quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Maricá: Disputa política aumenta a crise na saúde

Desde o começo da gestão do prefeito Washington Quaquá (PT), a saúde na cidade de Maricá só piora. Mais de oito secretários já passaram pela pasta e ninguém até agora conseguiu enxergar luz no fim do túnel. A disputa política que envolve a saúde é muito grande, e isso acaba aumentando cada vez mais a crise no Hospital Municipal Conde Modesto Leal, o único da cidade e que não possuiu sequer uma UTI.

Em menos de quinze dias, duas pessoas passaram pela secretaria de saúde, a ex-secretária e médica Janele Valadão e a ex-diretora da UPA Bárbara Beatriz Nogueira, que não aguentou ficar no cargo por pressão política. Agora, a ex-coordenadora de Vigilância Epidemiológica assumiu a secretaria de Saúde e já posou em foto no Hospital Conde Modesto Leal, no mutirão de cirurgias ortopédicas realizado no último domingo (16).

Imposições de vereadores que querem interferir na saúde do município dizendo fiscalizá-la, quando na verdade a controlam por força política, fazendo a saúde andar de mal a pior. Faltam condições de atendimento, de médicos e medicamentos, e secretário nenhum dá jeito no que se tornou uma fábrica de votos, onde os vereadores controlam a área para arrumar consultas, exames e até cirurgia para os seus eleitores.

Quem não está de acordo com as regras fica sujeito à exoneração do cargo e até demissão, como é o caso dos funcionários das empresas terceirizadas que prestam serviços nas unidades de saúde do município.

O novo hospital, tanto divulgado na última campanha eleitoral, não saiu do papel. Os novos postos de saúde estão com as obras paralizadas há meses. O problema não está nos secretários, mas em pessoas que só vizam votos e não vidas. Estaremos de olho na atuação da nova secretária, que, enquanto coordenava a Vigilância Epidemiológica, deixou a cidade por dois anos em estado de epidemia da Dengue.

Fonte: Maricá Info (Texto: João Henrique Jorge)

Nota do Itaipuaçu Site:

De acordo com informações, a ex-diretora da UPA, Bárbara Beatriz Nogueira, que há pouco havia sido nomeada Secretária Municipal de Saúde no lugar da ex-secretária Janete Valadão, foi exonerada por ordem do vereador Chiquinho. Segundo dizem, a nova secretária tentava "empregar" seus amigos no lugar dos "amigos" do vereador, dentro do hospital. Mas, como Chiquinho tem bastante "influência" junto à primeira dama, a novata acabou se dando mal.





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.