segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Fogão vence mais uma, Vasco perde e está na ZR

Por William Amaral

Flu vence e respira, já Fla empata no sufoco

Elias decide. Novamente, o Botafogo contou com o brilho de um jogador para vencer e seguir na luta pelo título. Dessa vez, Elias decidiu contra o Santos, na Vila Belmiro. O jogo começou com o Santos melhor, mas o Botafogo assustou logo no início, em chute de Elias. Depois, só deu o time da casa, que assustou Jefferson com certa frequencia. Aos 38 minutos, Seedorf esticou bola para Júlio César na esquerda. O lateral deu cruzamento perfeito para Rafael Marques, que completou em cima de Aranha. No rebote, Elias empurrou para o gol vazio. Na volta do intervalo, o Santos seguiu mais ofensivo, porém levou mais um gol. Aos 11, Hyuri recebeu pela direita e cruzou para Elias, que testou no cantinho de Aranha. Belo gol. Dez minutos depois, o Peixe finalmente respondeu à altura. Cicinho arrancou da direita para o meio e rolou para Cícero soltar uma bomba de fora da área e diminuir. Jefferson não teve chances. Quando se pensava que o alvinegro praiano buscaria o empate, foi o time carioca quem assustou em chutes de Edílson, que parou no travessão, e de Gegê, que foi para fora. Foi só. Importante vitória do Fogão que segue em busca da liderança, que pertence ao Cruzeiro. O time mineiro está com sete vitórias seguidas. O Botafogo tem 42 pontos, quatro a menos que o líder, e tem chance de diminuir a vantagem já na próxima rodada, já que vai ao Mineirão tentar quebrar a sequencia de vitórias da Raposa.

Sóbis comanda. Sem Fred, que ficará fora por um bom tempo de devido à lesão na coxa, o Fluminense tem encontrado em Rafael Sóbis a peça-chave para o ataque e para fugir da zona de rebaixamento. Neste sábado, o jogador marcou e deu assistência na vitória sobre a Lusa. Jogando de laranja, novo 3º uniforme, o Flu levou um susto logo com um minuto em chute de Luis Ricardo. Os visitantes seguiram assustando e Cavalieri salvou gol certo aos 14 minutos. Após essa lance, o Flu chegou a responder com perigo em lance de Carlinhos, mas aos 34 a Lusa abriu o placar. Em cobrança de falta pelo alto, Diogo testou livre dentro da pequena área e marcou o primeiro gol da partida. Sóbis quase empatou ainda no primeiro tempo, mas a reação ficou para o segundo tempo. Com Biro Biro no lugar de Rafinha, o Flu engoliu a Portuguesa e as chances de gol se multiplicaram. Aos 14, Anderson deu bicicleta dentro da área e Moisés Moura tocou com o braço na bola. Pênalti, que Sóbis não desperdiçou. O gol animou ainda mais os tricolores, que contaram com boas atuações de Bruno, Wagner e, principalmente, Rafael Sóbis, que aos 27, aproveitou sobra de bola na área para rolar para Wagner completar para o gol vazio. O tricolor ainda buscou o terceiro gol, mas a partida terminou mesmo 2 a 1. Com o resultado, o time de Vanderlei Luxemburgo foi à 12ª colocação, com 26 pontos.

Empate com a macaca. O Flamengo foi ao Moisés Lucarelli enfrentar a Ponte Preta e conseguiu empatar no fim do jogo. O time da casa começou superior e assustando com Fellipe Bastos, Adrianinho e Adaílton, que por pouco não abriram o placar. Em partida ruim, o Mengão só assustou aos 41, em cobrança de falta de João Paulo, que saiu por cima. Na volta do intervalo, os comandados de Mano Menezes tiveram mais atitude e o urubu cresceu na partida. Quando o Fla era melhor, Samir foi expulso e facilitou a vida do time da casa, que marcou aos 22, depois que Chiquinho achou Artur na direita da grande área. O lateral, quase sem ângulo, encheu o pé e acertou o ângulo de Paulo Victor. O Mengão passou a buscar o empate com mais veemência e conseguiu aos 42 minutos, quando João Paulo lançou André Santos na área. O jogador levou para a perna esquerda e chutou entre a zaga. A bola passou por todos, inclusive pelo goleiro e decretou o resultado do jogo. O Fla foi a 26 pontos e está na 13ª posição.

Derrota e ZR. Recebendo o desesperado São Paulo, o Vasco perdeu e viu o desesperado mudar de lado, chegando à zona de rebaixamento. O jogo começou morno, com o São Paulo chegando melhor ao ataque. Sem grandes alternativas, o time vascaíno viu o tricolor marcar na especialidade de seu novo-velho treinador, Muricy Ramalho. Aos 30, Jadson cobrou escanteio e Rodrigo Caio abriu o placar de cabeça. O jogo foi para o intervalo e na volta dele, o Gigante da Colina adiantou suas linhas para buscar o empate, e o mesmo não ocorreu pela falta de pontaria dos jogadores vascaínos. Rogério Ceni também se destacou e garantiu a vantagem tricolor, que aumentou aos 24 minutos, depois que o goleiro Diogo Silva saiu mal do gol, socou a bola para trás e acabou deixando Antônio Carlos livre para marcar. O Vasco ainda tentou reagir, mas novamente esbarrou nos péssimos chutes de seus jogadores. Resultado: o time estacionou nos 24 pontos e ocupa, agora, a 17ª posição, na zona de rebaixamento. Preocupante.


0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.