quinta-feira, 19 de junho de 2014

"Gato" de energia mata cavalo em Itaipuaçu

Reportagem :: Marcelo Bessa - A irresponsabilidade criminosa de um morador causou a morte de um cavalo próximo à esquina da rua 37 com a rua 1, em Itaipuaçu (Maricá-RJ), no início da tarde chuvosa desta quinta-feira (19). Por pouco a sua dona, que o conduzia, não morre também. O fato aconteceu por volta das 14h, no instante em que o animal encostou uma de suas patas no fio clandestino que estava escondido, enterrado no chão da rua.

A dona do animal teve de ser socorrida
pelos Bombeiros 
Bombeiros do Destacamento de Maricá foram acionados e chegaram rapidamente ao local. A dona do animal, que também chegou a ser afetada pelo choque elétrico, foi socorrida pelos bombeiros e conduzida para a Upa de Inoã e, segundo informações, ela passa bem.

A fiação clandestina estava ligada a uma casa na rua 37 e no instante em que aconteceu o fato o suposto morador pegou o carro e fugiu em disparada do local, segundo testemunhas. Todavia, a placa do veículo foi anotada pela dona do animal.

Ainda de acordo com outras informações, a dona do cavalo, identificada como Ronina, de 50 anos, informou aos bombeiros que o animal era de sua propriedade e de estimação. Moradores da localidade ficaram revoltados com tamanha irresponsabilidade do suposto vizinho criminoso.

O fio clandestino estava enterrado no chão
(Fotos gentilmente cedidas por Fátima Nóbrega, via Facebook)





2 comentários:

Anônimo disse...

É POR ISSO QUE A MAIORIA DOS MORADORES NÃO QUEREM QUE PASSE MÁQUINA EM SUAS RUAS. VÃO DESCOBRIR MUITOS GATOS, COMO ESSE AÍ. E AINDA ARRISCAM A VIDA DE PEDESTRES, CRIANÇAS E IDOSOS QUE PASSAM NAS RUAS.

Anônimo disse...

Filha da puta do morador que fez o gato. Deveria morrer esse corno com um tiro na cabeça.

Postar um comentário

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião.