sexta-feira, 26 de abril de 2013

Bernardo, do Vasco, é torturado na favela da Maré

Por William Amaral

Maracanã será reaberto amanhã com pelada de ex-jogadores.

Tortura. O jogador Bernardo do Vasco foi espancado e torturado na favela da Maré, no Rio de Janeiro, na terça-feira passada, dia 23. O meia foi à favela, convidado por Wellington Silva, do Fluminense e Charles, do Palmeiras, que são oriundos do local. Chegando lá, Bernardo foi acusado pelo chefe do tráfico da favela de se envolver com a namorada do mesmo, e foi torturado e só não foi assassinado por intervenção de seus companheiros de profissão. A mulher, que teria se envolvido com o jogador, levou, do traficante, três tiros na perna.

Reabertura. Após dois anos e meio, mais de R$ 1 bilhão investido e licitação para entregá-lo à iniciativa privada, leia-se Eike Batista, por coincidência, amigo do Governador Sérgio Cabral, o Maracanã será reaberto amanhã com uma pelada entre os amigos de Bebeto contra os amigos de Ronaldo, que hoje são inimigos do povo e tentam maquiar os absurdos da Copa-2014, porque ganham com isso. O melancólico jogo será o primeiro evento do ex-Maracanã e terá como público, operários da obra e alguns convidados. A obra ainda está em andamento e hoje e amanhã, a maquiagem para o evento será feita.

“Aquela dívida...”. Enquanto tenta se organizar, a nova diretoria do Flamengo tem de conviver com problemas e dívidas de um passado recente. Alguns jogadores têm cobrado do Mengão, os direitos de arena do clube, verba a que têm direito por terem participado de jogos com transmissão da TV. Só o zagueiro Ronaldo Angelim e o lateral-esquerdo Juan pedem cerca de R$ 2 milhões cada um. No total, aproximadamente R$ 10 milhões são cobrados do rubro-negro na justiça.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.