terça-feira, 11 de junho de 2013

Jovem grávida perde o bebê por negligência médica em Maricá

Outro caso de negligência médica no hospital municipal de Maricá. Dessa vez, uma jovem grávida, de apenas 20 anos, perdeu o seu bebê.

Segundo informações, a jovem deu entrada no Hospital Municipal Conde Modesto Leal no dia 26 de maio sentindo contrações na barriga. Durante o seu atendimento, o médico, identificado como Dr. Romeu, fez o toque e a liberou em seguida. Entretanto, no último domingo a jovem passou mal e retornou ao hospital, levada por familiares.

Chegando lá, durante a realização de um exame, constatou-se que o feto não apresentava  batimentos cardíacos. Alegando a falta de um aparelho de ultrassom, pois o único aparelho que tinha havia sido roubado recentemente, os funcionários disseram que nada poderiam fazer e aconselharam-na a procurar um outro hospital. Assim, a jovem foi levada por seus familiares para o hospital Azevedo Lima em Niterói,  onde, após um exame, informaram-na de que o bebê estava morto.
O bebê já estava morto na barriga da mãe
(Foto: Divulgação/arquivo pessoal)

A jovem e seus familiares ficaram inconformados pela perda da criança e culpam os profissionais de saúde do hospital de Maricá.

Uma perícia está sendo realizada na placenta da jovem e o resultado será divulgado dentro de 30 dias. 

De acordo com o atestado de óbito, o bebê morreu por asfixia.


0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.