quinta-feira, 30 de maio de 2013

De virada, Flu dá adeus à Libertadores

Por William Amaral

Botafogo vence, enquanto Fla e Vasco dão vexame
  
Eliminação. O Fluminense lutou, jogou bem, mas em duas bobeadas foi eliminado da Libertadores. O tricolor começou muito bem a partida, com Wellington Nem e Rhayner arruinando o esquema defensivo do time paraguaio, e foi justamente Rhayner quem abriu o placar aos 9 minutos, encobrindo o goleiro após aproveitar falha da zaga em recuo. Só dava Fluminense, até que Salgueiro, aos 35, cobrou falta da esquerda e encobriu Cavalieri. Cinco minutos depois, Digão só encostou em Bareiro e o juiz assinalou um duvidoso pênalti. Salgueiro cobrou e virou a partida. Na segunda etapa, o Fluzão foi pra cima, encurralou o Olímpia, abusou das improdutivas jogadas aéreas, assim como no primeiro jogo, e não conseguiu criar boas chances para o empate. Talvez Abel não tenha percebido que Fred não é atacante de “chuveirinho”, pois o mesmo não é “brigador”. Dessa forma, o Flu deu adeus à competição sulamericana.

Primeira derrota. Após uma boa estreia, se esperava um bom futebol do Flamengo diante da Ponte Preta, mas não aconteceu. O Urubu até começou melhor, mas aos 25 do primeiro tempo, William abriu o placar para a Ponte, ao aproveitar sobra de bola em escanteio. Aos 10 da segunda etapa, Baraka colocou o braço na bola dentro da área. Na cobrança da penalidade, Renato Abreu mandou no travessão e viu a bola ir para fora depois. O lance desanimou o time, que nada mais criou e ainda viu Cicinho arrancar pela direita desde o meio-campo, invadir a área, bater forte e contar com a falha de Felipe para matar o jogo. Elias se salvou da péssima noite do time e Renato foi escolhido como culpado pela torcida.

Vitória com sustos. O Fogão recebeu o Santos em Volta Redonda na primeira partida do Peixe sem Neymar. O alvinegro carioca não teve Seedorf, com amigdalite. O Botafogo começou arrasador. Aos 14, Fellype Gabriel aproveitou rebote do goleiro Rafael em chute de Lodeiro e marcou, de cabeça, o primeiro. Aos 21, Rafael Marques chutou de fora da área, a bola desviou na zaga santista e encobriu o goleiro Rafael. Com a vantagem, o Botafogo relaxou. Na segunda etapa, o Santos passou a gostar do jogo e começou a dar seus sustos na zaga botafoguense. Aos 26, Neílton achou Montillo dentro da área e o argentino tocou na saída de Renan para diminuir. Quatro minutos depois, o camisa 10 do Santos desperdiçou uma ótima chance de empatar. O time acordou após o lance e conseguiu anular o Santos pelo resto do jogo e garantir os três pontos.

Goleada. O Vasco foi ao Morumbi e surpreendeu o São Paulo. Na primeira etapa, a segurança defensiva do time carioca impediu que o tricolor tivesse boas chances e ainda por cima, o Gigante da Colina criou mais que o time da casa. Na segunda etapa, Aloísio entrou na vaga de Silvinho e o Vasco surpreendeu ao se desmontar. Aos 15, Luís Fabiano recebeu de Aloísio e abriu o placar e chute forte no alto. Oito minutos depois, Lucio cruzou para Aloísio, que bateu bonito para fazer o segundo. Mais quatro minutos e Carleto bateu do bico da área para ampliar. Menos de três minutos depois, Luis Fabiano fez o que quis na área e bateu no canto para marcar o quarto. Em 15 minutos, o Vasco levou quatro gols, demonstrando sua fraqueza. Aos 37, Ceni saiu jogando mal e Dakson aproveitou para diminuir. Aos 39, Luis Fabiano tocou na saída de Michel Alves, Luan tentou cortar, mas não deu. 5 a 1 e humilhação logo na segunda rodada. O Vasco precisa se esforçar desde já para evitar o rebaixamento.

1 comentários:

Anônimo disse...

O Flu deu mole...tava bem no toque de bola. Quando levou o primeiro gol se perdeu na partida. Uma pena...

André Vergueiro

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.