segunda-feira, 3 de fevereiro de 2014

Ensaio da Grande Rio em Maricá: "Olha o dinheiro do povo aí, gente!"

Quaquá oferece um pitaco de 'pão e circo' à população de Maricá e 'petralhas' beberrões caem no samba


Mestre-sala e porta-bandeira
(Foto: Marco Bechkert)
Maricá parou na noite deste domingo (2) para ver o ensaio técnico da escola de samba de Duque de Caxias, Acadêmicos do Grande Rio, que levou mais de R$ 3 milhões do povo de Maricá.

Cerca de 50 ônibus, provavelmente também pagos com dinheiro dos cofres públicos maricaenses, transportaram 2.500 componentes de Caxias até o Centro de Maricá.

O desfile começou na Avenida Francisco Sabino da Costa, quase em frente ao mercado Rede Economia, e seguiu até a Praça Orlando de Barros Pimentel.

Lurian caiu no samba
(Foto: Marco Bechkert)
Algumas personalidades estiveram presentes ao evento, entre elas a atriz global Suzana Vieira. A filha adotiva do ex-presidente Lula, Lurian, também 'adotada' pelo prefeito Quaquá, se esbaldou na folia. O destaque ficou por conta do casal de mestre-sala e porta-bandeira, Luiz Felipe e Verônica Lima.

Sapucaí

O desfile da Grande Rio na Sapucaí, este ano, será patrocinado pela Prefeitura de Maricá. A escola será a segunda a desfilar no domingo de carnaval e vai apresentar um panorama sobre a história da cidade litorânea fluminense.

O desfile

No primeiro setor, a escola abre seu desfile trazendo a musicalidade da cantora Maysa e sua relação afetiva com Maricá; no segundo setor, serão apresentados os aspectos religiosos, a devoção e fé do povo; no setor seguinte, será abordada a teoria da origem das espécies, proposta pelo naturalista britânico Charles Darwin, que visitou Maricá certa época. No quarto setor, a escola explora assuntos pertinentes sobre a produção existente em Maricá: bananas e laranjas. Por fim, conforme o 'script', será apresentada uma Maricá lúdica, dos sonhos de quem ia para a cidade nos anos 70. No entanto, o samba-enredo que será apresentado no domingo de carnaval não tem nada haver com o que realmente acontece em Maricá nos dias de hoje.

Corrupção

Mergulhado em inquéritos e processos, o prefeito Washington Quaquá (PT), com a ajuda de onze vereadores inúteis, transformou a cidade num verdadeiro caos. Nenhum serviço público funciona adequadamente e a prefeitura está lotada com mais de 2 mil cabos eleitorais comissionados.

O hospital municipal, Conde Modesto Leal, único na cidade, está sucateado e frequentemente há reclamações de falta de médicos e de medicamentos. Desde o início do primeiro mandato de Quaquá, em 2009, muitos maricaenses, entre os quais crianças e idosos, já morreram no interior daquele pavilhão, conhecido como "Portal da Morte".



4 comentários:

Anônimo disse...

ISSO É UMA V E R G O N H A !!!!

Anônimo disse...

Deixa o homem sambar.....

Stefan Oliveira disse...

Tem uma diferença sútil no caso do Quaquá, entre inteligência e esperteza, me colocando que não sou de partido político nenhum, inclusive só VOTO NULO a anos, agora vamos combinar esse Quaquá é esperto.
Leva o $$$ dele, bota algumas das coisas que o brasileiro mais gosta (samba, mulher e cerveja) e para muitos acaba sendo o cara.
Abre olho povão.

Anônimo disse...

O POVÃO DE MARICÁ E ADJACÊNCIAS MERECEM. ESTÃO TODOS SATISFEITOS, INCLUSIVE GOSTAM DE VIVER COMO BICHOS. TÁ TODO MUNDO GANHANDO. GANHA O QUAQUÁ, GANHA SUA EQUIPE, GANHA O PT, GANHA TAMBEM O MPRJ. ENQUANTO A COMUNIDADE ACEITAR ESMOLAS E OS MORADORES NÃO APRENDEREM A VOTAR, ELES VÃO CONTINUAR ROUBANDO NOSSO DINHEIRO.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.