segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Apagão da Claro gera prejuízo para comerciantes em Itaipuaçu

O comércio em geral deixou de faturar algumas dezenas de milhares de reais neste final de semana, em Itaipuaçu (Maricá-RJ), devido aos problemas no sinal da Claro. As lojas, que utilizam máquinas de cartão de crédito e débito, com chip dessa operadora, não puderam realizar as vendas nessa modalidade.

Em um dos bares noturnos da cidade, por exemplo, na noite de sábado, o prejuízo chegou a R$ 5 mil. “A maioria de nossos clientes estão acostumados a pagar suas contas no cartão de débito. Para nós, é constrangedor quando a máquina fica sem conexão. Para o cliente também, pois muitas vezes, ele, contando com essa facilidade oferecida, às vezes não tem na carteira dinheiro em espécie suficiente para pagar o débito", disse a gerente e proprietária.

Os moradores e turistas também reclamaram da falta de sinal em seus celulares, que, desde a manhã de sábado, até o fim da noite deste domingo ainda não havia sido restabelecido.

Em um dos casos, um pai ficou horas preocupado com a falta de comunicação com o celular de sua filha: "Minha menina, que tem 12 anos, sempre vem passar o fim de semana comigo. A mãe sempre a deixa no ônibus, em Niterói, e eu a busco do outro lado da serra, em Itaipu. Durante o percurso a gente se fala a todo o momento, pois monitoro o tempo e seu itinerário. Graças a Deus deu tudo certo, mas fiquei algumas horas preocupado", declarou o morador.

Segundo a Claro, uma instabilidade na rede deixou parte da região de Maricá sem sinal. Porém, a empresa informa que até a tarde desta segunda-feira, dia 13, o serviço será normalizado.

3 comentários:

Leila Rocha disse...

Até agora o sinal ainda não voltou. Entrei em contato com a operadora, conforme protocolo 201412649608 e a atendente disse que uma equipe técnica já estava no local e que o problema seria resolvido até o dia 14/01/2014, às 16hs.

Claudio Isquierdo disse...

Mais um prazo vencido e o apagão/caladão da Claro continua! Agora fui informado de que a "instabilidade" AUMENTOU e que não há data/hora para regularização do serviço. A ANATEL segue incomunicável, para variar. No meu caso, reivindiquei prorrogação do prazo dos créditos (minha linha é pré-paga) e ganhei mais oito dias. Além disso a operadora ativou um pacote de 50 "torpedos" sem custo para uso em trinta dias. É pouco em se comparando ao transtorno de não ter o serviço de maneira adequada, mas não deixa de ser uma tentativa da Claro por se mostrar minimamente interessada em seus clientes. No caso dos comerciantes e suas máquinas débito/crédito, a coisa não é tão simples. Eu processaria por danos materiais e morais.

Jandira disse...

Hoje 15 de janeiro , ainda não tenho sinal da Claro. Continuamos no ESCURO !

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.