domingo, 4 de agosto de 2013

Bandido acusado de matar DJ é preso em Itaipuaçu

Policiais da 21ª DP (Bonsucesso) prenderam, na tarde desta sexta-feira, no interior de uma casa de praia em Itaipuaçu (Maricá), o traficante Leandro Souza da Silva, conhecido como Buda, acusado de ser um dos assassinos de Raphael Rodrigues Paixão, o DJ Chorão, em setembro de 2012.

Buda, procurado
O DJ desapareceu após ter sido abordado por traficantes no instante em que chegava em casa, momentos depois de ter saído de um baile na favela Parque União. De acordo com relatos de testemunhas, após a abordagem de alguns bandidos, Chorão tentou fugir mas acabou levando um tiro na perna, sendo capturado, torturado e supostamente morto por eles.

Contra Buda, integrante da quadrilha e suspeito de ter matado o músico, havia dois mandados de prisão, sendo um pelo homicídio do DJ e outro como foragido do sistema prisional. O acusado deixou a cadeia em 2008, após um benefício, e nunca mais voltou.

DJ Chorão, a vítima
A investigação da morte do DJ feita, inicialmente, pela 21ª DP e repassada para a Divisão de Homicídios (DH) apontou que Chorão estava namorando a ex-companheira do traficante. Quando Buda deixou o presídio, tentou reatar o namoro, mas a jovem não quis. No ano seguinte, ela ficou grávida de Chorão e esse fato teria causado revolta no traficante.

Além de responder pelo homicídio, Buda foi autuado por porte ilegal de arma e ainda é investigado por suspeita de integrar o tráfico de drogas nas favelas Parque União e Nova Holanda, em Bonsucesso.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.