Upa de Inoã fica sem pediatra e pai se revolta

Mais um descaso da administração pública de Maricá foi flagrado na noite da última sexta-feira (27) no interior da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maricá, em Inoã; não havia médico.

Por volta das 23 horas, o morador de Itaipuaçu, Cirley Ferreira teve que ir às pressas à UPA levar sua filha de 9 anos de idade, que passava muito mal. Chegando lá, encontrou a Unidade vazia e foi informado de que ali não havia médico pediatra. Por sorte, ele estava de carro e, mesmo revoltado com tamanho descaso, saiu de lá com a criança ardendo em febre, seguindo em disparada até o posto de saúde de Piratininga, em Niterói, onde sua filha acabou sendo atendida. No entanto, segundo suas informações, durante a breve passagem pela UPA, deparou com várias mães desesperadas que foram até lá, a pé, com seus filhos, buscar atendimento mas tiveram que voltar para suas casas e contar com a própria sorte.

Ainda de acordo com outras informações, as funcionárias no balcão de atendimento da UPA informavam, a quem chegasse, que talvez houvesse médico no hospital Conde Modesto Leal, no centro de Maricá.

Fique por dentro de outras notícias de Itaipuaçu e de Maricá no Facebook:


Acesse também, com mais rapidez, o Itaipuaçu Site no seu smartphone (baixe aqui o app gratuitamente)





Previous
Next Post »

3 comentários

Click here for comentários

ITAIPUAÇU SITE - MÍDIA LIVRE E OFICIAL DE NOTÍCIAS DE MARICÁ - O Itaipuaçu Site reserva o direito de não publicar comentários anônimos ou de conteúdo duvidoso. As opiniões aqui expressas não refletem necessariamente a nossa opinião. ConversionConversion EmoticonEmoticon

Thanks for your comment