segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Fogão empata, Fla, Flu e Vasco perdem na rodada

Por William Amaral

UFC, Kaká no Milan, Bale no Real e mais
   
Empate inesperado. O Botafogo recebeu o São Paulo no Maracanã e não conseguiu sair do 0 a 0 com os paulistas, que estão na zona de rebaixamento. Em um primeiro tempo magro em oportunidades de gol, os são-paulinos por pouco não marcaram com o ex-botafoguense Antônio Carlos, que recebeu cruzamento rasteiro, mas furou no momento da conclusão. Logo no início da segunda etapa, a zaga do time paulista se enrolou na saída de bola e viu Elias aproveitar para servir Seedorf, que de esquerda, mandou uma bomba no travessão. Após o lance, o jogo não teve melhores chances de gol, tendo em uma cabeçada de Lodeiro rente à trave, seu melhor momento. A falta de ímpeto das duas equipes deu a impressão de que ambas estavam satisfeitas com o resultado que terminou mesmo no 0 a 0. O Fogão foi a 30 pontos, mas caiu para a 4ª posição.

Derrota em casa. Em má fase, o Fluminense recebeu o Santos no Maracanã e foi derrotado por 2 a 0. Logo aos 11 minutos, o tricolor sofreu um “gol de pelada”. Em lateral pelo lado esquerdo de seu campo de defesa, os jogadores do Flu apenas observaram Cicinho arremessar para Alan Santos, que livre no bico da área, devolveu para Cicinho, que com liberdade cruzou rasteiro. Thiago Ribeiro se antecipou à marcação e, de carrinho, abriu o placar. Sem forças para reagir, o Flu levou o segundo gol aos 28 minutos, quando Cícero cobrou falta com força. Cavalieri ainda tocou na bola, mas não evitou que a mesma encontrasse as redes. Na volta do intervalo, Luxa fez 3 substituições e o Fluminense apresentou leve melhora. Melhora essa que foi pelos ares, quando Fred apresentou lesão na coxa e teve de ficar em campo pelo fato do time ter realizado as três substituições possíveis. A partir daí, o Santos tomou conta da partida e chegou a ter boas chances de marcar o terceiro gol, enquanto o tricolor sucumbiu ao mau futebol e às vaias dos pouco mais de 10 mil presentes no estádio. Com o resultado, o Flu permaneceu com 18 pontos e está na 16ª posição, na porta da zona de rebaixamento.

Jogaço. O Vasco foi ao Mineirão enfrentar o líder Cruzeiro e vendeu caro a derrota por 5 a 3. Os mineiros começaram com tudo e marcaram logo aos 29 segundos de jogo, após Ceará cobrar lateral para a área e Willian desviar para o fundo das redes. Aos 18, Fagner tocou para o garoto Willie, que da entrada da área acertou um belo chute no ângulo de Fábio, empatando a partida. O Vasco melhorou, mas sofreu o segundo gol aos 32, em chute forte de Lucas Silva, que arriscou de longe. Seis minutos depois, Julio Baptista cobrou falta com categoria e não deu chances a Diogo Silva. A reação vascaína não tardou e aos 40, André aproveitou cruzamento de Fagner e, de peixinho, diminuiu. Três minutos depois, Willie aproveitou sobra de bola na área, matou no peito, tirando o marcador da jogada, e bateu rasteiro no canto, sem chances de defesa. Depois do movimentado primeiro tempo, as equipes voltaram mais cautelosas do intervalo e “somente” aos 22 minutos saiu um gol. Lucas Silva soltou outra bomba de fora da área e marcou o quarto dos mineiros. Aos 41, em contra-ataque, Ricardo Goulart deixou Vinícius Araújo na cara do gol e o atacante fechou a conta. Belo jogo, mas que não somou pontos ao Vasco. O Gigante da Colina permanece com 20 pontos, ocupando a 14ª colocação.

Vexame. O Flamengo foi ao Pacaembu visitar o Corinthians e voltou com uma grande derrota nas mãos. Após derrotar o Cruzeiro e empolgar sua torcida no meio da semana, o jogo contra o Corinthians foi cercado de uma expectativa de novos tempos na Gávea, mas o que se viu foi o mesmo time perdido de alguns jogos atrás. Aos 24 minutos, Romarinho tabelou com Douglas e cruzou rasteiro para Alexandre Pato, que só empurrou para o gol. A resposta quase veio em seguida com Elias, mas quem ampliou foi o time da casa. Aos 34, Douglas lançou Pato, que driblou Felipe e, quase sem ângulo, marcou. Na volta do intervalo, o rubro-negro seguiu sendo dominado e teve apenas uma boa chance em cobrança de falta de Chicão, que passou rente à trave. Aos 29, Pato aproveitou sobra de cruzamento e bateu forte. A bola explodiu em Chicão, mas no rebote, Romarinho aproveitou para ampliar o placar. Aos 39, Douglas lançou Emerson, que sofreu pênalti de João Paulo. Guerrero cobrou e fechou a conta rubro-negra. Péssima partida do Urubu, que continua com 19 pontos e está na 15ª colocação.

UFC. No sábado, rolou o UFC 164 e na luta principal, Anthony Pettis bateu Ben Henderson com uma chave de braço no 1º round e conquistou o cinturão dos pesos-leves do evento. Após a luta, Pettis ainda pediu um confronto com o brasileiro José Aldo, que detém o cinturão peso-pena da organização. No Co-Main Event, o peso-pesado Josh Barnett, que retornou ao UFC após 11 anos, nocauteou Frank Mir com uma joelhada ainda no 1º round. Único brasileiro do evento, o peso-leve Gleison Tibau venceu Jamie Varner na decisão dividida dos juízes. Outros destaques ficaram por conta do ex-desafiante ao cinturão de José Aldo, Chad Mendes, que nocauteou Clay Guida no 3º round e recebeu o prêmio de nocaute da noite, e do sul-coreano Hyun Gyu Lim, que derrotou Pascal Krauss por nocaute no 1º round e faturou o bônus de melhor luta da noite.

Mercado europeu. O Real Madrid abriu os cofres e encerrou a novela que vinha se arrastando desde o fim da última temporada européia. O clube espanhol contratou o meia-atacante Gareth Bale por R$ 315 milhões, transformando o galês no jogador mais caro da história do futebol. Bale chega ao clube, mas não poderá ter a companhia de Kaká, que acertou sua volta ao Milan. O clube italiano não pagou nada pelo brasileiro, que foi liberado pelo Real. O Chelsea, que contratou o camaronês Samuel Eto’o, emprestou o atacante Victor Moses para o Liverpool. Os Reds também contrataram o zagueiro francês Sakho, que estava no PSG.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.