quinta-feira, 13 de março de 2014

Pela Libertadores, Fla fica no empate com o Bolívar...

Por William Amaral

... Já o Botafogo é derrotado com gol nos acréscimos
  
Empate lamentável. Recebendo o limitado Bolívar no Maracanã, o Flamengo apenas empatou por 2 a 2, frustrando os pouco mais de 37 mil pagantes. Nos primeiros minutos, o Flamengo fez uma pressão inicial que deu a falsa impressão de que o duelo seria resolvido rapidamente. As muitas roubadas de bola dos volantes não se transformaram em bons ataques pelos erros constantes de passe. O time boliviano equilibrou o jogo e o primeiro tempo terminou empatado em 0 a 0, com vaias da torcida. Na segunda etapa, Jayme pôs Paulinho na vaga do lesionado Léo, e justamente pela ala direita do Mengão saiu o gol dos visitantes. Aos 7, Arce se livrou de Wallace, que ficou no chão pedindo falta, tocou para Callejón, que ajeitou para Capdevila bater e abrir o placar. Dois minutos depois, após lance de impedimento não marcado, a bola sobrou para Everton, que empatou em chute no canto. Após o empate, as oportunidades apareceram para os dois lados. Aos 20, Paulinho fez boa jogada pela direita e tocou para Alecsandro, que tentou a batida e viu a bola sobrar para Everton, que virou o jogo. Quando parecia que o jogo ficaria tranquilo para o Mengão, o Bolívar empatou. Aos 27, Pedriel, que entrara um minuto antes, recebeu lançamento na área, ganhou de João Paulo e bateu na saída de Felipe. Sem reação, o Fla não conseguiu buscar o gol da vitória e ficou nisso. Péssimo empate para o rubro-negro, que já fez duas partidas em casa e tem 4 pontos e está na 2ª posição do Grupo 7 da Libertadores.

Derrota. Visitando o Independiente Del Valle no Equador, o Botafogo se encolheu, não suportou a pressão e saiu derrotado. A forte chuva vindas dos céus equatorianos prejudicou o já ruim gramado local. Recuado, o Fogão assistia ao mandante, de fato, mandar na partida e exigir boas defesas de Jefferson, mas aos 26, o goleiro da seleção brasileira nada pôde fazer. Nuñez recebeu ótimo passe de Somoza e bateu cruzado, abrindo o placar. O panorama se manteve até o fim da primeira etapa. Já no segundo tempo, após pressão inicial do Independiente, o Botafogo achou o empate aos 14, depois que Jorge Wagner cobrou escanteio, Dória desviou de cabeça e Bolívar, de carrinho, completou para o gol. Aos 29, Bolívar cometeu falta no campo defensivo e foi expulso. O time todo foi para cima do árbitro e o sempre nervoso Edílson também foi expulso. Eduardo Húngaro renunciou ao ataque tirando Wallyson e Ferreyra e colocando André Bahia e Lucas. O ataque contra defesa deu resultado aos 46, quando Somoza bateu de longe e fez o gol da vitória do time equatoriano. Apesar da derrota, o Fogão ainda é líder do Grupo 2, com 4 pontos, e tem duas partidas para fazer no Maracanã, e vencendo-as, a classificação é praticamente assegurada.

Outros brasileiros na Liberta. Na terça, o Cruzeiro foi derrotado pelo Defensor-URU por 2 a 0 e está em 3º no Grupo 5. Ontem, o Atlético-MG empatou em 2 a 2, com o Nacional-PAR, gols de Josué e Jô, e lidera o Grupo 4, com 7 pontos. Grêmio e Atlético-PR jogam hoje.





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.