quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Fla vence Cruzeiro e se classifica na Copa do Brasil

Por William Amaral

Botafogo também passa e Flu é eliminado

Vitória ao estilo Flamengo. Literalmente, em casa, o Flamengo venceu o Cruzeiro com gol de Elias no fim e garantiu passagem à próxima fase da Copa do Brasil. Com mais de 50 mil rubro-negros apoiando o time, Mano Menezes pôs o time jogando de forma ofensiva e o Cruzeiro sucumbiu à pressão. O Mengão atacava principalmente pela direita, com Luiz Antônio e Elias. O primeiro momento de real perigo foi produzido pelos mineiros, quando Egídio cruzou, Willian desviou e o goleiro Felipe espalmou pra escanteio. No referido escanteio, Dedé aproveitou o cruzamento e bateu de direita para o gol. João Paulo salvou em cima da linha. Para o segundo tempo, Mano sacou Cáceres, lesionado e pôs Paulinho em campo, a torcida, a exemplo do time, também foi pra cima do adversário e os dois cresceram. Elias, de cabeça, quase marcou aos 15. Aos 20, Carlos Eduardo marcou, mas o lance foi anulado por falta de Moreno sobre o goleiro Fábio. Aos 29, os visitantes tiveram gol de Vinicius Araújo anulado por impedimento. Aos 42, finalmente o gol. Paulinho recebeu pela direita e cruzou rasteiro para trás, Elias que esperava pela bola, bateu colocado no contrapé de Fábio e fez a torcida rubro-negra explodir. Há tempos não se via um gol tão comemorado e tão emocionante pelas circunstâncias deste duelo. Nas quartas-de final, o Mengão enfrentará o Botafogo.

Empate emocionante. Em mais uma grande partida, Botafogo e Atlético protagonizaram um belo futebol, que teve o alvinegro carioca como real vencedor. Sem Vitinho, mas com a vantagem conquistada no primeiro duelo, o Fogão foi para o jogo sabendo o que precisava fazer para ganhar a vaga. O Galo engoliu o time de Oswaldo de Oliveira nos minutos iniciais. Ronaldinho comandava as ações e Jefferson era o responsável por salvar a pátria botafoguense. Após muita pressão, o time da casa abriu o placar aos 38. Fernandinho passou por dois e cruzou rasteiro da esquerda para Marcos Rocha, que, livre, só completou para as redes. O Botafogo voltou disposto a marcar na segunda etapa e foi o que aconteceu. Logo aos 5, Júlio César fez grande jogada pela esquerda e rolou para Alex, que bateu na orelha da bola e a viu ir para os pés de Rafael Marques, que não desperdiçou a chance do empate. Após o gol botafoguense, o Galo intensificou a pressão e Fernandinho quase marcou, mas foi frustrado pela ótima fase de Jefferson, que desviou e viu a bola acertar o travessão. Aos 11, Tardelli fez grande jogada pela direita e cruzou rasteiro para Fernandinho completar, dessa vez, sem chances para Jefferson. Cinco minutos depois, após cobrança ensaiada de falta e bate-rebate na área, a bola sobrou para Dória chutar firme e empatar novamente a partida. Os dois times continuaram em busca do gol, mas o placar não mais foi alterado e a classificação ficou com o Fogão, que enfrentará o Flamengo na próxima fase.

Eliminação fora. Com a vantagem de ter feito 1 a 0 no primeiro duelo das oitavas-de-final, o Fluminense não foi capaz de parar o Goiás e a fome de jogo de seu principal jogador, Walter. Apático, o tricolor praticamente assistiu ao Goiás jogar. O time da casa só mostrou inspiração nos minutos finais da primeira etapa. Aos 44, Hugo acertou o travessão em cabeçada próxima ao gol. Dois minutos depois, Walter rolou para Renan Oliveira, que arrancou, passou como quis por Anderson e finalizou no canto de Cavalieri para abrir o placar. Na volta do intervalo, o time goiano continuou pressionando em busca do segundo gol, que saiu logo aos 9 minutos. Walter ganhou no corpo de Igor Julião, que ficou no chão reclamando de falta, e rolou para William Matheus, livre, carregar a bola e tocar na saída de Diego Cavalieri. Todo o time tricolor foi reclamar com o árbitro, pedindo falta do centroavante gordinho no lateral-direito, mas de nada adiantou. Quatro minutos depois, Hugo recebeu livre pela esquerda e rolou para Walter, que, sem goleiro, furou feio. O Flu precisava reagir, e Luxa mexeu, tornando o time mais ofensivo. Fred apareceu para o jogo em algumas finalizações e na mais perigosa delas, acertou a trave goiana em chute de direita. Não houve força para buscar o gol e o tricolor foi eliminado em uma atuação medíocre.

UFC. Rolou ontem o UFC Fight Night 27, e no duelo principal, na categoria meio-médio, o ex-desafiante ao cinturão, Carlos Condit, nocauteou o dinamarquês Martin Kampmann no 4º round. Grande atuação de Condit e luta eleita como a melhor da noite. No Co-Main Event, o único brasileiro no evento, Rafael dos Anjos bateu o perigoso Donald Cerrone na decisão unânime. Com o resultado, Rafael subiu no ranking do peso-leve e se aproximou de uma disputa de cinturão. No card preliminar, destaque para a atuação do meio-médio e estreante no evento, Brandon Thatch, que surrou o experiente Justin Edwards e venceu a luta em pouco mais de um minuto por nocaute, que foi considerado o melhor da noite.

Protesto na arquibancada. Talvez amparada pela diretoria do clube, a torcida do Flamengo estendeu uma faixa no Maracanã, protestando contra o Consórcio que administra o estádio. Após alguns desgastes na relação da diretoria flamenguista com o Consórcio, a torcida, até então conformada com o absurdo que se tornou a privatização do Maracanã, resolveu agir. A diretoria rubro-negra torce para que o Governo volte a ter controle do estádio, podendo assim, não ter que dividir o lucro com o Consórcio, que nada gastou na reforma do maior estádio brasileiro e apenas colhe os louros na administração do Maraca. Além disso, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, pediu uma audiência com o governador Sérgio Cabral. Na referida reunião, o dirigente pretende discutir um modelo de administração do Maracanã feito pelos quatro grandes clubes do Rio.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.