segunda-feira, 18 de março de 2013

Pela 1ª rodada da Taça Rio, Fogão goleia, Flu vence apertado e Vasco e Flamengo são derrotados.

Por William Amaral

Esquentado como sempre, Alex Silva
não foi bem na zaga.
Flamengo 2 x 3 Resende

O jogo de abertura da Taça Rio aconteceu na quarta-feira, porém o Flamengo, que passou a fase de classificação ta Taça Guanabara invicto, decepcionou e foi derrotado de virada pelo Resende.

O Mengão começou melhor no jogo. Aos 23, Léo Moura achou Hernane na área e o artilheiro cabeceou bem para abrir o placar. Sete minutos depois, Elias tabelou com Hernane e bateu de fora da área para ampliar o placar. O jogo parecia sob controle para o Flamengo e os times foram para o vestiário.

Na volta do intervalo, o time rubro-negro relaxou e o Resende foi pra cima com tudo. Logo aos 3 minutos, Roberto encobriu Felipe e diminuiu. A pressão permaneceu forte e aos 15 minutos, Elias cabeceou para empatar a partida. A essa altura, as atuações dos zagueiros Alex Silva e Marcos González já era desastrosa, porém piorou. Aos 23, Marcel cobrou falta para a área e Dudu desviou de cabeça para virar o jogo.

Após sofrer o terceiro gol, o Flamengo partiu desesperadamente ao ataque, mas esbarrou no próprio nervosismo, não sendo capaz de criar grandes oportunidades e saiu de campo derrotado.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 2 X 3 RESENDE
Estádio: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 13/03/2013 - 22h (de Brasília)
Árbitro: Maurício Machado Coelho Júnior (RJ)
Auxiliares: Daniel do Espírito Santo(RJ) e José Carlos Batista (RJ)
Renda e público: R$ 35.270,00 / 1.413 pagantes
Cartões Amarelos: Rodolfo e Cáceres (Fla), Denilson e Mauro (Res)
Cartões vermelhos: Não houve
GOLS: Hernane, 23'/1ºT (1-0); Elias, 30'/1ºT (2-0); Robert, 3'/2ºT (2-1); Elias, 15'/2ºT (2-2); Dudu, 23'/2ºT (2-3)
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Alex Silva, González e João Paulo; Cáceres (Carlos Eduardo), Ibson (Cleber Santana) e Elias; Rodolfo (Gabriel), Rafinha e Hernane. Técnico: Dorival Júnior.
RESENDE: Mauro, Felipe Souza, Dudu, Admilton e Tiago Silva (Marcelo); Léo Silva, Denilson, Hiroshi e Marcel, Leo (Robert) e Elias. Técnico: Eduardo Allax


Com um gol e duas assistência,
Rafael foi o destaque do jogo.
Botafogo 4 x 0 Quissamã

No sábado, foi a vez do campeão da Taça Guanabara debutar na Taça Rio. De bem com a torcida, o Fogão goleou o time do interior com direito a gol de Rafael Marques.

O jogo começou bem morno. Aos 32, Júlio César arriscou de longe e abriu o placar para o Botafogo. O lateral-esquerdo já havia acertado a trave minutos antes. Jefferson fazia boa partida, como sempre, e garantia na defesa.

Na volta do intervalo, o time mostrou maior confiança e conseguiu a goleada. Logo nos primeiros minutos, Lodeiro arrancou e cara a cara com o goleiro tocou de lado para Seedorf, que perdeu com incrível batendo por cima. A pressão era grande e aos 23, Rafael Marques fez o pivô para Lodeiro bater rasteiro e ampliar. Cinco minutos depois, Rafael Marques fez nova assistência, dessa vez para Fellype Gabriel tocar na saída do goleiro e marcar o terceiro.

Ainda deu tempo para o outrora criticado Rafael Marques fazer seu gol. Após linda troca de passes, Gabriel rolou com açúcar para o centroavante bater com categoria, no cantinho e fechar o placar. Bela atuação do Botafogo, principalmente no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 4 X 0 QUISSAMÃ
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 16/3/2013 - 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa
Auxiliares: Eduardo de Souza Couto e Silbert Faria Sisquim
Cartões amarelos: Gabriel (BOT); Fabrício, Gustavo (QUI)
Cartões vermelhos: -
GOLS: Julio Cesar, 32'/1ºT (1-0); Lodeiro, 23'/2ºT (2-0); Fellype Gabriel, 28'/2ºT (3-0); Rafael Marques, 36'/2ºT (4-0)
BOTAFOGO: Jefferson, Lucas, André Bahia (Rodrigo Defendi, 28'/2ºT), Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos (Lucas Zen, 38'/2ºT) e Gabriel; Lodeiro, Seedorf (Bruno Mendes, 35'/2ºT) e Fellype Gabriel; Rafael Marques - Técnico: Oswaldo de Oliveira.
QUISSAMÃ: Ricardo; Bruno Reis, Michel, Edson e Thiago Reis; Bruno Neves (Raphael, 28'/2ºT) , Cleiton, Kunzel e Leo Miranda (Marcelinho, 39'/2ºT); Fabrício e Arimax (Gustavo, intervalo) - Técnico: Gabriel Vieira.


