segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Botafogo vence Lusa e se mantém líder

Por William Amaral

Flu vence, Fla empata e Vasco perde

Consolidação. O Botafogo foi ao Canindé e vence a Portuguesa por 3 a1. De quebra, se manteve na liderança do Brasileirão. O Fogão começou o jogo nervoso, com direito à reclamação por pênalti em Seedorf, que foi ignorado pelo juiz e discussão do holandês com o lateral-direito Gilberto. A Lusa aproveitou para jogar futebol e exigiu boas defesas de Jefferson, que garantiu o zero no placar. Na volta do intervalo, o time da casa continuou pressionando, mas quem abriu o placar foi o alvinegro. Aos 20, Seedorf cobrou escanteio na cabeça de Bolívar, que testou para as redes. Cinco minutos depois, a Lusa respondeu na mesma moeda. Escanteio batido por Corrêa e cabeçada fatal de Luís Ricardo. O Botafogo gostou do chumbo trocado e um minuto depois, Rafael Marques recebeu na área e soltou a bomba para marcar o segundo. A Lusa sentiu o golpe e aos 32, Elias recebeu belo passe de Seedorf e bateu cruzado para selar a vitória. O Fogão chegou aos 29 pontos e esta um a frente do vice-líder, Cruzeiro.

Derrota em casa. O Vasco recebeu o Grêmio em São Januário e amargou uma derrota por 3 a 2 para o time de Renato Gaúcho. Parecendo querer bater o recorde de ódio de uma torcida por um atleta, o estreante Cris, experiente zagueiro, falhou logo aos 5 minutos, deixando Barcos livre para receber cruzamento dentro da área, matar a bola e tocar no canto. A resposta vascaína veio aos 25, depois que Juninho cobrou falta pelo alto, Alex Telles desviou e marcou contra. Onze minutos depois, o time gaúcho ampliou em belo chute de Ramiro, que acertou o ângulo, mesmo de longe. Na segunda etapa, Barcos repetiu a dose, e com 5 minutos, se livrou facilmente de Cris e de mais dois marcadores que tentaram auxiliar o zagueiro e bateu firme. O goleiro Diogo Silva ainda tocou na bola, mas não conseguiu a defesa. O Vasco tentou a reação, mas só conseguiu um gol aos 41 minutos, quando André aproveitou sobra de escanteio e, de cabeça, empurrou para as redes. Foi só. O Vasco se manteve com 19 pontos e está agora na 11ª posição.

Vitória importante. Jogando fora de casa contra o Náutico, o Flu venceu e lembrou o campeonato do ano passado, quando, mesmo sem ter grandes atuações, derrotava os adversários. Os primeiros quarenta e cinco minutos foram truncados, sem boas jogadas de ambos os lados e os lances de perigo foram raros. Na segunda etapa, Vanderlei Luxemburgo mexeu no time, promovendo as entradas de Felipe e Wagner nos lugares de Jean e Kennedy, porém quem quase abriu o placar foi o Náutico, que parou em Cavalieri e na trave, em finalização de Maikon Leite. Aos 21, Luxa mexeu novamente e pôs Samuel no lugar de Sóbis. Em quatro minutos, o jovem atacante justificou sua entrada. Ele recebeu de costas, deu lindo drible em João Felipe, cortou também Jean Rolt e soltou a bomba, sem chances para o ex-companheiro Ricardo Berna. Gol de craque. Após o gol, o time pernambucano se lançou ao ataque e para lembrar 2012 novamente, Cavalieri fez uma grande defesa no último lance do jogo. O tricolor foi aos 18 pontos e está na 13ª colocação.

Empate ruim. Enfrentando o ameaçado São Paulo no Mané Garrincha, o Flamengo não saiu do zero e esteve próximo à derrota, não fosse o goleiro Felipe, que pegou pênalti no fim. O Mengão começou melhor, mas a boa marcação do tricolor paulista dificultou as ações do rubro-negro. Elias, melhor do Fla em todo o campeonato, foi muito bem marcado e não conseguiu produzir como nas partidas anteriores. Na segunda etapa, o São Paulo cresceu e perdeu boas chances de marcar. Aos 42, Luiz Antônio derrubou Lucas Evangelista na área. Pênalti. Jádson foi para a bola e parou no goleiro Felipe. Com o empate, o São Paulo chegou a 12 jogos sem vitória no Brasileirão. Já o Flamengo foi à 19 pontos e está na 12ª posição.

UFC. No UFC on Fox Sports 1, que rolou no sábado, o brasileiro Maurício Shogun decepcionou e foi facilmente derrotado por Chael Sonnen através de uma guilhotina no 1º round. No Co-Main Event, Travis Browne nocauteou Alistair Overeem com um lindo chute frontal, no melhor estilo Anderson Silva. Iuri Marajó, brasileiro, foi derrotado por Urijah Faber na decisão unânime. Outro brazuca do evento, Diego Brandão salvou a noite tupiniquim, vencendo Daniel Pineda na decisão unânime dos juízes. Outros destaques foram as vitórias de Matt Brown e Michael Mcdonald sobre Mike Pyle e Brad Pickett, respectivamente.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.