sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Itaipuaçu: Buraqueira toma conta de asfalto que custou R$ 30,8 milhões

Ricardo Vieira Ferreira - Contrataram a empresa paulista EQUIPAV dizendo que o processo de asfaltamento era revolucionário e idêntico ao utilizado nas estradas daquele Estado.

Imaginem se tivéssemos o tráfego pesado das estradas paulistas; nada teria sobrado da capinha de asfalto que aplicaram naquela via. Tal empresa ficou responsável pelo recapeamento da Rua 1, onde fica o Terminal Rodoviário de Itaipuaçu, e o trecho da Estrada de Itaipuaçu que fica entre o antigo Posto Golfinho e a Serrinha.

O restante até Inoã já estava entregue desde 2010 à ENGEBIO que fez um péssimo serviço, com o escopo do fornecimento completamente mutilado. O mesmo se deu com a EQUIPAV, pois estavam previstas a drenagem e a construção de galerias de águas pluviais e nada foi feito. Os preços estavam superfaturados de maneira absurda levando o Ministério Público a abrir inquérito sob nº 22/2012 em 15 de março de 2012 contra a EQUIPAV  e distribuir ação contra a ENGEBIO. A prefeitura também responde nos dois procedimentos. Estrada de Itaipuaçu 07 de novembro B

Acresçamos aos inacreditáveis R$ 30,8 milhões o permanente recapeamento em diversos trechos, especialmente os primeiros 7 km entregues à ENGEBIO. A foto mostra a colocação, por pessoas da área, de um tonel, às margens do Canal da Costa, para evitar que carros e motos caiam numa enorme cratera que muitos prejuízos já causou.  O risco de acidentes, especialmente de motocicletas é muito sério. Não pensem que o buraco da foto é o único: há pelo menos mais três quase do mesmo tamanho naquele trecho. 

A vida segue mansa para os administradores municipais graças à legislação frouxa feita pela turma de Brasília para auto proteção e dos seus cabos eleitorais encastelados em prefeituras, governos estaduais, câmaras de vereadores e assembleias legislativas.

3 comentários:

Anônimo disse...

O único motivo pelo qual essas coisas (roubalheira do dinheiro público) continuam acontecendo em nosso querido Brasil é que a população não possui a informação sobre a coisa pública. Ontem mesmo fiquei surpreso ao perceber que das duas pessoas com quem conversei na rua, um taxista de Niterói, morador do Jardim Atlântico e uma mulher que se encontrava no ponto de ônibus, na rua Cardoso de Meneses, não sabiam quais ruas seriam asfaltadas pelo Governo do Estado, alavancando a campanha eleitoral do pré-candidato a governador Pezão. Essa informação foi divulgada nos blogs de notícias de Marica e encontra-se no site da Prefeitura de Maricá. As obras já começaram nas proximidades da rua 2 com 36 no Jardim Atlântico. Não ficarei nada surpreso se, depois de tudo pronto, aparecer um certo Prefeito, acompanhado de sua digníssima Primeira Dama, reivindicando para si o mérito pela urbanização de tais ruas.

Anônimo disse...

Acorda moradores e comerciantes, isso tudo aí é Bairro novo para minoria. Isso é para calar a boca dos moradores e ganhar votos no ano que vem. Será que todos os moradores e comerciantes deste local são burros, não entendem nada.
O Quaquá metendo a mão no nosso dinheiro e rindo com sua esposa no Havaí.

Anônimo disse...

É isso mesmo Sr. Anônimo, e além disso tudo o canalha do Quaquá é assassino.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.