segunda-feira, 22 de abril de 2013

Análise da luta – Jon Jones x Chael Sonnen – UFC 159

Muito se falou desde que este combate foi anunciado. Diversos lutadores não gostaram da escolha de Sonnen, vindo de derrota para Anderson Silva nos médios, para ser o desafiante ao cinturão dos meio-pesados, pertencente a Jon Jones. Além de desafiar o campeão, o falastrão foi um dos técnicos do TUF 17. Passado toda a polêmica e falatório de todos os lados, o combate acontecerá no próximo sábado em New Jersey-EUA, pelo UFC 159.

Jones vem na provável maior sequencia de vitórias sobre nomes importantes da história do MMA. Ele enfileirou Shogun, Rampage, Machida, Evans e por último, Vitor Belfort. Dentro dessa lógica, Chael Sonnen não teria nenhuma chance, mas como se trata de MMA, tudo pode acontecer. Por sua vez, o falastrão vem de derrota por nocaute para Anderson Silva. Antes do Spider, o gângster americano venceu de forma polêmica o inglês Michael Bisping, numa luta onde muitos consideraram Bisping como vencedor.



Trocação:

sobraram cotovelos contra Evans.
Jon Jones tem uma variedade grande de golpes. Usa muitíssimo bem as cotoveladas e todos os golpes rodados. Perigosos pisões no joelho também fazem parte do arsenal do campeão. Não terá dificuldade diante de Sonnen neste quesito, visto que é o grande ponto fraco do desafiante. A surra que aplicou em Shogun responde por suas habilidades em pé.

Chael Sonnen não é bom em pé. Com mãos de almofada, o desafeto de Anderson Silva não assusta ninguém em pé. Usa de sua boa agilidade para se aproximar e buscar as quedas. Em sua última luta diante do brasileiro, foi nocauteado pela primeira vez na carreira e a chance de o segundo nocaute sair no sábado é grande.


Quedas:

 A finalização sobre Bader foi
iniciada com uma queda.
JJ: O atual campeão tem um ótimo wrestling, além de contar com o fator surpresa devido à sua grande habilidade na trocação, o que faz com que seus oponentes muitas vezes sejam surpreendidos com quedas, quando esperam por golpes em pé. Há ainda o fato de jamais ter sido quedado no UFC. Quedar Sonnen não é tarefa fácil, mas não será tão duro manter-se em pé diante do desafiante. Ele já colocou de costas para o solo o especialista em wrestling, Ryan Bader, e não foi difícil.

A amarração de Sonnen diante
de Bisping.
CS: Um dos melhores wrestlers do MMA, Sonnen pode levar qualquer lutador da categoria ao solo em sua única grande habilidade nas lutas. Quando não consegue impor seu jogo, normalmente se perde. Foi assim com Anderson Silva na segunda luta entre eles. A forma como foi facilmente quedado por Demian Maia em sua estreia no UFC também põe em cheque sua defesa de quedas.


Chão:

A kimura em Belfort.
JJ: Jones tem bom jogo de solo e tira ótimas finalizações da cartola. Suas cotoveladas costumam ser devastadoras e ele possui ótimo controle por cima, onde jamais foi raspado por qualquer adversário. Seu jogo por baixo, nunca foi testado, e Sonnen é o homem com mais capacidade de fazê-lo. Tem cinco finalizações na carreira e entre as vítimas estão nomes como Lyoto Machida, Rampage e Vitor Belfort.

o Katagatame de Sonnen
sobre Stann.
CS: Oito finalizações sofridas na carreira, sendo quatro triângulos não é um bom cartão de visitas no solo. Os treinos com renomados lutadores de jiu-jitsu, como Vinny Magalhães tem melhorado seu nível. Será interessante ver o andamento da luta caso Chael consiga colocar Jones de costas no chão. Recentemente finalizou Brian Stann, o que não é parâmetro pra nada.


Caminho para a vitória:

JJ: Aproveitar a vantagem de envergadura e trocação e maltratar Sonnen em pé. Pode derrubar e massacrar por cima também. Sua imensa vantagem técnica faz com que tenha vários caminhos para derrotar seu adversário do próximo sábado e tornar uma zebra extremamente improvável.

A luta quase perfeita de Sonnen
diante de Anderson.
CS: Sendo o maior azarão dos últimos tempos em uma disputa de cinturão, a chance de Sonnen colocar seu nome no hall dos campeões do evento é mínima. Em uma noite perfeita, o falastrão colocaria Jones de costas para o solo nos cinco rounds, como fez contra um lesionado Anderson Silva em 2010, porém a chance disso acontecer é quase nula.








0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.