quinta-feira, 24 de abril de 2014

Autoridades ambientais do Rio fecham fábrica de balões em Maricá

Fiscalização encontrou em Maricá 6 balões de grande porte, sendo um deles com mais de 20 metros; homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia de Maricá.


Balão de ar quenteA Secretaria Estadual do Ambiente do Rio de Janeiro, a Polícia Militar e a Marinha fizeram nesta quarta-feira (23) uma operação para reprimir a prática de balonismo, incursa na Lei de Crimes Ambientais (Lei 9.605/98). Durante a ação, uma fábrica clandestina de balões foi fechada no município de Maricá, no Grande Rio. A fiscalização encontrou no local seis balões de grande porte, sendo um deles com mais de 20 metros. Um homem foi preso e encaminhado à Delegacia de Polícia de Maricá (82ª DP).

Já em São Gonçalo, também no Grande Rio, foi apreendida uma embarcação adaptada para o resgate de balões que caem no mar. As três pessoas que estavam no barco foram liberadas, porque não foram flagrados com qualquer balão, mas a embarcação foi levada para a Capitania dos Portos. A ação foi deflagrada ontem, Dia de São Jorge, porque a data religiosa é marcada por grande incidência de soltura de balões no estado.

Fonte: Agência Brasil

Fique por dentro de outras notícias de Itaipuaçu e de Maricá no Facebook:


Acesse também, com mais rapidez, o Itaipuaçu Site no seu smartphone (baixe aqui o app gratuitamente)





0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.