segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Fogão vence de virada e é vice-líder

Por William Amaral

Flu respira, Vasco empata e Fla perde

Virada no fim. O Botafogo foi ao Heriberto Hulse enfrentar o Criciúma e voltou com a vitória e a vice-liderança na mala. Com apenas três minutos de jogo, o time da casa deu as cartas. Morais lançou Lins em velocidade e o atacante bateu cruzado para abrir o placar. Os catarineneses seguiram com a pressão e o Botafogo pouco assustava em contra-ataques. Na segunda etapa, o Fogão voltou melhor e apesar de levar um susto nos minutos iniciais, empatou a partida aos 8, após Rafael Marques cruzar para o jovem Octávio completar, de primeira, para o gol. O jogo seguiu lá e cá, com o Criciúma um pouco mais perigoso, chegando a exigir bela defesa do goleiro Milton Raphael aos 40 minutos. Aos 46, a estrela do time carioca brilhou e Edílson avançou livre pela direita, levantou na área e viu Elias acertar um lindo voleio, sem chances para Galatto. Golaço e fim de jogo. Bela vitória botafoguense fora de casa, 36 pontos conquistados e vice-liderança do 1º turno. Nada mal para quem perdeu três jogadores após o início do campeonato.

Alívio. Com 20 mil torcedores no Maracanã, o Fluminense derrotou o Bahia no sábado e se afastou da temida zona de rebaixamento. Os visitantes começaram melhor no jogo e logo aos dois minutos, Fernandão perdeu boa chance de abrir o marcador. Sentindo os muitos desfalques, o tricolor tentava jogadas isoladas e não obtinha êxito. O Bahia seguia melhor e perdendo oportunidades. Na segunda etapa, Luxa pôs Biro-Biro e Felipe em campo e o ritmo do Flu aumentou. Aos 20 minutos, Felipe cobrou falta rapidamente para Sóbis, que bateu forte de longe. Marcelo Lomba deu rebote e Biro-Biro chutou para abrir o placar. O time baiano parecia sem forças para reagir, enquanto o Fluminense se importava com apenas com os três pontos, mesmo que numa vitória magra. E assim foi até o fim. Festa da torcida, que se sentiu aliviada pelo resultado, que levou o tricolor aos 22 pontos e à 14ª posição.

Derrota para o líder. O Flamengo foi ao Mineirão enfrentar o líder Cruzeiro e se viu vítima da vingança do time mineiro, que foi eliminado pelo urubu na Copa do Brasil. Muito recuado, o Flamengo sofreu pressão desde o primeiro minuto de jogo, mas conseguia se defender bem e não sofrer maiores sustos. Aos 30, Paulo Victor, substituto de Felipe, salvou chute de Everton Ribeiro. Quinze minutos depois, o goleiro teve sorte ao ver a cabeçada de Nilton explodir no travessão. Consistente, o time mineiro voltou ainda melhor do intervalo e logo aos 8 minutos, Mayke cruzou para Ricardo Goulart, que, de coxa, acertou a trave de Paulo Victor. No rebote, o mesmo Ricardo Goulart completou para o gol vazio e fez a festa da torcida mineira. Mesmo após o gol, o time celeste não diminuiu o ritmo e seguiu pressionando o Flamengo, que visivelmente inferior ao rival, não demonstrava poder de reação. Mais chances desperdiçadas pelo Cruzeiro, que deixou barato o 1 a 0 diante do Flamengo. O time rubro-negro permaneceu com 22 pontos e ocupa a 15ª posição no campeonato.

Empate e jejum. Sem vencer em São Januário desde a 9ª rodada, o Vasco recebeu o Atlético-PR e não conseguiu dar fim ao jejum em casa. O Vasco começou melhor na partida e Marlone e Willie assustavam os paranaenses. Aos 34, Marlone cruzou da esquerda e André perdeu grande chance na pequena área, finalizando por cima do gol. Na volta do intervalo, o ritmo seguiu o mesmo, com o Vasco levemente superior e tendo em Marlone, seu destaque. Juninho chegou a assustar em cobrança de falta e o time visitante perdeu grande chance com Marcelo, já nos minutos finais. O jogo ficou mesmo no 0 a 0. Mais um ponto para o Vasco, que agora tem 24 e está na 10ª posição.

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.