domingo, 13 de outubro de 2013

TCE pune ex-vereadores de Maricá por irregularidades ocorridas na Câmara Municipal há 20 anos

Tribunal de Contas determina que 13 ex-parlamentares de Maricá devolvam o dinheiro que ganharam a mais em seus salários, ilegalmente.


O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) determinou que 13 ex-vereadores de Maricá, incluindo o atual vereador Bubute, devolvam mais de R$ 695 mil aos cofres públicos.

O valor é a soma do que eles receberam acima do era permitido por lei entre janeiro de 1993 e dezembro de 1996. Na época, a resolução 310/92 da câmara municipal de Maricá estabelecia que o salário dos vereadores equivaleria a 5% da renda arrecadada pelo município. No entanto, a Constituição Federal proíbe a vinculação de despesas à arrecadação da cidade. Assim, a variação do que era recolhido a cada mês fez com que os salários dos parlamentares ultrapassassem o valor legal permitido.

Bubute, um dos condenados
(Foto: Marco Bechkert)
Foram condenados: Adailton Pereira da Costa Filho (Bubute), Aldemir da Silva Bittencourt, Dilson de Souza Bezerra, Durvalino do Amparo, Gilson Francisco da Silma, Ismar Muniz de Andrade, José Delaroli, João Batista de Mendonça, Maurício Pereira de Souza, Octacílio de Andrade, Oldemar Guedes Figueiredo, Uilson Afonso Viana e Wanderley Tavares de Sá.

Wanderley e Gilson foram condenados solidariamente aos outros vereadores, isso porque eles foram presidentes da Casa de Leis de janeiro de 1993 a dezembro de 1994 e de janeiro de 1995 a dezembro de 1996 respectivamente. Eles ainda podem recorrer da decisão do TCE.

Wanderley, que é subsecretário de Conservação Urbana da Prefeitura Municipal de Maricá disse que vai devolver o dinheiro, já Bubute, atual vereador e 2º secretário da Câmara, não quis comentar sobre o caso.

Com informações do Jornal do Município

5 comentários:

Anônimo disse...

Vc esqueceu de colocar que o srº José Delarolli punido pelo TCE por irregularidades é pai do candidato bonzinho Marcelo delarolli que nunca cometeu nenhum erro!!!!

Anônimo disse...

Se o pai do Marcelo Delaroli, cometeu irregularidades qdo vereador, deve pagar,mas, o filho não tem nada com isso. O filho não tem que ser sacrificado pelos erros do pai e vice e versa.

Anônimo disse...

Bubute antes tinha um acolgue velho cheio de ratos criava boi magro e cheio de vermes na restinga hj tem varias casas alugadas varios terrenos camiao maquina carros e nunca deu uma palavra na camara e uma vergonha

Anônimo disse...

Eu acho que educação vem de casa, assim como o pai José Delarolli foi punido por irregularidades o povo de Maricá precisa conhecer melhor quem milita na política local, quando vamos dar nosso voto de confiança precisamos sim analisar o perfil de um candidato em geral assim como o pai dele, existem outras pessoas nessa família que comentem vários crimes em nosso Município como roubo de areias de rios e restinga de Maricá então eu vou continuar com a minha ideia de que o srº Marcelo Delarolli não é a melhor opção parar a nossa cidade. Eu penso que o Srº Marcelo e nova cara da velha política praticada na nossa cidade durante anos.

Anônimo disse...

Vergonha é ter um povo desqualificado e interessado somente no lixo q estes podem oferecer e continuar na miséria, parabéns vereadores é isso q esse povo merece.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.