quarta-feira, 22 de maio de 2013

Análise da luta – Cain Velasquez x Antônio Pezão – UFC 160

No próximo sábado, Las Vegas receberá a disputa do cinturão dos pesos-pesados do UFC. Na batalha, estará o brasileiro e azarão, Antônio Pezão, que buscará melhor sorte na revanche contra o atual campeão, Cain Velasquez. A primeira luta entre os dois aconteceu há um ano, e o brazuca não passou de quatro minutos nas mãos do chicano, que na época vinha de derrota pra Júnior Cigano. Na ocasião, Pezão sofreu um profundo corte no supercílio, o que atrapalhou sua visão e o fez perder por nocaute técnico.

O banho de sangue da 1ª luta.
Vindo de duas vitórias por nocaute sobre bons lutadores como Browne e Overeem, o paraibano terá de encarar o homem que fez o então invicto no UFC, Júnior Cigano, sofrer por cinco rounds. A tarefa será árdua diante de um confiante Velasquez, que já declarou que vencerá novamente e que espera por Cigano para que desempatem o confronto.


Trocação:

a superioridade sobre Cigano.
Cain Velasquez tem evoluído constantemente no kickboxing, tendo sido melhor em pé que Cigano na última luta entre eles. Tem mãos rápidas, bons chutes, joelhadas fortes e faz muito bem a transição para sua especialidade, as quedas. Diante de Pezão, terá que ter muito cuidado com as pesadas mãos do brasileiro. Nocauteou grandes nomes como MInotauro, Brock Lesnar e o próprio Pezão.

O inesquecível nocaute sobre
Overeem.
Antônio Pezão já declarou que usará a trocação para ter o cinturão em sua posse no próximo sábado. É a arma que resta, uma vez que levar e manter Cain no solo é quase impossível. Vem em constante evolução em pé, tendo melhorado sua defesa e contra-ataque, o que o fez destruir seus dois últimos adversários. A principal dificuldade diante de Cain será a diferença de velocidade, mas lá pelo terceiro round, isso poderá não ser mais tão fundamental.

Quedas:

Uma das muitas quedas em Cigano.
CV: O campeão tenha, talvez, o jogo de quedas mais dominante da divisão. Muita força física, resistência e técnica apuradíssima fazer dele um tormento para qualquer um que queira enfrentá-lo na trocação. Derrubou o gigante Brock Lesnar e fez Cigano e o público perderem as contas de quantas vezes o brasileiro foi ao solo. Se não for nocauteado rapidamente, derrubará Pezão e poderá fazer o que mais gosta: o Ground and Pound.

AP: Possui um wrestling razoável, que é inflado por sua força física e, principalmente, seu peso. Foi capaz de derrubar Fedor como quis e ser quedado facilmente por Overeem. Diante de Cain, tentará manter a luta em pé o máximo de tempo possível. Ser quedado nesta luta não é uma opção para ele.

Chão:

CV: Sabe controlar bem seus adversários por cima, tem um jiu-jitsu de faixa-marrom pouco usado, mas sua grande arma é seu violento Ground and Pound, com socos pesadíssimos e cortantes cotoveladas, como a que atingiu Pezão há um ano. Terá que se cuidar diante do jiu-jitsu faixa-preta de seu adversário, mas isso não deve ser um grande problema.

A surra que quase aposentou Fedor.
AP: Com apenas três finalizações na carreira, sendo a última em 2009, Pezão não é um grande finalizador no MMA. É faixa-preta de jiu-jitsu e tem um Ground and Pound tão eficiente quanto o de seu adversário. O problema será a dificuldade de ter Cain por baixo. Fez Fedor sofrer, montando e quase matando a lenda com golpes por cima. Não ser nocauteado por Velasquez nos dois primeiros rounds deve elevar muito sua chance de vitória.


Caminho para a vitória:

Cain usando o GNP, como em quase
todas as suas lutas.
CV: Não é segredo para ninguém que tentará impor suas quedas, sua velocidade e preparo físico diante de Pezão. O Ground and Pound violento será colocado em cena mais uma vez e cabe ao brasileiro resistir ao poder do campeão.

AP: Resistir ao início impetuoso de Velasquez e tentar vencer na trocação. Cain já foi nocauteado uma vez e Pezão tentará ser o segundo homem a derrubar o atual campeão. Seu coração e sua raça podem ser impulsionados pelas declarações confiantes de seu adversário. O bom preparo físico do brasileiro pode ser fundamental nessa batalha.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.