terça-feira, 1 de outubro de 2013

Pai de turista russo morto em Maricá chega ao Brasil e suspeito depõe na 82ª DP

O garçom do bar em que o turista russo de 17 anos foi visto com vida pela última vez em Maricá, no interior do Rio, prestou depoimento nesta terça-feira (1) na sede da 82ª DP. Segundo o delegado Júlio César Mulatinho, era dele o rosto de um retrato falado feito com descrições dos amigos do rapaz assassinado. No entanto, de acordo com o delegado, o garçom não está sendo apontado como suspeito do crime até o momento.

Sergey era estudante e tinha 17 anos
(Foto: Romário Barros / Lei Seca Maricá)
O pai de Sergey Petrovich Danshin chegou a Maricá nesta terça para acompanhar as investigações. O corpo do rapaz, que está no Insituto Médico Legal (IML) de Itaboraí, pode ser liberado ainda no mesmo dia. O rapaz foi assassinado na madrugada do último sábado (28), no bairro do Recanto, em Itaipuaçu, com três tiros na nuca. Ele era estudante e passava férias no Brasil com mais quatro amigos e um professor.

Mistério

De acordo com a polícia, Sergey Petrovich Danshin saiu junto com os amigos na noite de sexta-feira (27). Eles foram para um bar e, quando voltaram para a casa onde o grupo estava hospedado, o rapaz saiu novamente, desta vez sozinho. No bolso da vítima foram encontrados um telefone celular, cigarros, um isqueiro e o cartão de crédito dele. As autoridades russas no Brasil ainda não se pronunciaram sobre o crime.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.