Maricá: Petistas do "Bolsa Mumbuca" cadastram eleitores pobres de Itaipuaçu

A campanha eleitoral do PT no município de Maricá já começou. Assim como aconteceu ontem numa igreja evangélica em Inoã, hoje foi a vez da população carente de Itaipuaçu se inscrever no programa 'Bolsa Mumbuca'.

O evento aconteceu na manhã desta quarta-feira (29) no Terminal Rodoviário de Itaipuaçu, onde alguns representantes do governo municipal, entre os quais, secretários e subsecretários simularam uma pequena solenidade, tendo como protagonista o secretário municipal de Direitos Humanos e Cidadania, Miguel Moraes, que,  em seu discurso, não poupou elogios ao prefeito Quaquá e à primeira dama, Rosângela Zeidan, pela criação do programa. "Esse era o sonho de Quaquá e Zeidan!", enfatizou. "Quaquá e Zeidan vão acabar com a pobreza em Maricá!", anunciou.

Ainda durante o seu discurso, Miguel mencionou que "o programa foi criado pelo prefeito Quaquá para combater a pobreza extrema na cidade e aquecer o comércio local". No entanto, por detrás dos panos, segundo comentários de moradores mais esclarecidos e bem informados, tudo isso não passa de mais um circo armado para captar votos de eleitores pobres da região para as próximas eleições. Exemplo claro dessa mesma estratégia o povo já viu em 2012, com os "netbooks", distribuídos pelo prefeito Quaquá meses antes das últimas eleições municipais e que até hoje, didaticamente, não serviram para nada, a não ser para, naquela ocasião, captar os votos dos pais dos alunos.

Após a rodada dos discursos, os petistas trataram de, rapidamente, improvisar um posto de cadastramento onde os 'interessados', sob a condição "sine qua non" de serem eleitores exclusivos do município, tiveram de preencher um formulário com seus dados pessoais, endereço de moradia, telefones de contato, e-mail, informações de renda mensal e da seção e zona eleitoral.

De acordo com declarações do prefeito Quaquá, em outras ocasiões, o 'Bolsa Mumbuca' vai gerar renda mínima para as famílias carentes, inicialmente com 70 mumbucas mensais, e também, segundo ele, alavancar o desenvolvimento da economia local. Ainda de acordo com o prefeito, o benefício mensal será aumentado gradativamente, para R$ 100 já durante o próximo ano, até alcançar R$ 300, em 2016, beneficiando 20 mil famílias. Todavia, apesar de já terem sido feitas centenas de inscrições, padarias e mercados locais ainda nem foram cadastrados no suposto programa.

Promessas e mais promessas...

Há cerca de três meses atrás, Quaquá, em declarações sobre a implantação de uma empresa municipal de transportes públicos, prometeu que seriam oferecidos à população, ônibus com passagens iniciais a R$ 2,00 e, com o passar do tempo, o valor dessa tarifa cairia, progressivamente, até a casa dos centavos.

Ao que parece essa promessa caiu no esquecimento de S. Excia, pois tal empresa ainda não foi implantada e os dez ônibus comprados com o dinheiro público enferrujam a cada dia, abandonados no aeroporto da cidade. 



Previous
Next Post »

7 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment