Delegada Martha Rocha vai sair da polícia para ingressar na política

A chefe de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Martha Rocha, anunciou que vai deixar o cargo no dia 31 de janeiro para seguir carreira política. A saída da delegada, segundo a Polícia Civil, já era prevista desde a semana passada, ocasião em que ela própria procurou o secretário de Segurança Pública do Rio, José Mariano Beltrame, para informá-lo de que avalia a possibilidade de seguir carreira política.

Em nota, a Polícia civil informou que a delegada resolveu antecipar sua saída por entender que o secretário precisa de tempo para planejar-se, já que este ano a cidade sediará grandes eventos.

Com 30 anos de polícia, Martha Rocha foi a primeira mulher a chefiar a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro. Ela assumiu o cargo em 15 de fevereiro de 2011, após uma grande crise na instituição, que arrancou do cargo o então chefe de Polícia, Allan Turnowski. Nessa ocasião, foi realizada a Operação Guilhotina, feita pela Polícia Federal, que prendeu cerca de 30 policiais civis e militares acusados de envolvimento com o crime no Rio.

A delegada Martha Rocha, que recentemente filiou-se ao PSD (Partido Social Democrático), deve ser candidata nas próximas eleições e o nome mais cotado para substituí-la na chefia da polícia é o delegado Cláudio Ferraz, ex-chefe da Draco, atualmente na cúpula da Polícia Civil.




Previous
Next Post »

4 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment