segunda-feira, 10 de junho de 2013

Itaipuaçu: C-Parei de Maricá quer voltar

Com a aprovação do projeto de lei que autoriza a criação de novos municípios a partir das Assembléias Legislativas com certeza a população vai reativar o C-Parei.  Quem afirma é Sérgio Santos que entende ser chegada à hora de deputados com mandatos e futuros candidatos se posicionarem sobre o tema. O movimento C-Parei de Maricá voltará às ruas com a missão de conquistar adesão para as novas metas emancipacionistas.

O movimentoC-Parei, sigla da campanha para emancipação de Inoã e Itaipuaçu, foi criado em 2006 na cidade de Maricá, no Estado do Rio de Janeiro, em apoio aos anseios da população dos Distritos de Inoã e Itaipuaçu que lutam há quase 25 anos por separação e autonomia. Estes dois distritos têm hoje quase a metade da população de Maricá e praticamente a metade da área territorial.


Sergio Santos
Maricá, disse ele, com seus 362 km2 é maior que Niterói e São Gonçalo juntos e os problemas dos distritos são diferentes, mas os investimentos são sempre concentrados na sede ficando os demais com o pires na mão, esmolando soluções que nunca chegam.Segundo Sérgio Maricá cresceu além de qualquer planejamento. O Centro não suporta mais o inchaço populacional, com bancos e comércio em geral sem saber administrar as imensas filas. A Câmara Municipal já se movimenta para aumentar em uma hora o atendimento bancário, que em Maricá termina às 15h, mas, isso tudo, bancos, serviços públicos, hospital, além de atenderem de forma precária, estão situados a mais de 30 quilômetros de Itaipuaçu e a mais de 15 quilômetros de Inoã sem que o Legislativo ou o Executivo promovam qualquer gestão para descentralizar.

Itaipuaçu e Inoã voltarão com certeza com a campanha C-Parei para se tornarem independentes de Maricá e caminharem sozinhas, até porque seu colégio eleitoral é hoje de mais de 28 mil eleitores.

Fonte: Jornal Enter

17 comentários:

Anônimo disse...

Isso mesmo, vamos eleger políticos corruptos daqui. Assim poderemos vê-los todos os dias desfilarem opulência roubada dos cofres públicos em nossa cara.

Katia Albuquerque disse...

A nova cidade tem o que para se manter economicamente? É para pensar. Separar sem ter condições financeiras é dar tiro em si mesmo.

Unknown disse...

Na boa... É claro que Itaipuaçu / Inoã não tem condições financeiras para se manterem, caso se tornem um novo município, mas do jeito que está hoje não vale a pena.
"O que é um peido para quem está todo cagado?"

Anônimo disse...

eu acho ainda prematura a emancipação de inoa e itaipuaçu, é pagar mais politcos para não fazer nada!

Anônimo disse...

Sergio chama carolino pra ser seu vice a prefeito da nova itaipuacu eu nao caio mais nessa pior que ta nao fica deixa como ta tenho certerza q as coisas estao melhorando precisamos e de caras novas ideias boas vc agente ja conhece ja deu

Anônimo disse...

DE VOLTA, O C-PAREI, QUE NO ÚLTIMO PLEITO ELEITORAL, VIROU M-JUNTEI, SÉRGIO VAI BOTAR UM PIJAMA, VAI, AFINAL QUEM TEM MULHER FEIA EM CASA, TEM QUE PROCURAR ALGUMA COISA PARA FAZER, VAI PESCAR, SERGIO SANTOS.

Anônimo disse...

Caraca! Nossa chance de livrar-nos de um bando de picaretas! Vamos lá gente eis a nossa grande chance!

Alvaro Matias disse...

Meu caro Sergio!. Para de caozada, pois distrito onde nao ha industria nao cresce nunca. Acorda pra real meu caro. Pare crianca querendo fugir de casa, e sem o dinheiro da passagem!!.kkkkkkkkkkk

Anônimo disse...

Itaipuaçu é o lugar que mais atrai moradores em toda Maricá. No wikipédia eles dizem que somos apenas 30 mil moradores só em Itaipuaçu, mas está informação já está ultrapassada, pois há muitos anos leio isso no wikipédia. Sendo que essa informação de sermos 30 mil habitantes é muito anterior ao frisson causado pelo PETRÒLEO, ou seja a população já aumentou muito e eles não acertaram isso no Wikipédia. Itaipuaçu tem muito mais moradores que isso. Eu colocaria uns 15 mil a mais aí pelo menos, totalizando uns 45 mil só em Itaipuaçu, mas acho que tem muito mais que isso, já que o TERRITÓRIO DE ITAIPUAÇU é muito grande.

Anônimo disse...

DISCORDO DO COMENTÁRIO ACIMA: "Município que não há Indústria não desenvolve nunca". Em PRIMEIRO lugar há que se verificar o perfil do Município. Itaipuaçu não precisa de Indústrias para gerar emprego, já que conheço pessoas inteligentíssimas que ganham muito bem, muito bem empregadas no Rio, em Niterói, entre outras regiões metropolitanas e gastam seu dinheiro suado em Itaipuaçu, já que instalaram residência aqui e criam seus filhos aqui. OU SEJA UM EXECUTIVO MUITO BEM SUCEDIDO E RICO QUE TRABALHA NO CENTRO DO RIO pode ser seu vizinho em Itaipuaçu sem necessáriamente trabalhar no lugar.
SEGUNDO LUGAR Itaipuaçu é uma CIDADE TURÍSTICA e se tiver pessoas engajadas e políticos interessados em explorar seu imenso potencial turístico não precisará de Indústrias para poluir nosso PARAÍSO, já que poderá sobreviver do turismo (SETOR DE SERVIÇOS) e gerará muito emprego, aí sim na Região, SEM POLUIÇÃO E COM MUITOS LUCROS. Búzios e Cabo Frio nunca precisaram de Indústrias para serem ricas e famosas. E CONSIDERO ESSA A MELHOR FORMA DE DESENVOLVIMENTO. Na minha opinião depender exageradamente de Indústrias pra ser uma cidade forte ao meu ver é algo já ultrapassado e que só serve p/ gerar poluição.

Anônimo disse...

Tem PRAIAS muito populares em ITAIPUAÇU como a da RUA 1 e do RECANTO, além da AVENIDA 1 e se não me engano uma PRAIA chamada PRAIA DA 64.
A da Rua 1 é a mais popular, tem vários quiosques e restaurantes e mesmo fora de alta temporada sempre tem gente. É A PRAIA DOS FESTEIROS DA REGIÃO, já que muitas festividades da região são comemoradas com mais intensidade nessa praia, que tem um CARNAVAL muito disputado e um ANO NOVO igualmente lotado e com uma excelente queima de fogos. TODOS ADORAM ESSA PRAIA, é ótimo estar com amigos nela. aS VEZES ME SINTO NA REGIÃO OCEÂNICA DE NITERÓI quando estou nela, além disso o MAR AS vezes nos surpreende com águas mais calmas, mas não é muito comum, depende da época, do dia, MAS SEMPRE CAUTELA, POIS O MAR É OCEÂNICO.
A PRAIA DO RECANTO É A MAIS PARADISÍACA de todas e se não fosse tão abandonada pelo poder público poderia ser considerada UMA DAS PRAIAS MAIS BONITAS DO BRASIL. Lá o CANAL entra em contato com o MAR, é possível tomar um bom banho de mar, comer um bom peixe e admirar a imponente PEDRA DO ELEFANTE entrando no infinito mar com sua imensa TROMBA, fazendo uma espécie de quebra mar, por isso o banho de mar lá é bem mais tranquilo (EM QUE OUTRO MAR SE VER UMA PAISAGEM DESLUMBRANTE ASSIM), mas como em toda PRAIA OCEÂNICA de ITAIPUAÇU não se deve abusar. Além disso, apesar de Itaipuaçu não ter tradição em surfe, na PRAIA DO RECANTO as vezes tem jovens pegando onda lá. O Recanto de Itaipuaçu fica a uns 8 minutos de ITAQUATIARA (BERÇO DOS SURFISTAS DE NITERÓI) pela CERRINHA DA TIRIRICA.
No BARROCO DE ITAIPUAÇU (CENTRO DE ITAIPUAÇU) pode-se escolher entre tomar BANHO DE MAR ou de LAGOA, sendo que seguindo reto na Avenida do centro (Avenida Um) chega-se na PRAIA DA AV. UM (bem frequentada por familias e jovens que jogam volei na praia e fazem barra próximo aos quiosques) e colado ao BARROCO (CENTRO) logo atrás econtra-se uma lagoa, que apesar de relativamente abandonada, atrái muitos banhistas no verão e em dias de sol. A CRIANÇADA ADORA. No mar de Itaipuaçu tem muitas conchas, a criançada adora catar conchinhas lá e levar p/ mostrar pros parentes.
PRAIA DA 64, dizem que é legal, tem quiosques, também tem festividades, mas nunca fui.

