sexta-feira, 13 de junho de 2014

Brasil conta com ajuda do áribtro e vence na estreia

Por William Amaral

Pelo grupo do Brasil, México vence Camarões: 1 a 0

Vitória manchada. A tão esperada estreia da Seleção Brasileira na Copa do Mundo aconteceu ontem e o time de Felipão conseguiu a virada após levar um gol no início da partida. Antes da partida, uma fraca festa de abertura, com apresentações artísticas de baixa qualidade e as já esperadas vaias para a Presidente da República.

No jogo, a Croácia começou melhor e aproveitando as jogadas pelas pontas. Em uma delas, aos 10 minutos, Olic aproveitou a ausência de Daniel Alves na marcação, avançou pela esquerda e cruzou rasteiro, Luiz Gustavo não cortou, Jelavic deu um leve toque e a bola iria para fora, mas tocou no pé de Marcelo e entrou. A equipe brasileira foi pra cima. Aos 28, Neymar recebeu pelo meio, carregou até a entrada da área e chutou mascado. A bola avançou vagarosamente até encontrar o pé da trave esquerda e entrar. O jogo seguiu equilibrado e foi para o intervalo empatado. Na segunda etapa, os jogadores croatas sentiram o cansaço e o Brasil foi ampliando seu domínio territorial. Aos 25, Fred recebeu bola dentro da área e se atirou no gramado. Simulação, que valeu pênalti aos olhos do juiz japonês, Nishimura. Neymar cobrou, viu o goleiro Pletikosa tocar com as mãos na bola, mas não o suficiente para evitar a virada brasileira. Esgotados, os croatas foram ao ataque, mas sofreram o terceiro gol aos 45. Oscar recebeu pelo meio, avançou e tocou de biquinho para fechar o placar. Foi só. Nota: Assim como no Barcelona, Daniel Alves tem sido um ponto fraco na defesa. Vai muito ao ataque, volta lentamente e é facilmente driblado no mano a mano. Já Neymar, assume o protagonismo que ainda não tem no clube espanhol e dá as cartas pelo Brasil. Olho aberto com Júlio César, que não passa segurança alguma e rebateu uma bola muito perigosa em um chute despretensioso do adversário.


Boa estreia. A arbitragem voltou a atacar na segunda partida da Copa do Mundo, mas diferente do que aconteceu no jogo do Brasil, o árbitro não influenciou no resultado da partida, que teve a boa vitória do México sobre Camarões. O time mexicano começou com tudo. Pressão no campo de ataque e jogadas rápidas. Logo aos 10, Giovani dos Santos abriu o placar, mas não pôde comemorar pelo impedimento mal assinalado. Aos 29, o mesmo Giovani marcou novamente, mas outro ridículo impedimento foi marcado, para desespero dos mexicanos. A seleção de Camarões tinha no apagado Eto’o sua imagem ilustrativa. Veio o segundo tempo e a pressão mexicana diminuiu. Aos 12, Assou-Ekotto cobrou falta e quase abriu o placar para os africanos. Três minutos depois, Giovani dos Santos recebeu na entrada da área, bateu rasteiro, e viu Peralta marcar após o rebote do goleiro. Sem qualidade técnica, Camarões tentou reagir, mas apenas uma boa cabeçada, já aos 45 do segundo tempo, foi motivo de preocupação dos mexicanos. Foi só.







0 comentários:

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.