quinta-feira, 11 de julho de 2013

Flamengo vence ASA pela Copa do Brasil

Por William Amaral

Galo na final, Dorival no Vasco e Flu no Maraca

Nixon resolveu. O Flamengo visitou o ASA pela primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil, e dominou o adversário desde os primeiros minutos. Fora uma incrível defesa de Felipe aos 30 minutos, só deu Flamengo, que esbarrou na falta de pontaria e não conseguiu marcar no primeiro tempo. Na segunda etapa, o panorama se repetia, até que Mano Menezes, aos 15, pôs Nixon na vaga de Val. Três minutos após as alterações, Nixon ganhou dividida com o zagueiro dentro da área e cruzou para Marcelo Moreno, que só empurrou para as redes. Aos 27, foi a vez de Marcelo Moreno servir Nixon. O centroavante tocou para o garoto, que arrancou para a área e tocou com categoria na saída do goleiro. Foi só. Com a vantagem, é quase certo que o Flamengo se classifique para a próxima fase. O jogo marcou também a primeira vitória do time sob o comando de Mano Menezes.

Galo na final. Foi sofrido, mas o Atlético-MG conseguiu reverter a vantagem conquistada pelo Newell1s Old Boys no primeiro jogo das semifinais. Logo aos 3, Ronaldinho deu ótimo passe para Bernard, que bateu na saída do goleiro e abriu o placar. Apesar da pressão do time da casa, o placar se manteve para o segundo tempo. Os refletores falharam e a partida ficou interrompida por 11 minutos. No retorno, Guilherme, aos 50 minutos, bateu de fora da área e fez o segundo do Galo. A decisão foi então para os pênaltis. Jô e Richarlyson perderam pelo Atlético, enquanto Casco, Cruzado e Maxi Rodríguez, que parou em Victor, perderam para o Newell’s e o Galo foi para a final contra o Olímpia-PAR. Essa será a primeira final de Libertadores do time mineiro.

Técnico novo. Após a já previsível saída de Paulo Autuori por conta dos salários atrasados, o Vasco contratou o velho conhecido Dorival Júnior. O treinador comandou o clube na volta à Série A, em 2009. O Gigante da Colina tinha uma dívida de R$ 750 mil com Dorival, mas a pendência foi resolvida no novo contrato do técnico. No próximo domingo, no clássico contra o Flamengo, Dorival Júnior já estará no banco de reservas para comandar o time.

Negócio fechado. O Fluminense é o primeiro clube carioca a fechar contrato com o Consórcio Maracanã para jogar no estádio. O acordo, válido por 35 anos, dará ao Fluminense uma participação em 56,6% da receita dos ingressos vendidos, porém o clube não poderá explorar bares, restaurantes e estacionamento, cujas rendas ficarão para o Consórcio. O Flu assinou em condições já rejeitadas pelo Flamengo, que visa mais lucro. É improvável que um acordo tão longo ainda seja vantajoso ao final do contrato e o Fluminense se prendeu a isso, talvez em uma “troca” pelo terreno cedido pela Prefeitura do Rio para a construção de um CT. Vale lembrar que as candidaturas do Prefeito e do Governador do Rio de Janeiro foram, em parte, bancadas pela Odebretch, que detém 90% do Consórcio Maracanã.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.