Fernando Ricardo disse...

EMANCIPAÇÃO DE ITAIPUAÇU: NOVELA SE REPETE

Ricardo Vieira Ferreira

Sempre que passam as eleições surgem os arautos de sempre com a lenga-lenga da emancipação, panacéia para os males da região segundo eles mesmos. Tudo não passa de jogada para ver se conseguem uma boca rica num eventual município. O que se vê é a turma que se juntou ao Ricardo Queiroz e Hélcio Ângelo, muitos deles hoje abrigados no desgoverno de S. Excia. Quaquá defendendo uns trocados. Deveriam, isto sim, não induzir os eleitores aos erros com o mau exemplo. Resumindo bem a questão, trata-se de dividir a receita de Maricá e dobrar a despesa. Segundo dados da FIRJAN – Federação das Indústrias do RJ, nos últimos 58 municípios emancipados, foram criados 30 mil novos cargos e suas populações continuaram passando privações. Fica o conselho aos pregadores da emancipação: votem com consciência nas próximas eleições afastando os maus políticos e não se juntem a corruptos e aventureiros.

Gomes da Moto Gomes disse...

Nós temos é de MORALIZAR a POLITICA no Brasil, Estados e Munícipios. Fiscalizando e cobrando.
Enxugar essa maquina administrativa inoperante e cara e não criar mais cargos políticos e administrativos, como seria com mais uma Prefeitura, Câmara de Vereadores etc...
Chega de ralos, o que precisamos é de tampões.

Anônimo disse...

Eu apoio. Maricá é tão grande, que Itaipuaçu, fica esquecida. Aqui é cidade dormitório, Não tem industria, não tem grandes comercios, empregos. Vai ficar sempre por último. Só tem uma coisa: Tem que botar gente com ideias novas, disposição, e tirar esses aproveitadores, que só querem se dar bem. Tem botar gente honesta. Ai, vai funcionar.

Anônimo disse...

NO MÍNIMO QUEM É CONTRA A EMANCIPAÇÃO DE ITAIPUAÇU FAZ PARTE DOS QUE RECEBEM DO QUAQUA PARA APOIA-LO,ESTAMOS ABANDONADOS SEM NADA DE INFRAESTRUTURA ATOLADOS NA LAMA VAMOS SER INDEPENDENTES E LUTAR COM NOSSAS PRÓPRIAS CONDIÇÕES !!!!

Anônimo disse...

Sergio Santos, estou com voce e temos que quebrar esses grilhões da imcompetência do governo municipal. Eu não asfalto, quero poder sair da minha casa na rua 39 no Jardim Atlântico. Eu sou o Nestor.

pachecoantunes disse...

Emancipação sim quem fala contra ai e por que na verdade vivem do dinheiro que Itaipuaçú e Inoã explorando o nosso imposto. E mamando na teta da prefeitura ou vivendo do dinheiro de nossa arrecadação. Emancipação Já

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.