segunda-feira, 10 de junho de 2013

Seleção vence França em amistoso

Por William Amaral

Com três vitórias, cariocas têm ótima rodada.

Goleada. A seleção brasileira enfrentou a França em Porto Alegre e acabou com um jejum de três anos e meio sem vencer um campeão mundial. Após um primeiro tempo morno, em que a França foi superior, o Brasil voltou melhor na segunda etapa e aos 8, após Luis Gustavo cometer falta não marcada em Valbuena, a bola ficou com Fred, que achou Oscar livre no meio da área e o camisa 11 e melhor em campo, abriu o placar. David Luiz, em péssima partida, quase marcou contra, não fosse a intervenção de Júlio César. Aos 39, em contra-ataque, Neymar, apagado, recebeu de Daniel Alves e ajeitou para Hernanes bater, sem jeito, de esquerda. A bola foi quicando e morreu nas redes. Nos acréscimo, Marcelo deu arrancada e sofreu pênalti. Na cobrança, Lucas deslocou o goleiro e fechou o placar. A próxima partida da seleção será contra o Japão, no sábado, já pela Copa das Confederações.

Primeira vitória. Sem Jorginho no comando e com novidades em campo, o Flamengo bateu o Criciúma, fora de casa, por 3 a 0. O treinador interino, Jaime de Almeida, mandou a campo Samir e Wallace na zaga, Diego Silva de volante, Carlos Eduardo na meia e promoveu a volta de Gabriel. A expulsão de Fabinho, aos 16 do primeiro tempo, ajudou muito o Flamengo, que abriu o placar com Hernane, aos 37. Aos 7 da segunda etapa, Gabriel aproveitou rebote em chute de Léo Moura e ampliou. O time da casa não demonstrava reação e levou o terceiro em gol olímpico de Gabriel. O goleiro chegou a espalmar a bola para fora, mas a mesma já havia cruzado a linha. Primeira vitória do Mengão no campeonato, que só voltará depois da disputa da Copa das Confederações.

Empate em casa. O Vasco recebeu o Bahia, em Volta Redonda, e não teve vida fácil. Logo aos 7, Fernandão recebeu lançamento e tocou por cima de Michel Alves para abrir o placar para os visitantes. A equipe de Paulo Autuori foi em busca do empate. Carlos Alberto se jogou na área, o juiz foi na dele e marcou pênalti. O próprio camisa 10 cobrou e empatou a partida. O jogo ficou disputado até Diones ser expulso no início do segundo tempo. O Vasco se mandou para o ataque, chegou a acertar uma bola na trave, mas não conseguiu mudar o resultado da partida.

Vitória fora e G-4. O Botafogo foi ao Moisés Lucarelli enfrentar a Ponte Preta e voltou com um bom resultado. O jogo começou disputado, até que a técnica fez a diferença. Aos 31, Fellype Gabriel recebeu lateral, tocou de calcanhar por cima, Rafael Marques tocou de cabeça e Seedorf chutou de direita para abrir o placar. Tudo de primeira. Golaço. Cinco minutos depois, Seedorf cobrou escanteio, Bolívar tocou de cabeça para o meio da área e Antônio Carlos completou para as redes. A Ponte não chegou a assustar no restante da partida, enquanto o Botafogo quase chegou ao gol com Vitinho, que mandou na trave. Ao lado de Seedorf, a revelação alvinegra foi o destaque do jogo. O Fogão está na terceira colocação.
  
Virada emocionante. O Fluminense recebeu o Goiás em Macaé, e jogava melhor até Rhayner ser infantilmente expulso no fim do primeiro tempo, ao dar um carrinho perigosíssimo no goleiro adversário. Com um a mais, o Goiás foi para cima e aos 25 minutos, Vitor deu arrancada, tabelou com um companheiro, trombou com Bruno, saiu na cara de Berna e deu um belo toque por cima do goleiro tricolor. Aos 37, Sóbis fez jogada individual pela direita, driblou dois, trouxe para o meio e de esquerda mandou uma bomba no ângulo, lembrando os melhores momentos de sua carreira no Inter. Quatro minutos depois, Carlinhos cruzou da esquerda, Gum tocou de cabeça para o meio e o garoto Denílson, de 17 anos, completou para o gol. Êxtase do time e da torcida na comemoração. O Flu é o 4º colocado, com 9 pontos e um jogo a menos.

UFC. Na noite de sábado, o UFC on Fuel TV 10 agitou Fortaleza e na luta principal, Fabrício Werdum finalizou Minotauro no 2º round, com uma chave de braço. Pela final do TUF Brasil 2, Léo Santos finalizou Willian Patolino, também no 2º round, com um katagatame. O evento bateu o recorde de finalizações em uma noite: 8. Destacaram-se neste quesito: Erick Silva, que ganhou o prêmio de melhor finalização da noite, Daniel Sarafian, Rony Jason, Antônio Braga Neto e Raphael Assunção. O nocaute da noite ficou com Thiago Silva, que derrubou Rafael Feijão com socos ainda no primeiro round, virando uma luta que estava melhor para seu oponente. Os dois faturaram o prêmio de melhor luta da noite.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.