segunda-feira, 13 de maio de 2013

Promotora abre inquérito para investigar Quaquá e Cabral


A promotora do Ministério Público de Niterói - RJ, Dra.Renata Scarpa Fernandes Borges, instaurou, no último dia 25 de abril, o Inquérito Civil nº 26/2013 para apurar improbidade administrativa, defesa do erário, promoção pessoal e violação do Princípio de Impessoalidade em face do prefeito de Maricá, Wahington Quaquá (PT). 

O novo inquérito instaurado contra o prefeito contém os mesmos motivos que levaram a Juíza Eleitoral de Maricá, Dra. Juliane Mósso Beyruth de Freitas Guimarães, a sentenciá-lo, pela segunda vez, à inelegibilidade por 8 anos e a perda do mandato, que são os milhares de telegramas expedidos em nome próprio prefeito, convocando as pessoas para um evento de lançamento do Programa Renda Melhor, oferecendo-as R$ 300,00 (trezentos reais) para que comparecessem. 

Numa ação relevante, Renata Scarpa determinou, inclusive, que fosse encaminhada uma cópia de inteiro teor do procedimento ao Procurador Geral de Justiça para que o mesmo pudesse avaliar a conduta do Governador do Estado, Sérgio Cabral, no episódio (Sub-item 5.2 da Portaria do MP).

Ainda sobre o ato praticado por Quaquá para obter vantagens eleitorais, a Juíza Eleitoral de Maricá encaminhou o caso à Polícia Federal para apuração, tendo como investigados Washington Quaquá e Sérgio Cabral, conforme processo 393.2013.619.0055 por CRIME ELEITORAL. Confiram nas imagens:



Com informações de Ricardo Vieira Ferreira / Maricá em Foco

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.