terça-feira, 1 de outubro de 2013

Botafogo perde 3ª seguida e fica longe do título

Por William Amaral

Flu vence fora, Fla goleia e Vasco empata

Derrota e título distante. Após ser derrotado em casa pelo Bahia, o Botafogo tinha tudo para retornar às vitórias, mas, novamente no Maracanã, o time decepcionou e perdeu para a vice-lanterna Ponte Preta. O Fogão começou melhor, pressionando o time visitante em busca do gol. Aos poucos, a falta de inspiração do alvinegro carioca foi encorajando a Macaca, que passou a dominar o jogo a partir da metade do primeiro tempo. Aos 40, Artur recebeu de Adaílton, foi tocado por Lima, que ficou com a bola, mas o árbitro viu pênalti. Na cobrança, Elias bateu forte e marcou. Na segunda etapa, o Botafogo pressionou muito, mas sem criatividade, não conseguiu furar o bloqueio do time visitante, que também chegou a assustar. Lima, Henrique e Alex chegaram perto de empatar a partida, mas o que se ouviu no fim foram as vaias diante de mais uma derrota do alvinegro em casa. A terceira consecutiva no campeonato. O Fogão permaneceu com 42 pontos, mas caiu para a 3ª colocação. A fase não é boa.

Goleada e fôlego. Recebendo o Criciúma no Maracanã, o Flamengo conquistou a primeira vitória sob o comande de Jayme de Almeida. Com o estádio lotado, o Mengão começou o jogo no mesmo ritmo intenso do início contra o Atlético-PR. Resultado: Em 23 minutos, três gols. Logo aos 4, após escanteio e bate-rebate na área, Hernane empurrou para as redes. Sedento, o urubu marcou o segundo aos 17. Em lance idêntico ao do primeiro gol, a bola sobrou para Wallace, que estufou as redes. Seis minutos depois, Hernane recebeu na cara do gol, fintou o goleiro e foi derrubado. Pênalti e expulsão do arqueiro do Criciúma. O Brocador foi para a marca da cal e fez seu segundo no jogo. O Mengão relaxou e viu os catarinenses acertarem duas bolas na trave. O castigo por não se impor com um a mais veio nos acréscimos. Felipe derrubou Lins na área, foi expulso e seu reserva, Paulo Victor, não conseguiu defender o pênalti cobrado por Daniel Carvalho. Na segunda etapa, os visitantes continuaram melhores, mas foi o rubro-negro quem marcou. Aos 32, após cruzamento na área, Paulinho tentou bicicleta e a bola sobrou para Elias, que bateu e fez a festa dos mais de 38 mil presentes ao estádio. O Fla foi a 30 pontos e está na 15ª posição. Cinco pontos separam o rubro-negro da Zona de Rebaixamento. 

Virada e nova perspectiva. O Fluminense visitou o Goiás e venceu de virada. O resultado dá nova perspectiva ao tricolor, que agora sonha com o G-4. Após ter a primeira semana "livre" em dois meses, o Flu começou o jogo com maior posse de bola, porém não tinha criatividade na frente, assim como os donos da casa. A partir dos 30 minutos, o Goiás melhorou e passou a criar chances, até que o gol saiu aos 36. Walter cruzou para a área e, após dividida, a bola sobrou para William Matheus abrir o placar. Para a segunda etapa, Luxa fez, como de praxe, duas alterações e o time cresceu. Logo aos 7, Rhayner cruzou da direita, Sóbis fez o pivô e Jean chegou batendo. A bola pegou no pé da trave, nas costas do goleiro Renan e entrou. Após o empate, o Goiás voltou a ameaçar, mas Diego Cavalieri garantia o empate. Aos 39, veio o contra-ataque mortal. Cavalieri saiu jogando com Felipe. O meia lançou Biro Biro na esquerda. O jovem cruzou rasteiro para Rafael Sóbis, em grande fase, completar para o gol. Com o resultado, o Flu foi a 33 pontos, ficando na 8ª posição e a 8 pontos do G-4.

Empate. O Vasco visitou o Bahia e empatou com o time que venceu o Botafogo na última rodada. O Gigante da Colina começou melhor e aos 10, Dakson quase marcou um gol do meio-campo, mas Marcelo Lomba se recuperou e conseguiu salvar. O time da casa não se encontrava em campo e o Vasco seguiu melhor no primeiro tempo, chegando a merecer estar a frente no placar, mas as equipes foram para o vestiário empatadas. Na volta da segunda etapa, o Bahia mostrou mais vontade, chegando mais ao ataque, porém sem ameaçar o goleiro Diogo Silva, de volta após barração de Michel Alves. Aos 26, Fagner cobrou falta e Lomba salvou de mão trocada. Três minutos depois, André fez boa jogada pela esquerda e tinha dois companheiros livres pelo meio, mas preferiu a finalização e perdeu grande oportunidade. o Bahia tentava algo, mas nada de produtivo acontecia. Aos 45, Willie avançou pela esquerda e deu excelente cruzamento para Edmílson, que bateu de primeira, mas novamente, Lomba salvou os baianos da derrota. Foi só. O Vasco mereceu mais que o ponto conquistado, que finalmente, fez o time sair dos 24 pontos. Agora com 25, o Vasco permanece na 18ª posição, a dois de sair da ZR.



1 comentários:

Anônimo disse...

Muito boa reportagem!

Aldo

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.