Vaiado, Éder pouco fez no jogo.
Vasco 0 x 1 Volta Redonda

Com novidades na escalação, o Vasco não conseguiu uma boa atuação e diante de sua torcida foi derrotado pelo Volta Redonda.

Logo aos 10, Frontini acertou a trave do goleiro Alessandro, mostrando que a tarde seria longa para o Vasco. Um minuto depois, o zagueiro André Alves abriu o placar para o Voltaço após cobrança de escanteio. Após sofre o gol, o Gigante da Colina saiu mais para o jogo. Dakson era a principal figura em campo, levando muito perigo ao gol do Volta Redonda. O meia chegou a acertar o travessão, mas o time foi para o intervalo perdendo.

Na segunda etapa, o Vasco teve boas chances de marcar, mas Wendel, Bernardo, Carlos Alberto e Éder Luis desperdiçaram as oportunidades e o placar não foi alterado. Derrota em casa e vaias da torcida, que esperava um início de returno melhor.

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 X 1 VOLTA REDONDA

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)
Data-Hora: 17/3/2013 - 16h (de Brasília)
Árbitro: João Batista de Arruda (RJ)
Auxiliares: Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ) e Andréa Izaura Maffra (RJ)
Cartões amarelos:
 Leonardo Luiz e Da Silva (VRE); Sandro Silva (VAS)
Cartões vermelhos: -
GOL: André Alves - 11'/1°T (0 a 1)
VASCO: Alessandro; Nei, Dedé, Renato Silva e Wendel (Marlone, 30'/2ºT); Sandro Silva, Dakson (Bernardo, 13'/2ºT), Pedro Ken (Yotún, 0'/2ºT) e Carlos Alberto; Eder Luis e Romário - Técnico: Gaúcho.
VOLTA REDONDA: Gatti; Lorran, Leonardo Luiz, André Alves e Da Silva; Bruno Barra, Zé Augusto (Fernando, 34'/2ºT), Rafael Granja e Marcelo Régis (Geraldo, 40'2ºT); Léo Andrade (Sasá, 10'/2ºT) e Frontini - Técnico: Caio Lima.


Trio do Fluzão comemora gol de Nem.
Fluminense 1 x 0 Audax

Último a estrear na Taça Rio, o Tricolor bateu o Audax por uma diferença mínima, irritando a torcida presente ao Engenhão.

No primeiro tempo, houve pouca movimentação das duas equipes. Fred perdeu duas boas chances de marcar. O que é raro para o bom centroavante tricolor. Ao contrário do atacante da seleção, o goleiro Diego Cavalieri fez o que dele se espera e com uma grande defesa, garantiu o zero no placar do Audax.

Na segunda etapa, o Flu voltou melhor. Jean acertou o travessão e a pressão continuou até Wellington Nem abrir o placar aos 8, após cruzamento de Bruno. O Audax se arriscava pouco ao ataque e o Fluzão parecia satisfeito com o magro placar. No fim do jogo, Nem cruzou para Wagner, que acertou a trave. No rebote, sem goleiro, Leandro Euzébio perdeu uma chance incrível mandando também na trave, num lance que lembrou o jogo Pinball. Vaias ao fim da vitória tricolor.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1X0 AUDAX
Local: Engenhão, Rio de Janeiro (RJ)
Data/Hora: 17/3/2013, às 18h30
Árbitro: Antônio Frederico de Carvalho Schneider (RJ)
Auxiliares: Dibert Pedrosa Moisés (RJ) e Ediney Guerreiro Mascarenhas (RJ)
Público/Renda: 2.800 pagantes / R$ 38.630,00
Cartões amarelos: Carlinhos, Wellington Nem (Fluminense); Denilson, Camacho e Fabiano Eller (Audax)
Cartões vermelhos: Fabiano Eller (Audax)
GOLS: Wellington Nem, 8'/2ºT (1-0)
FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno (Wallace, 15'/2ºT), Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wágner (Felipe, 31'/2ºT); Wellington Nem, Rhayner (Rafael Sobis, 31'/2ºT) e Fred - Técnico: Abel Braga.
AUDAX: Rafael; Adriano, Anderson Luis, Fabiano Eller e Diego Maia; Andrade, Camacho, Leandro Bonfim e Hyuri; Denilson e Romulo (André, 18'/2ºT) - Técnico: Maurício Barbieri.


0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.