória no primeiro clássico do ano.

FICHA TÉCNICA
VASCO 2 X 4 FLAMENGO
Estádio: Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 31/1/2013 - 19h30h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Auxiliares: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Michael Correia (RJ)
Renda e público: R$ 403.545,00 / 12.423 pagantes
Cartões Amarelos: Eder Luis e John Cley (VAS), Elias, Hernane, Léo Moura e Thomás (FLA)
Cartão vermelho: Não houve
GOLS: Hernane, 24'/1ºT (0-1); Nixon, 30'/1ºT (0-2); Pedro Ken, 32'/1ºT (1-2), Cleber Santana, 32'/2ºT (1-3), Rafinha, 18'/2ºT (1-4), Dakson, 27'/2ºT (2-4)
VASCO: Alessandro, Abuda, André, Dedé, Wendel; Fillipe Soutto, Pedro Ken, Jhon Cley (Dakson, intervalo), Bernardo; Eder Luis e Leonardo (Tenório, 12'/2ºT). Técnico: Gaúcho.
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, González, Renato Santos, João Paulo; Cáceres, Ibson (Renato, 17'/2ºT), Elias; Rafinha (Thomás, 22'/2ºT), Hernane e Nixon (Cleber Santana, intervalo). Técnico: Dorival Júnior.


Maestro Felipe estreou bem.
Fluminense 2 x 2 Friburguense

Na reestreia de Felipe, o visitante abriu dois gols no placar, mas o Flu reagiu e buscou o empate.

No primeiro tempo, o Fluminense mostrou desentrosamento e os melhores lances foram do time de Friburgo, que chegou a acertar duas bolas no travessão. Felipe fazia boa partida, mas os constantes erros do time, principalmente de Rhayner, não deixavam o Flu chegar com perigo ao ataque.

Na volta do intervalo, o Friburguense abriu o placar. Aos 2 minutos, Jorge Luiz recebeu na área e pegou de bate-pronto para estufar as redes. Aos 12, Abel mexeu no time e pôs Fred e Marcos Júnior nas vagas de Edinho e Samuel. Aos 19, o goleiro Adilson repôs a bola rapidamente para Ziquinha no campo de ataque. O atacante ganhou na velocidade e encobriu um indeciso Diego Cavalieri, que não saiu de encontro à bola e acabou ficando no meio do caminho.

O Time de Guerreiros foi para cima e diminuiu aos 25, em gol de Marcos Júnior, que aproveitou desvio da zaga em chute de Wellington Silva. Aos 38, Eduardo cobrou escanteio e Anderson subiu para desviar de cabeça e empatar e dar números finais ao jogo.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 2 FRIBURGUENSE

Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 30/1/2012 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (RJ) e Jackson Lourenço dos Santos (RJ)
Renda e público: R$ 22.290,00/ 1.523 pagantes/ 2.864 presentes
Cartões amarelos: Rhayner (FLU); Diego Guerra, Flavinho (FRI)
Cartões vermelhos: Rhayner 40'/2ºT

Gols: Jorge Luiz, 2'/2ºT (0-1), Ziquinha, 19'/2ºT (0-2), Marcos Júnior, 25'/2ºT (1-2) e Anderson, 38'/2ºT (2-2)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Wellington Silva, Elivélton, Anderson e Monzón; Edinho (Fred, 12'/2ºT), Diguinho, Felipe e Wágner (Eduardo, 32'/2ºT); Rhayner e Samuel (Marcos Júnior, 14'/2ºT). Técnico: Abel Braga.

FRIBURGUENSE: Adilson Junior; Sérgio Gomes, Cadão, Diego Guerra e Flavinho; Zé Vitor, Lucas, Marcelo (Elan, 21'/2ºT) e Jorge Luiz; Rômulo e Ziquinha (Lohan, 28'/2ºT). Técnico: Gérson Andreotti.


Lodeiro "fala" em sua
"chuteira-celular".
Audax 0 x 4 Botafogo

Em grande atuação, Botafogo goleia o Audax com facilidade. Uruguaio Lodeiro se destacou.

Assim como o local da partida, o jogo começou quente. Aos 22 minutos, Lodeiro recebeu na intermediária e arriscou de longe. A bola entrou no ângulo, mesmo após leve desvio do goleiro. Golaço.

Aos 35, o Fogão ampliou após Lodeiro tocar para Fellype Gabriel dentro da área. O meia/volante bateu rasteiro e cruzado, sem chances para o goleiro.

Na segunda etapa, o Botafogo veio disposto a matar qualquer chance do adversário. Aos 2, o garoto Vitinho, que fazia sua estreia entre os titulares, arrancou e chutou em cima do goleiro. A bola voltou na zaga e sobrou para o sempre oportunista Bruno Mendes marcar seu primeiro gol no ano.

Oito minutos depois do terceiro gol, Andrezinho cobrou escanteio, Bruno Mendes desviou e Bolívar ampliou quase embaixo da trave. A festa ficou completa depois que Vitinho, o Yaya Touré de General Severiano, saiu para a entrada de Seedorf.

Torcida satisfeita, Placar dilatado e o Botafogo vai mostrando sua cara em 2013.

FICHA TÉCNICA
AUDAX RIO 0 X 4 BOTAFOGO
Estádio: Moça Bonita (RJ)
Data/hora: 30/1/2013 - 17h (de Brasília)
Árbitro: Grazianni Maciel Rocha
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique e Carlos Henrique Alves de Lima
Cartões amarelos:
 Bruno Mendes (BOT), Romário e Nélio (AUD)
Renada e público:
 R$ 25.350/ 1.154 pagantes

Gols: Lodeiro, 21'/1ºT (0-1), Fellype Gabriel, 34'/1ºT (0-2), Bruno Mendes, 2'/2ºT (0-3), Bolívar, 10'/2ºT (0-4)
BOTAFOGO: Jefferson; Gilberto (Jadson, 24'/1ºT), Bolívar, Antônio Carlos e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Fellype Gabriel (Júlio César, 30'/2ºT), Lodeiro, Andrezinho e Vitinho (Seedorf, 26'/2ºT); Bruno Mendes. Técnico: Oswaldo de Oliveira.
AUDAX RIO: Douglas Leite (Rafael - intervalo); Adriano, Pedrão, Fabiano Eller e Romário; Andrade, Leandro Bonfim e Nélio (André Castro, 22'/2ºT); Hyuri (Ivan Júnior - intervalo), Wellington e Denilson. Técnico: Maurício Barbieri.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.